outubro 11, 2007

»»»»»»»»» v e r d e s «««««««««


espelho irreal
perfeição vadia
de vestidas vistas
ramadas espessas
incontidas belezas
olhares abismados
de mutáveis verdes
nas espantosas telas
poema e fotos: poetaeusou

48 comentários:

MIMO-TE disse...

Poema primoroso e imagens magnificas. Onde encontras-te estas maravilhas? Primoroso.


Deixo mimos

Fernanda e Poemas disse...

Amigo Poeta, belas fotos de lugares
magníficos.
Diz-me por onde andas! dirte-ei quem és!
Não é assim mas serve!
Amigo cor alma feliz recebi a tua visita.
Beijinhos!
Fernandinha

Carminda Pinho disse...

Abismada fiquei eu com estas fotos :)
Que côr liiiiiiinda este verde azulado ou, azul esverdeado.
As tuas palavras rendilham primorosamente a maravilha da natureza que olhas e, colhes para todos nós.
Obrigada amigo poeta.
Beijos

Sophiamar disse...

Imagens fantásticas, deslumbrantes verdes espelhados nas calmas águas de um rio que tela alguma consegue igualar. tu captas momentos que nos deixam extasiadas.

beijinhosss

Maria disse...

Olhares verdes, por isso esverdeadas ficam as águas.....

Inté

Pitanga disse...

O rio que corre para o mar. E o mar emprestou-lhe a cor.

abraços de quase madrugada (para mim)

amigona avó e a neta princesa disse...

Eu
estou
aqui...
b
e
i
j
o

MEU DOCE AMOR disse...

E tu és um espelho irreal?

oãn.

sojieb secod

mmmh....

(:

Maria Clarinda disse...

Absolutamente balsamo para eu começar o meu dia. Fotos e poema como sempre divinais. Obrigada!!!
Jinhos mil

Paula Raposo disse...

Tu sabes como eu gosto do verde! Porque o verde espelha-se nos meus olhos, os olhos que vêem o mundo de uma outra cor. Beijos.

Um Momento disse...

Longos cursos
Beleza incontida
Ramadas de vida...
Serenas telas
Espantam meus olhos
Na perfeição vadio
De tão belos horizontes
Verde vestido de Esperança
De Paz nascente
em rios de Fontes

Beijo de bom dia :)

(*)

poetaeusou . . . disse...

*
mimo-te
*
estou babado,
com os teus elogios,
,
1ª - o rio escondido,
um braço da ria de aveiro,
perto das dunas, lindoooooo
,
2ª - a barragem da caniçada,
geres, pedra bela, bonito angulo.
,
deixo conchinhas
*

Sol da meia noite disse...

Tantos são os espelhos irreais... ilusórios...

Deixo beijos!

poetaeusou . . . disse...

*
fernanda e poemas
*
queres saber ?
eu sou um livro aberto,
,
passei fora de casa, cá dentro,
naveguei em terra,e o mar á vista,
desde mil fontes a caminha, torpes,
sines, figueirinha, setubal, a
minha martirizada caparica,
toda a linha, boca do inferno,
sintra, mafra,ericeira, roca,
maçãs, azenhas do mar, linda, toda
a faixa santa cruz-figueira da foz,
buarcos-espinho,porto-apulia, braga
guimarães, geres, melgaço,monção,
valencia e caminha, vigo e corunha,
depois acabou-se o guito ... voltei a pé, para a nazaré ...
há falta o cubilhão, no cume da
serra da larouca, 10 casas, lindo.
,
uff, estou cansado, beijos . . .
*

poetaeusou . . . disse...

*
carminda pinho
*
uma rudimentar digital
“ agarra “ tanta beleza,
,
o rendilhado palavroso,
basta sugar com os olhos,
rasos de coloridos,
e transformar os olhares
em pseudo poemas
*
marés de jinos
*

poetaeusou . . . disse...

*
sophiamar
*
extasiado fico eu,
com o teu carinho, amiga,
,
hoje delicio-me com, Sá-Carneiro
recordei este »»»»
,
Que rosas fugitivas foste ali!
Requeriam-te os tapetes, e vieste...
--- Se me dói hoje o bem que me fizeste,
É justo, porque muito te devi.
Em que seda de afagos me envolvi
Quando entraste, nas tardes que apareceste!
Como fui de perca quando me deste
Tua boca a beijar, que remordi...
Pensei que fosse o meu o teu cansaço ---
Que seria entre nós um longo abraço
O tédio que, tão esbelta, te curvava...
E fugiste... Que importa? Se deixaste
A lembrança violeta que animaste,
Onde a minha saudade a Cor se trava?...
*
in)Mário de Sá-Carneiro
*
nunca desistas
*
búzios sonantes
*

poetaeusou . . . disse...

*
maria
*
esverdeadas,
- correia de oliveira -
*
inté
*

poetaeusou . . . disse...

*
pitanga
*
como é bela a solidão,
junto ao rio murmujante,
há, sombra do arvoredo,
*
xi
*

poetaeusou . . . disse...

*
amigona avó e a neta princesa
*
eu estou aqui,
aqui, para te ler-te . . .
*
jinos
*

as velas ardem ate ao fim disse...

Verde mais verde não há!

bjinhos

poetaeusou . . . disse...

*
MEU DOCE AMOR
*
s
-o
--u
-
o
-
------r
-----e
----f
---l
--e
-x
o
-------- de . . mim
*
ginos
*

Isabel-F. disse...

"...
ramadas espessas
incontidas belezas
olhares abismados
de mutáveis verdes
nas espantosas telas
"

um belo poema ... um lindo quadro ...


delicio-me com as tuas fotos ... sao sempre uma maravilha

beijinhos

poetaeusou . . . disse...

*
maria clarinda
*
bálsamo
eflúvio da manhã,
*
grato, amiga
*
vagas de jinos,
*

poetaeusou . . . disse...

*
paula raposo
,
paulinha
,
vamos olhar o mundo.
com as íris do arco …
*
jinos murais
*

poetaeusou . . . disse...

*
um momento
*
fontes de paz
nascentes de esperanças,
em horizontes vadios
olhares fugidios
nas vidas em curso
telas incontidas
na perfeição sentidas
*
um beijo outonal
de esticado verão
*

poetaeusou . . . disse...

*
sol da meia noite
*
verdadeiro . . .
*
quantas das vezes,
vivemos na “casa dos espelhos”,
numa romaria qualquer …
*
deixo pedrinhas de iodo
*

poetaeusou . . . disse...

*
as velas ardem até ao fim
,

HÁ GUITARRAS
NUM CANTAR DE AMIGO
HÁ FLOR, HÁ FLOR,
DE VERDE PINHO
*
bjinos
*

poetaeusou . . . disse...

*
Isabel-f.
*
espessos olhares
nas mutáveis ramadas
das verdes telas
de . . .
m a t i s s e
*
conchinhas do areal
*

sveronica disse...

Um irreal pra lá de real! Palavras e imagens que seduzem...

Beijinhos

Menina do Rio

helena disse...

Lindas fotos

espelho do teu olhar

te imagino pelos montes, a toda hora do dia o da noite,

procurando o bom sitio e o bom momento de as fazer.


Um beijo.

poetaeusou . . . disse...

*
sveronica
*
sedutores e reais verdes
em límpidas águas
espelhados,
*
jinos
*

poetaeusou . . . disse...

*
helena
*
é . . . o tal bichinho,
“ o galopante vírus ”
,
esta manhã 6 horas,
fui ao chamamento do mar,
maquina em punho,
se visses a sua felicidade
expressa no espraiar das ondas ...
*
beijos brumados
*

GarçaReal disse...

Telas de verdes...Umas famosas...outras desconhecidas na imensidão do mundo.

bjgrande

Claro que as fotos.....BELAS

multiolhares disse...

Irreais telas em descobertos fotares

beijos nossos
luna

poetaeusou . . . disse...

*
garçareal
*
o mundo é uma tela !
*
e o lagoreal
uma obra prima
*
bjinos
*

poetaeusou . . . disse...

*
multiolhares
*
fotares reais
em
deslumbrantes paisagens
*
beijos daqui
*

Bia disse...

vim matar saudades nos teus verdes rios, nas tuas paisagens irreais e tão reais e verdadeiras...
vim ver-Te e Ler-Te
beijo meu
saudades

Sophiamar disse...

...verdes...esperanças de melhores dias... no reflexo espelhado das águas onde me miro...

cansaço, vulnerabilidade,desinteresse pela própria vida...é o Outono a acusar a chegada.

Beijinhosssss

rosa dourada/ondina azul disse...

Que belas telas,dão a inspiração para os teus poemas !



Beijinho,

Heloisa B.P disse...

*VERDES************!
_GOSTO DOS VERDES!
E... GOSTO DOS *AZUIS*****; NOS CEUS,NAS AGUAS E... NAS PALAVRAS QUE SAO POEMA********!!!!!
"Poeta eu nao sou"!... Mas AMO A POESIA E OS POETAS*****!!!!!

_Chego AQUI* atraves da ENCOSTA DO MAR DE MINHA AMADA AMIGA********, ANA************!
_Voltarei!

Heloisa B.P.
**************

poetaeusou . . . disse...

*
bia
*
e a tela fica completa,
quando nos visitas . . .
,
saudades, muitas,
,
beijo sonante,
no pilipar de uma gaivota
*

poetaeusou . . . disse...

*
sophiamar
*
positivismo, menina . . .
,
comte, Darwin
,
jinos
*

poetaeusou . . . disse...

*
rosa dourada/ondina azul
*
ficando aquém,
dos teus trabalhos,
,
bjino
*

poetaeusou . . . disse...

*
Heloisa B.P
*
grato pela visita
,
conchinhas verdes
do,
pseudo-poeta
*

susana disse...

estas paisagens são do nosso país? É que eu não me admirava nada, temos um país muito bonito. Parabéns pelas fotos e pelo poema.

poetaeusou . . . disse...

*
susana
*
bigado,
,
as paisagens são do nossas
ria de aveiro e geres
,
conchinhas de iodo
para ti
*

MEU DOCE AMOR disse...

Um beijo reflexo de mim ,para reforçar o teu:)

poetaeusou . . . disse...

*
MEU DOCE AMOR
*
e mais um,
conexo . . . em mim
*