outubro 22, 2007

>>>>>>>>> soletra - me <<<<<<<<<

dá-me as palavras,
para que possa chamar-te
musa dos meus poemas,
traz-me de volta
o teu meigo olhar,
mar onde eu mergulho,
cicia-me a frase
que eu quero ouvir,
soletra-me
só como tu sabes,
meu amor,
não olhes assim
para o mar,
tenho ciúmes
poema e fotos: poetaeusou…

46 comentários:

Sol da meia noite disse...

E não terás que ser tu a procurar as palavras... um olhar?...

Um dia inventei o verbo procurar. Fui até onde me levou... E sinto que mais que eu encontrar, a mim alguém me encontrou...
As voltas da vida...

Beijinhos...

Entre linhas... disse...

No mar ergue-se mergulham-se palavras,ergue-se um olhar na delícia das ondas dançantes e aromáticas.
Bom início de semana
Bjs Zita

Pitanga disse...

Soletrando:

SAU-DA-DE.

poetaeusou . . . disse...

*
sol da meia noite
,
no meu procurar,
ninguem me encontrou,
mas, sei para onde vou,
vou seguir o teu olhar,
,
um mar de jinhos
*

poetaeusou . . . disse...

*
entre linhas
*
zita
,
fui ver o mar,
senti a vida,
,
conchinhas
*

Um Momento disse...

Palavras não sei
As quais te ofertar
Apenas te digo
Que estou aqui a te olhar
O mar belo imenso
Com a tua forma de amar
Ciúmes não tenhas
Pois ele a ti está a admirar
Palavras ao vento a ti a soprar

Beijo com saudades
(*)

poetaeusou . . . disse...

*
pitanga
*
saudade,
vai-te embora . . .
*
xi
*

poetaeusou . . . disse...

*
um momento
*
oferto palavras
nas ondas do mar
ao vento sopradas
esconde o teu olhar
feito meu poema
não quero ciumar
,
saudoso beijo
*

helena disse...

Esta foto de baixo me deixa sem voz, é um sitio por onde gosto de andar e deixar meu olhar vagabundar sobre essa imensidão.
Lindo !

Um beijo e obrigada por essas fotos que aqui deixas....

Sophiamar disse...

A norte de mim
existes tu, nazareno
cuja amizade infinda
é o maior bem terreno
que o homem tem ainda

olho assim para o mar
seduzida pela vastidão
e por aqui fico a sonhar
é banida a solidão

São vagas de amizade tal
Que nos deixas em palavras
Temperadas com o teu sal
e o carinho que as lavras

Marés vivas de beijos e amizade

poetaeusou . . . disse...

*
helena
*
também o meu preferido,
,
a outra foto
foi “instantada” ao lado,
nos pequenos degraus
entre a igreja e o mirante
,
um local, digno de uma cantata,
,
nazare´
és luz e cor
nazaré
és maresia
nazaré
és meu amor
minha harmonia
lálá lá lá lálá
,
búzios sonantes
para ti
*

poetaeusou . . . disse...

*
sophiamar
*
que versejar
que sentir
que brandura
Isabel bondosa
fico feliz com tal sorte
um beijo vou te enviar
numa gaivota a pilipar
pedindo ao vento norte
que a leve á ria formosa
,
outro
*

rosa dourada/ondina azul disse...

Soletra-me, letra a letra,
bem devagar,
para te poder apreciar.


Muitos búzios para ouvir o mar...

poetaeusou . . . disse...

*
rosa dourada/ondina azul
*
letra a letra,
soletrada
abarcada
na harmonia de búzios
com a maré a marejar
a sinfonia do mar
*
estrelinhas do mar
*

multiolhares disse...

Não tenhas ciúmes do mar
Pois ele esta em ti
Meu mar de esperança
Flor plantada no meu jardim

Vou soletrar-te as mágicas
Palavras que sabes de cor
Libertadas no mar
Com muito amor

Beijos nossos
Luna

poetaeusou . . . disse...

*
multiolhares
*
luna
,
fiquei
sem “fôlego” . . .
,
beijos daqui
*

arealmar disse...

Venho agradecer ter passado
Na minha humilde casa

Lindas fotos
Lindo o seu poema
Lindo o seu sentir
Lindo deve ser o seu amor

cumprimentos

poetaeusou . . . disse...

*
lindas
as suas
palavras
*

GarçaReal disse...

Teu mar...Teu amor...Musa dos teus poemas.Ela virá buscar-te.

Garças voando...Procurando gaivotas

bjgrande ali do Lago

poetaeusou . . . disse...

*
garçareal
*
esperançado fico,
em cais de encalhe,
real e seguro,
de gaivota voando,
na garça, mirando,
,
conchinhas para o lago
*

MEU DOCE AMOR disse...

TO MA

Deixo um olhar meigo e um sorriso Poeta Lindo do Mar e um beijo e um xi:)

poetaeusou . . . disse...

*
MEU DOCE AMOR
*
TO MA
,
aceito tudo
,
conchinhas para ti
*

Sininho disse...

Mais uma moldura bem bonita.
Oxalá a conservem sempre com a forma original.

Desde as primeiras fotografias que começaste a pôr no blog até estas, vai o passo dum gigante...
E lembrei-me agora que o primeiro comentário que puseste no meu foi um tanto "à bruta"...hehehe...

Abraço

Fernanda e Poemas disse...

Olá Querido Poeta, estas fotos consigo visioná-las, estão lindíssimas.
Quanto ao teu poema!
Não há dúvida o AMOR anda no ar,
Boa sorte,com muita paixão á mistura.
Dá um bom lugar para viverem em harmonia.
Bom ínicio de semana.
Grata pela tua visita á minha torre.
Muitos beijinhos,
Fernandinha

poetaeusou . . . disse...

*
sininho
*
inexperiência,
de adolescente,
... foi há tantos anos ...
,
hehehehehe
,
foi porreiro, pá
,
xi
*

A COR DO MAR disse...

Ola Poeta
continuas com as tuas lindas janelas :)
Beijoca*

MEU DOCE AMOR disse...

Já viste quantas palavras de formam com TO MA?

Beijinho doce:)

Ana disse...

Soletrar-te...
PO-E-TA.

Beijinho.

Carminda Pinho disse...

Que lindo o teu amor Poeta.
Vá...não te enciúmes, o mar é lindo, a noite á bela...
Beijinhos

Maria disse...

... e hoje é só seguna feira....
não tenhas ciúmes do mar, poeta, porque o mar és tu...

Inté
(conheço estas janelas...)

GarçaReal disse...

Minha Garça leva as conchinhas...
Deixa gotas de sonho à tua gaivota para entregar à musa dos teus poemas.

bjgrande ....do Lago

Pitanga disse...

Volta lá, pa, que me fizeste rir muito.

Sophiamar disse...

Soletrei-te e li a palavra A-Mi-Go!

Uma praia de amizade, um mar de beijos, um abraço com cheiro de maresia.

A-DO-RO-TEEEEEEEEEEE,Henry!

Sem soletrar dou-te mil beijossssssssssssss

Bom Dia!

amigona avó e a neta princesa disse...

Lindo...
Lindo...
Lindo...

Paula Raposo disse...

Um excelente poema!! A segunda foto lembra-me algo...beijos para ti e obrigada por me visitares de vez em quando, mesmo que só e infelizmente, virtualmente.

poetaeusou . . . disse...

*
fernanda e poemas
*
fernandinha
,
se anda no ar, voa,
e como se “agarra” o amor ?
,
ícaro não quero ser, não …
,
bjinos de mar
*

poetaeusou . . . disse...

*
a cor do mar
,
da janela
do meu quarto …
,
jokas
*

poetaeusou . . . disse...

*
meu doce amor
,
imagino …
,
molhes de algas
em jinos
*

poetaeusou . . . disse...

*
ana
,
en-cos-ta do (ao) ma(aaa)r
,
bjino mareado
*

poetaeusou . . . disse...

*
carminda pinho
*
nazaré sem vira,
amor sem ciúme,
é pura mentira,
é fogo sem lume
,
vagas de jinos
*

poetaeusou . . . disse...

*
maria
*
são da “pardanera”
,
inté
*

poetaeusou . . . disse...

*
garçareal
*
a minha inspiração,
vem do mar e tudo,
que o abrange,
as ninfas, sereias . . .
. . . o lago real . . .
,
marés de jinos
*

poetaeusou . . . disse...

*
pitanga
*
entendi, entendi . . .
quanto a mim,
há um hiato de 10 anos,
sem caixão á cova . . .
,
hehehehe
*
xi
*

poetaeusou . . . disse...

*
sophiamar
*
lin-da
pe-dri-nhas. em bei-jos
*

poetaeusou . . . disse...

*
amigona avó e a neta princesa
,
mimos …
mimos …
mimos …
*
xi
*

poetaeusou . . . disse...

*
paula raposo
,
pauliinha
*
és injusta
sabes que sou assíduo,
,
jino
*