dezembro 23, 2007

»»»»»»»»» e as crianças, senhor «««««««««


paira no ar,
a sofreguidão
das coloridas luzes,
perversa memória
que me transporta,
aos tristes olhares,
dos desesperados
da global exclusão,
vertigem mórbida
da contorcida agonia
em esfomeadas bocas,
poema e fotos: poetaeusou

42 comentários:

Maria Luar disse...

Mas às crianças Senhor,
Poupai-lhes a dor
Dai Alegria
Alimentai a magia
Com esperança e amor
De um futuro melhor
Muito mais risonho
Que não seja só sonho
Que seja real
Em todo o Universo
É só o que te peço

*
xi

*
Abraço

multiolhares disse...

È o corre corre
Acende apaga as luzes
Olha vê e compra
É o passar pela desgraça alheia
Imune ao sofrimento dos demais
È o passar pelo Natal sem
Lembrar o que se esta a comemorar
Época de nascimento, de transformação
Que devia acontecer dentro de nós
Beijos nossos
luna

Chinha disse...

O Natal que para uns é felicidade e para tantas crianças é época de tristeza e desalento...

Como é injusta a vida

Beijo e Bom domingo

Paula Raposo disse...

Estão bonitas essas luzinhas. Quanto às palavras, eu subscrevo-as. Beijos.

gaivota disse...

(natal, é natal, e só te adiantaste nas fotos...
ponho outras não faz mal...)
está sempre presente a realidade constante das desgraças, das fomes de tudo, até de nada...
as inseguranças do mundo, cruel, cada vez mais cruel
mas é NATAL!
o natal é das crianças e eu tenho os meus príncipes e princesas comigo
quero esquecer quer existe gente atrofiante e não lembrar as crianças sem natal...
um santo natal te desejo

Eärwen Tulcakelumë disse...

Un dia Poeta, o ser humano viverá o real espírito do Natal e verá que ele deve ser vivo todos os dias. Enquanto isso, meu Amigo, alguns ajudam e Deus cuida!
Guarda com carinho o fio incandescente que recebeu pois foi a amizade que o formou.

Pérolas incandescentes de carinho.

Eärwen

Sol da meia noite disse...

Que Natal, Poeta!...
Entendo o teu sentir...

Deixo um xi apertadinho

poetaeusou . . . disse...

*
maria luar
,
vale mais um amigo,
do que vela um pai natal,
,
marés de abraços
*

poetaeusou . . . disse...

*
multiolhares
*
luna
,
natal época de transformação,
numa sociedade, imutável,
,
beijos nossos
*

poetaeusou . . . disse...

*
chinha
,
a injustiça,
é a lei dos homens,
,
bji
*

poetaeusou . . . disse...

*
paula raposo
,
paulinha
,
jinos “murais”
*

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
Jesus nasceu num estábulo,
sem luzes . . .
.
as iluminações são pagas
pelo povo, fota á vontade,
,
vagas de jinos
*

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
Jesus nasceu num estábulo,
sem luzes . . .
.
as iluminações são pagas
pelo povo, fota á vontade,
,
vagas de jinos
*

poetaeusou . . . disse...

*
Sol da meia noite
,
gratificado, sol,
,
marés de xis
*

marias disse...

E quanto do dinheiro gasto nessas luzes todas que emanam um brilho fugidio não chegaria para matar a fome a tantas e tantas bocas!...

Será que as Câmaras já pensaram nisso!... Raras e pobres vezes!

Beijinhos e votos de um Natal muito Feliz

poetaeusou . . . disse...

*
marias
*
nem mais,
*
jinhos e votos de,
uma boa quadra
*

Helena disse...

O nosso consumismo exagerado
estragou o que era o simbolo do Natal
Hoje é so luzes e palhetas

Nunca tinha visto a Nazaré assim, com suas luzes de festas de fim de ano. Sem mentir, prefiro a ver sem esses artificios.

Beijinhos

as velas ardem ate ao fim disse...

Feliz Natal!

bjinho grande

Rosa Maria disse...

Poeta

Muito Obrigada por me mostrares a "praia" toda Natalicia.
Este ano... não a vi :(

Beijos

MIMO-TE disse...

Essa é uma das razões de seres poeta! :)

Um Feliz Natal e muitos mimos meus

poetaeusou . . . disse...

*
Helena
,
a beleza da nazaré,
está na sua naturalidade,
,
marés de felicidades, deixo
*

poetaeusou . . . disse...

*
as velas ardem ate ao fim
,
uma boa quadra festiva!
,
conchinhas
*

poetaeusou . . . disse...

*
Rosa Maria
,
na passagem de ano,
esperam-se 100.000 pessoas,
está tudo esgotado,
hotelaria e casas particulares
*
pilipares de gaivotas
*

poetaeusou . . . disse...

*
MIMO-TE
,
pseudo-poeta, apenas
,
vagas de felicidade,
nesta quadra festiva
*

Helena disse...

Ouço muito falar da passagem do ano na Nazaré; dizes que se espera umas 100 000 pessoas.
Como é passada essa passagem de ano e porquê vai la tanta gente ?

poetaeusou . . . disse...

*
helena
*
a passagem do ano já tem tradição-ultimos 10 anos,
programa + ou -animação nas casas nocturnas 15 estabelecimentos
restaurantes com variedades
6 palcos com vários conjuntos , de jazz a musica pimba
1- no sitio da nazaré no terreiro
1- na pederneira
4- nazaré - 1 no areal - 3- marginal norte+marginal centro+marginal sul,
animação de rua - fogo de artificio de 8 locais diferentes,
sitios alto e na areia junto e no mar, se o tempo deixar,
tudo esgotado-incluindo casas particulares, chambres-rooms-zimmer-habitaciones-
,
boa quadra, em mail a verdadeira imagem da sra. da nazaré
*
conchinhas
*

A COR DO MAR disse...

Oi Poeta

Deixo-te os meus votos de que passes um Santo e Feliz Natal, com tua familia, amigos, e que estejas feliz ;)

Um grd beijinho*

poetaeusou . . . disse...

*
a cor do mar
*
lin(d)a
,
uma boa quadra
extensiva a 2008
,
com todos os teus´,
como uma filhós por mim,
,
pililipares
*

belakbrilha disse...

Dizem...
Natal é quando o homem quiser!
...mas quer tão poucas vezes.

...e só para alguns!:(

beijos

feliz natal

...e que volte a ser Natal!

GarçaReal disse...

Um beijo para hoje, outro para àmanhã que é Natal, mais um para te trazer um sonho e ainda.....

Um pilipar na tua Gaivota que minha Garça manda entregar

Feliz Natal para ti

MEU DOCE AMOR disse...

Poeta pensamos sempre nelas,não?

E neles...

Um beijo e desejo de muita Paz.

Um beijinho Querido Poeta do Mar

A COR DO MAR disse...

comerei sim... uma filós e um cuscuraummmm :)))

Uns pipilares para as tuas gaivotas tb ;)

Beijoca*

Carminda Pinho disse...

Poeta,
as crianças, os idosos e os pobres, deveriam ser lembrados sempre.
Já que o não são, ao menos que o sejam no Natal e, por todos nós.

Feliz Natal!

Beijinhos

Maria Luar disse...

É noite de magia
Assim nos habituaram
Aqueles que nos criaram
E nesta fantasia vivendo
Dia a dia fomos crescendo
E constatámos afinal
Que o sonho era irreal

Havia pobres meninos
Mendigos cheios de fome
Mulheres abandonadas
Homens na solidão
E acabou-se a ilusão

Esta noite vou p`ra rua
Olhar lá no alto a lua
Bem cheia por sinal
E aquilo que pedir
Vai ser universal

Falta ao mundo a Paz
Aumentou a solidão
E tanta falta faz
Neste mundo a União

Abraço fraterno

e

***************

Um Momento disse...

E eu sinto...
Hoje deixo apenas o meu abraço e um beijo soprado agradecido...
ao teu coração

(*)

poetaeusou . . . disse...

*
belakbrilha
,
natal é quando queremos,
,
conchinhas
*

poetaeusou . . . disse...

*
garça real
,
um beijo num beijo,
,
um pilipar para a garça
*

poetaeusou . . . disse...

*
meu doce amor
,
um beijo de mar
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
a cor do mar
,
eu vou comer
um pratinho de arroz doce,
a pensar em ti,
,
jinos em maresias
*

poetaeusou . . . disse...

*
Carminda Pinho
,
vale mais ter um amigo,
do que ter um pai natal,
,
conchinhas
*

poetaeusou . . . disse...

*
maria luar
,
quadra fraternal,
desejo-te,
,
jinos
,

poetaeusou . . . disse...

*
um momento
,
sopro suave,
sinto,
,
brisinhas
*