novembro 09, 2007

>>>>>>>>> encosta-te <<<<<<<<<


febril olhar
de raiado sol
a rocha luzindo
carícias de mim
encostados tactos
em marés de silencio
edificando nas pedras
reconstruídos horizontes
poema e fotos: poetaeusou

40 comentários:

Um Momento disse...

Horizontes de ternura
Num febril olhar raiado
Reluzem em silêncio
O amor por ali segredado
marés de caricia,
ondulam suavemente
em pedras de saudade...
tacteiam elas assim
a beleza da serenidade
na suave brisa da maresia
Sorrida alma,
encostada ao coração

Sopro uma brisa suave...em ti

(*)

Entre linhas... disse...

Raios de luz que se infiltram nas pedras luzidias e petrificadas pela aspereza da águas..
Bom fim de semana
Bjs Zita

Sininho disse...

Continuo a admirar as fotos.
Calculo que te dêem tanto prazer a tirá-las como a «poemar».
Ambas fazem parte da tua natureza.

Penso eu de que.

Abraço

gaivota disse...

e o mar bate na rocha, e o sol brilhante e reluzindo nessas benditas encostas dão o saber da vida a quem o olhs.
muito sol num abraço de mar dentro duma cnchinha...
(hoje tá néuva pa estes lados...)

poetaeusou . . . disse...

*
um momento
*
brisas sorridas
em encostada ternura
nas marés de saudade
e de pedras raiadas
amor segregado
por caricias sentidas
*
mares de afectos, deixo,
*

poetaeusou . . . disse...

*
entre linhas
*
Zita
,
comentário
simples
pragmático
directo
*
bjs
*

poetaeusou . . . disse...

*
sininho
*
pensas bem,
sinto um prazer enorme,
,
xi
*

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
*
beleza sem igual
nas diarias desigualdades,
esta a nascer um por-do-sol
fantástico, com nuvens
de várias formas e cores,
,
vou sorver
esta oferecida beleza,
,
nuvens coloridas, deixo
*

Alice Matos disse...

Essas paisagens fazem parte de mim...
As tuas palavras são um complemento perfeito...

Um dia encontramo-nos na Nazaré...

Um beijo amigo

Sol da meia noite disse...

Quisera eu, Poeta, entrar nestas imagens e ficar nesta paz...

O teu poema... cada palavra, um sentir sentido.

Beijos...

gaivota disse...

conheço táo bem esses "pôr-do-sol", gosto de ver ao norte, na esplanada da taberna mais in do país!
tenho tantos nos meus álbuns...
dá um às minahs gaivotas e outro para ti

poetaeusou . . . disse...

*
alice matos
*
são tuas e
de todos que nos visitam,
,
em espera ficamos
,
marés de jinos
*

poetaeusou . . . disse...

*
sol da meia noite
*
se queres paz,
procura uma falésia,
e vê a serra,
ouve o pilipar da gaivota
e imagina o canto da cotovia
busca o imenso mar,
e colhe uma papoila, como fora,
uma planície dourada de trigais
*
vagas de jinos
*

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
*
foi lindo,
nuvens de várias cores,
e assim a terra afastou-se
do sol,
amanha a terra beijará,
mais uma vez o fixado sol,
,
brisas fresquinhas para ti,
*

GarçaReal disse...

Perdido no horizonte...
Febril olhar tentando curar a dor do silêncio em carícias...

bjgrande aqui do Lago

A COR DO MAR disse...

raios de luz faiscando na água :))

beijoca

poetaeusou . . . disse...

*
GarçaReal
,
horizonte silencioso,
perdido
em febril olhar
,
raiados bjinos
*

poetaeusou . . . disse...

*
A COR DO MAR
,
lin(d)a
,
o mar
espelhado em
raios solares
*
jokas
*

Maria disse...

Que fotografias fantásticas....
... captadas com o teu febril olhar...
Muito bonito, poeta. Talvez um dos teus melhores posts, talvez...

Inté

poetaeusou . . . disse...

*
Maria
*
talvez...
,
inté
*

Sophiamar disse...

Olhar o mar com o coração e o milagre acontece. É sempre febril aquilo que o mar nos devolve.

Lindas fotografias

Bejinhosss

rosa dourada/ondina azul disse...

Raios de luz a colorirem o mar :)))

Belos, o poema e as fotos !!!


Beijo,

multiolhares disse...

Olhares…
Marés…
Carícias de…
Em edificados amares

Beijos nossos
luna

poetaeusou . . . disse...

*
Sophiamar
*
no mar acontece,
no febril olhar
o milagre,
de nos envolver
no sonhar,
*
beijos de maresias
*

poetaeusou . . . disse...

*
rosa dourada/ondina azul
*
alumiado mar !
*
brisas de um
anoitecer de estio
*

poetaeusou . . . disse...

*
multiolhares
*
luna
*
abraços solares . . .
*
Beijos daqui
*

Gi disse...

Tu já deves ter percebido que a poesia para mim é um apêndice. Eu vivo das imagens , das letras. Das outras. A poesia serve-me para criar imagens , aí eu voo, eu navego , vou até às Terras do sem fim. Com as imagens que aqui tens a tarefa é facilitada mas eu perco-me em absoluto com elas , por vezes nem sei oq ue comentar porque já estou longe. Consigo fazer-me entender ?
Tens fotos magníficas. podias dizer fotógrafoeusou. Tu captas a magia da paisagem. para mim essa ainda é mais importante do que a outra porque te sinto em contacto com os elementos.

Um beijinho

Continuo com pouco tempo disponivel mas já estou no bom caminho.

;)

MEU DOCE AMOR disse...

Senti as tuas carícias feitas Luz no evoluir de tão grande mar.

Encosto-me e quero um beijo

poetaeusou . . . disse...

*
gi
*
já tinha notado . . .
quanto á poesia chamo-lhe a correia de transmissão, dos nossos olhares, pensamentos, imagens, quimeras,ilusões, realidades. voamos pelo infinito de nós “poemando” o poema.
as minhas musas são os instantes
dos momentos fixados, a partir das fotos,nasce o poema e o sorvido belo,como um mar de searas ou uma planície de barcos, vagas altanei- ras de uvas ou os socalcos do douro germinando o fresco peixe.
*
conchinhas de iodo
*

poetaeusou . . . disse...

*
MEU DOCE AMOR
*
mar, imenso mar,
encosta-te,
vai uma vaga quebrar . . .
*
vagas de jinos
*

Rosa Maria disse...

Poeta

"Encosta-te a mim,nós já vivemos 100 mil anos", diz a canção

Mas há quantos mil anos o sol, diariamente, vai beijar as rochas?

Bom fim de semana
Muitos raios de sol... para ti

serenidade disse...

Magnificas fotos, magnificos olhares.
O Horizonte transmite a força da esperança, a pela vontade do Amor manifesto.

Serenos sorrisos

helena disse...

Raios de sol penetrando pela a agua dentro
Iluminando um mar de platina

optimo fim de semana, Poeta !

poetaeusou . . . disse...

*
rosa Maria
*
o astro-rei sol,
o rei vida
com a agua e o oxigénio,
a essência da natureza
,
o adorado sol,
pelos aztecas,
por todos nós,
,
ondas solares
*

poetaeusou . . . disse...

*
serenidade
.
sereno comentário,
,
serenas conchinhas
te deixo, serenamente,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
helena
*
prateada simpatia, a tua,
,
fim de semana
raiada de sol
*

paper-life disse...

Olá Poeta.
Deixaste de publicar os meus comentários?
Que é ue te fiz e não sei.

Bj

poetaeusou . . . disse...

*
paper-life
,
non
,
estão todos publicados !!!
,
o blog é aberto, amiga
e sabes que serias
a ultima a ser censurada ...
,
se há alguma deficiencia
não sou culpado,
mas peço perdão,
,
penso que estão todos publicados
,
um mar de jinos
*

SílviA disse...

Encosto-me :)

poetaeusou . . . disse...

*
SílviA
*
Encosto-me :)
,
á amizade,
ao carinho,
,
xi
*