outubro 29, 2007

>>>>>>>>> i o d o <<<<<<<<<


alisados escolhos
a caminho do mar
em trilho de pedra
meu grito trespassa
o vórtice das ondas
serenata de vagas
de espalhados sons
nos beijos vincados
em suculentos lábios
poema e fotos: poetaeusou

50 comentários:

Sol da meia noite disse...

É da paz que as tuas imagens transmitem, que eu preciso... um amanhecer de paz...
Há gritos que tudo trespassam, mas não fazem eco...

Lindo post!
Beijinhos!

poetaeusou . . . disse...

*
sol da meia noite
*
repara na imensidão do mar,
nas suas rochas feitas sereias,
em cantata de gritos trespassados,
nas ressoados fálésias,
ouve o pilipar da gaivota
em desgarrada com a cotovia,
anunciando o teu amanhecer em paz,
*
marés de beijos
*

Maria Clarinda disse...

Adoro o cheiro do iodo misturado com a maresia!...Lindo o teu poema, e mais uma vez belas as fotos também!
Jinhos.

Papoila disse...

Suculentos lábios... por beijos vincados.


Poeta !!!!!!!!!

Jinhos
BF

poetaeusou . . . disse...

*
maria clarinda
*
aroma a mar,
perfumadas brisas
nas asas do ventos
precisas sentidas
*
bjis
*

poetaeusou . . . disse...

*
papoila
*
vermelhos,
escarlates,
*
bjino
*

Bia disse...

Tu fazes parte da praia ou a praia faz parte de Ti?
Adoro ler e juntar-lhe as tua s fotos...
consigo sentir o barulho das ondas e do grito abafado pelo mar batendo em cada rocha....

gaivota disse...

As fotos e os sítios dos meus pés a andarem por cima dessas rochas, o cheiro do iodo e das argilas, o cantinho das pedras, e mais lá adiante chegamos à pedra do Guilhim!
Porque é que me fazes tanta falta, oh mar? Precisa da paz que me transmites ...
Lindíssimo e daqui vai 1 beijo para ti, poeta

Maria disse...

Pelos trilhos do mar te levas
espelhado em esverdeado olhar
trincando suculentas amoras silvestres...

Hoje deu-me prá qui...

Inté

poetaeusou . . . disse...

*
bia
*
praia poema
poema praia
o meu dilema
passa a peixeira
rodando a saia
rede feita eira
seca o pescado
e o pescador
olhar sonhado
espera o amor
*
xi
*

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
*
argilosa paz
*
xi
*

Sophiamar disse...

Que mais te posso dizer do mar que tu não saibas? Que o amo, tanto quanto à vida, que um dia me levará para sempre como tantas vezes peço porque em leito de amor me quero ver envolvida à partida, cheirar a maresia, beber o iodo,voar com as gaivotas e mirar o azul do céu, embalada pelas ondas que certamente me receberão com uma sinfonia.

Beijinhossssssss.....de grande Amizade....pura...simples...desinteressada....

os teus poemas, levá-los-ei para ler enquanto o mar mo deixar.....

Tudo de bom para ti!

Um abraço apertado

Isabel

poetaeusou . . . disse...

*
maria
*
dá-lhe, dá-lhe,
,
inté
*

poetaeusou . . . disse...

*
sophiamar
*
vais para o Paraná ???
ou vais acolá ???
,
o mar deixa sempre,
é desinteressado,
e cultiva as amizades,
porque só ele sabe semear . . .
*
marés de jinos,
*

GarçaReal disse...

Serenatas de vagas...

Vagas grandes, mares revoltos...
Águas tépidas de Lagos parados
Aves voando de asas soltas
Pairando inertes em sonhos sonhados.


bjgrande aqui do Lago

Pitanga disse...

A-MEI O TEMPLATE. PORQUE SERÁ???

abraços esvoaçantes.

Um Momento disse...

Entre caminhos traçados ,
Altivos rochedos,
areal em meus pés
Com o silêncio na alma
Sigo o caminho do mar...
Ondas que me acarinham
Em tão belas serenatas
Trilhos de pedra ecoando
A sua brisa me encantando
O meu grito em silêncio
Beijado de Paz em cada maré

Beijo em silêncio

(*)

poetaeusou . . . disse...

*
pitanga
*
o template ?
não sei quem é !
joga no fla ou no flu ?
*
pilipares de gaivotas
*

poetaeusou . . . disse...

*
um momento
*
silencio,
está a um momento
a “poemar”
,
silenciados beijos
*

poetaeusou . . . disse...

*
garçareal
*
olhai
a graça
da garça
que graça
o seu voar
é da garça
o real lago
o lago
que é uma graça
a graça
da real garça
e do seu lago real
,
bjinos
*

rosa dourada/ondina azul disse...

Cheira a iodo
cheira a mar
até dá para ouvir o mar...

Belas fotos !!!

Beijinho,

Pitanga disse...

POETA, não joga no Fla, porque é gaivota e não urubu.
Não joga no Flu porque não é pó de arroz (sabes da história?)

Joga no Vasco, carago, que é da Gama e tem a Cruz de Malta, ó pá!

Pitanga disse...

PS: Pensando bem até que a caravela do Vasco da Gama podia aportar na minha sala hoje.

Vieira Calado disse...

Li vários poemas e vi as imagens.
Muito bem!
Um abraço.

GarçaReal disse...

Parabéns Poeta...

Grande resposta.
Falando em beijos vincados...
Pelo Lago há um bj fresquinho...


assim sendo....


bjgrande lá do Lago

poetaeusou . . . disse...

*
rosa dourada/ondina azul
*
cheira ao mar,
do teu olhar,
,
jino de amizade
*

poetaeusou . . . disse...

*
pitanga
*
a ordem de malta.
ainda é “viva” sabias ?
conheço o pó do fluminense . . .
*
xi
*

poetaeusou . . . disse...

*
pitanga
*
e eu encalhar
na ilha do governador,
*

poetaeusou . . . disse...

*
vieira carvalho
*
grato
,
poetaeusou . . .
com reticencias,
,
pseudo-poeta
*
abç
*

poetaeusou . . . disse...

*
garçareal
*
estou no ir
,
naquele golpe de asa
da garça feita gaivota
,
bji
*

multiolhares disse...

Serenata tocada e cantada
Pelas vagas do mar

Beijos nossos
luna

Fernanda e Poemas disse...

Meu querido amigo Poeta,
lindas palavras nos meus cantinhos,
obrigada apreciei muito.
Bela postagem.

Fomos sementes levadas pelo vento...
Um pó de estrelas no infinito,
e em algum lugar do passado a minha alma tocou a tua...
Seduzi-te, irrompendo os teus sonhos e envolvendo-te no meu encanto...

Muitos beijinhos,
Fernandinha

poetaeusou . . . disse...

*
multiolhares
*
luna
*
cantata marítima
*
beijos daqui
*

poetaeusou . . . disse...

*
fernanda e poemas
*
Fomos sementes levadas pelo vento...
,
metafisico
*
marés de jinos
*

Pitanga disse...

Huuum, já andas a saber demais!!!!

poetaeusou . . . disse...

*
pitanga
*
eu sou,
um sabiá(o) . . .
simbolo do brasil,
,
olha para esta modestia !!!
,
xi
*

Gi disse...

Chegou aqui o grito , com cheirinho a maresia. Ficou bem ao som do meu mar :)

Um beijinho para ti poeta

helena disse...

Poeta que lindas fotos ! esse cantinho da praia entre os rochedos, ai mesmo, é meu sitio preferido...
vou te contar dois segredos :
tive ai uma semana em março deste ano, parecia verão, não tinha levado fato de banho, pois foi em lingerie que apanhei banhos de sol, justamentre entre esses rochedos.

E todos os dias dessa semana, vinha um nazareno também apanhar esses banhos de sol; quando chegava desaterrava sua cadeira da areia e a noitinha deixava ali sua cadeirinha enterrada.

Boas recordações essas fotos !

um beijo

Palavras Soltas disse...

Por este espaço me vi abraçada,nestas fotos envolvida,e em tais palavras mergulhada
*Sorrindo* ao seu autor, por tão imensa partilha
Muito obrigado
Este seu espaço é simplesmente belo

Noite azul lhe desejo

poetaeusou . . . disse...

*
Gi
*
sonante mar,
espalha teus gritos,
nas asas do vento
feitas gaivotas
odores das brisas
no esvoaçar
cantando hossanas
no teu pilipar
*bji
*

MEU DOCE AMOR disse...

E que beijos!E que beijos!

Beijos então assim e assim...

poetaeusou . . . disse...

*
helena
*
uma das fotos foi tirada
a pensar no teu blog,
tens uma semelhante,
de um bonito recanto.
é o meu favorito,
foi ali junto á “ panela”
uma rocha cuja foto
irei postar amanhã
que aprendi a nadar, 5 anos
com a minha seita, 15 amigos,
não em lingerie, mas nus,
a praia do Meco de então,
e a nossa roupa era enterrada,
auto-defesa, perante o cabo de mar,
que a confiscava, para evitar,
os atentados ao pudor praticado
por miúdos, de 5 a 8 anos de idade.
,
será que esse nazareno
pertencia á minha tribo ???
*
Março e Abril são meses de excelência,
,
búzios sonantes, para ti,
e pilipares de Gaivotas
que hoje estavam aos
milhares no extenso areal ,
da mais típica praia de Portugal
*

belakbrilha disse...

será o vórtice das ondas ou o vértice?
Seja lá o k for precisava agora dessa serenata de vagas, desse mar imenso para poder abraçar
para relaxar...


bjs

gaivota disse...

ai ai também...pilipa para aí enquanto eu ando por aqui! As minhas meninas estão à minha espera, eu sei, já me vieram contar, tou quase a ir ter com elas já aí, à lota velha!
Bjus

poetaeusou . . . disse...

*
Palavras Soltas
,
soltas palavras
as suas, libertas
concisas directas
em mim, mergulhadas
,
azuis obrigados,
de céu e de mar
*

poetaeusou . . . disse...

*
meu doce amor
*
ou beijos
á róflím, - errol flynn –
como dizia uma tia avó
*
jinos á ceníma,
*

poetaeusou . . . disse...

*
belakbrilha
*
o vórtice, bela
de :
turbilhão
voragem
remoinho
*
bji
*

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
*
agora é,
centro cultural
,
soa mais fino,
mainada . . .
*
xi
*

gaivota disse...

Para mim vai ser sempre a lota velha, onde eu vou sempre a feira do livro (donde saio ao raso...) e exposições, etc...
e mainada, ah pois é!
xi e bju

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
*
Para mim tambem,lota velha sempre.
,
(donde saio ao raso...) se for para livros, eu empresto-te,
,
vou poetar, aos farois do porto de abrigo, para amanhã
,
conchinhas
*