dezembro 09, 2007

>>>> um mimo . . . para vós <<<<

video

estremeço
ouvindo a tua voz
sereia, mar mulher,
soltando bramidos
nas secretas vagas
rochedo, meu reduto
desnuda, liberta
suspiros encantados,
sonetos, poemas,
de inacabados livros
poema e video: poetaeusou

34 comentários:

Sol da meia noite disse...

Adorei!

Ouve sempre a voz da sereia... ela conta os segredos do mar.

Beijinhos

multiolhares disse...

Sereia
Deusa do mar
Deusa do amor
Deusa dos poetas
Voz das ondinas
Sinfonia das esferas
Estremecimento, secreto
Emoções escritas nos
Livros inacabados
Escritos na eternidade

Beijos nossos
luna

Alice Matos disse...

Que lindo, poeta, obrigada...
as palavras, as imagens, o som maravilhoso deste teu/nosso mar...
Assim que a saúde me permitir corro para a Nazaré... morro de saudades...

Um beijo para ti...

GarçaReal disse...

Poemas inacabados...Tantos tenho....

Não lhes encontro o final.

Deixo-te suspiros encantados molhados das águas do Lago

bjgrande de uma Garça

Maria disse...

Muito bom, Poeta. Adorei ver e ouvir o mar...
Obrigada pela partilha.

Inté

poetaeusou . . . disse...

*
sol da meia noite

mar serenou
quando ela pisou na areia
Quem dança
na beira do mar é sereia
*
conchinas
*

poetaeusou . . . disse...

*
multiolhares
*
eterna Sereia,
cantando o encanto,
sinfonia manto,
abarcando a areia,
,
luna,
beijos daqui,
*

poetaeusou . . . disse...

*
alice matos
,
menina,
menina bonita,
para todos, é nazaré,
,
uma óptima recuperação, desejo,
*
jinos de iodo
*

rosa dourada/ondina azul disse...

Obrigada !
Como eu gostei de ver e ouvir o mar !!!


Beijinho,

poetaeusou . . . disse...

*
GarçaReal
,
se o mar tivesse janelas,
com vidros de iodo e sal
contemplava o lagoreal
como se apreciam as telas
,
marés de bjis
*

poetaeusou . . . disse...

*
Maria
,
mare nostrum,
,
inté
*

poetaeusou . . . disse...

*
rosa dourada/ondina azul
*
mar,
canta em mim,
a sede que tenho de tí,
das tuas mescladas ondas,
*
doces ondinas,
*

MEU DOCE AMOR disse...

O adeus ,para depois regressar.

Gostei imenso.

Um beijinho doce

Helena disse...

So tenho uma palavra a dizer : Obrigada Poeta
Pôr de sol lindo
Ondas e o barulhosinho delas
que dizer mais ?
Adorei...

Um beijo

Sininho disse...

Tamar!
E quem não estremece perante a fúria deste mar?
Lindíssimo mas infundindo imenso "respeito"...
Beleza de vídeo, este.
Pela parte que me toca, obrigada.

Abraço

gaivota disse...

obrigada, poeta, obrigada por este pôr do sol ondulado...
e com som... (saudades)
quase me senti no forte...
que espectáculo fascinante, por uns minutos saí daqui e foi mesmo aí onde só esta paisagem se pode admirar, amar, oh mar!
porque é que o mar é diferente noutros sítios?
beijos

andorinha disse...

Quem não estremeceria ao ouvir este som, ao ver estas ondas! Obrigada pelo mimo... ainda mais agradecida porque adoro o mar.

Carminda Pinho disse...

Poeta,
muito obrigada por este mimo tão grande e, tão bonito.
O por do sol, a dança das ondas e o som das mesmas é para mim um espectáculo que me "adoça".
Hoje fiquei mais doce... aqui.

Beijinhos

Teresa Durães disse...

ainda ontem a voz do mar era minha companheira. hoje de regresso a esta vida urbana-depressiva. Enfim..

Paula Raposo disse...

Um vídeo verdadeiramente sublime!! Cheguei a sentir os salpicos desse mar...

poetaeusou . . . disse...

*
MEU DOCE AMOR
,
regressa e,
-nunca digas adeus-
,
esverdeadas algas
*

poetaeusou . . . disse...

*
Helena
,
sou teu discipulo mar,
meu degas, meu matisse, minha tela,
,
marmujares de "mar á pedra",
para ti,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Sininho
*
vem mar,
canta em mim,
envia-me as ondas mestras,
suporte do meu,
arquitectado pensamento,
,
sons do mar em brisas, deixo
*

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
*
faço sempre pergunta similar,
e grito,
ao lado as pessoas, julgam-me
de louco ... e eu ralado,
mar meu, porque és diferente,
dos outros mares ???
,
maresias do guilhim
*

poetaeusou . . . disse...

*
andorinha
*
gaivotas, suspiros do mar,
ais das águas desventradas,
suspira em mim, mar !
e o mar, equivocado,
solta ao vento uma andorinha,
,
soltados pililipares, ficam,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Carminda Pinho
*
dá ao meu verso, mar,
toda a doçura,
expulsa-me toda a amargura,
e dança, vem comigo dançar,
,
conchinhas
*

Pitanga disse...

Ele já avança. E o Inverno ainda nem começou. É olhar e não dizer nada. Será que Ela está aí?

abraços

gaivota disse...

eu digo mais e grito-lhe mesmo: "porque é que és ÚNICO!",
oh mar da nazaré, o meu mar, a nha praia... tudo
as pessoas também me julgam tonta... e eu, ralada...
bendito MAR que me beija os pés e me chama tantas vezes...
bjs, à pedra do guilhimmmmmmmmmmmmmm

poetaeusou . . . disse...

*
Teresa Durães
,
quero te plagiar,
quero te ecoar,
quero o teu marmujar
dá-me a tua voz, mar,
*
maresias voando por aí,
para ti,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Paula Raposo
,
paulinha
,
beijou o muro,
de mansinho ...
na sua macro-imensidão,
,
jinos "murais"
*

poetaeusou . . . disse...

*
Pitanga
,
decerto te botei,
mar guri, em minha frente,
e ali foste crecendo
em ondulagem,
até que te fizeste mulher,
e,
homem ao mesmo tempo,
,
in-vinicius
,
maré de brisas,
*

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
*
eu quero maratonar
as tuas ondas,
mar, a minha estrada,
guilhim, a minha meta,
,
a prainha,
cheia de lapas, para ti,
*

***Serena*** disse...

Mar que fala, sorri ,m'estremece
Bela a sua voz
Belo o seu encanto
Em delicia ,tudo sorvi
Agradecida estou... a ti
***

poetaeusou . . . disse...

*
***Serena***
*
os meus olhos sorvem-te, mar . . .
*