outubro 03, 2007

»»»»»»»»» c o n t a - m e «««««««««


conta-me falésia
todas as histórias
desses teus olhares
mas, só escutarei
as de encantar
olvida as minhas
quando te olhava
e gritava ao vento
sentindo o seu toque
nos meus cabelos
falésia, gosto de tiiiiiii
e tu ecoavas o meu sentir
nas mornas carícias do teu sorrir
poema e fotos: poetaeusou

44 comentários:

rosa dourada/ondina azul disse...

E tanto há para contar.
Saber acumulado ao longo de anos e anos...
Conta-me os teus segredos...
para eu aprender...


Beijinho,

PoesiaMGD disse...

Belíssimo poema de encantar! As imagens acompanham-no perfeitamente!
Um abraço

poetaeusou . . . disse...

*
rrosa dourada/ondina azul
*
para quando falésia,
segregas segredos ?
,
bjinos
*

poetaeusou . . . disse...

*
poesiamgd
*
descobre-te, falésia
dos segredos, teu manto . . .
*
um xi
*

as velas ardem ate ao fim disse...

Tinha tanto...Tens tempo??

bjinhos

poetaeusou . . . disse...

*
as velas ardem ate ao fim
*
todo o tempo do mundo,
como velas ardendo, de
curiosidade, até ao fim,
*
bjinos
*

Luz&Amor disse...

Tu ecoavas o meu sentir
nas mornas carícias do teu sorrir...
Quanta coisa pra se contar e tão lindas fotos.
Passando pra te deixar um beijo.
Bjs

poetaeusou . . . disse...

*
luz&amor
*
carícia em flor
no olhar se insinua
plagiando a “luz de lua”
“navegante do amor”
*
conchinhas do mar
para ti,
*

Isabel-F. disse...

o poema é lindo ... pois só podia sendo tua a escrevê-lo ...

mas ... não gosto de falésias ... fazem-me medo ... cheiram-me a morte ...

beijinhos

Sophiamar disse...

A falésia coontar-te-á as histórias presenciadas em silêncio, de que foi cúmplice, os sentires apaixonados dos amantes, as alegrias das moçoilas e moçoilos na descoberta dos primeiros amores,as noites, as madrugadas felizes misturadas com ais e sorrisos...

as tuas alegrias estão lá gravadas e lá permanecerão para sempre.
Poema excelente que tu temperas com o fogo que te incendeia a alma...e o corpo.

beijinhossss ,conchinhas, estrelinhas....

Romany disse...

Bem, fico mais aliviada ao ler-te. :)
Parece que o Outono traz carências de sonho e regressão não só a mim.

Bjs

poetaeusou . . . disse...

*
Isabel-f
,
já o tinhas dito,
mas repara . . .
respeito os teus medos,
mas . . .
as altaneiras falésias,
são a guarda avançada,
a natural armadura
das investidas da erosão,
,
não do mar,
o mar, o meu mar,
apenas quer desfazer as fragas,
transformando-a em areia,
e, em condensado areal,
espraiar o seu amor, a praia . . .
*
apenas, simples lirismo,
da minha parte, Isabel
,
nota, a estrada é plana e . . .
*
um jino de carinho
*

poetaeusou . . . disse...

*
sophiamar
*
estava a ler em voz
alta o teu comentário,
quando uma gaivota
pousou no meu beiral
e, pilipou,
oh meu, ouvi o que estás
a ler, ecoado na falésia,
era a voz da sophiamar,
,
perguntei,
brother, conheces a sophia ?
,
yá meu, tem gaivotas na sua casa,
,
pois . . .
*

poetaeusou . . . disse...

*
romany
*
a nós todos
,
jinos
*

multiolhares disse...

E a falésia te conta
Historias de encantar
Te segreda ao ouvido
Sons de amor que pairam no ar

E nessas falésias
Alguém correu
Saíam da frente
Que o penedo é meu hehehe

Beijos nossos

Sininho disse...

Ou andas a roubar poemas ao MAR, ou tu próprio és o MAR...

Abraço

poetaeusou . . . disse...

*
multiolhares
*
não me gozes,
o mar é meu, só meu,
vai perguntar ás,
ondas os braços do mar
*
beijos daqui
*

poetaeusou . . . disse...

*
sininho
*
sou o mar,
de pessoa
de camões
de virgilio -eneida-
de homero
de natalia correia
de nemésio
de sophia,
de gama, cabral,
e dos outros
como, colombo vespucio, magalhães,
*
estou cansado, ana
*
um xi de maresia
*

Pitanga disse...

POETA, fica tranquilo que está tudo bem contigo. EU é que estou em dia NÃO. O post lá de casa teve "efeitos colaterais".

abraços

poetaeusou . . . disse...

*
pitanga
*
cuidado com,
o "fogo amigo"
*
abç
*

Alice Matos disse...

Amigo Poeta...
Nunca confundiria este mar com nenhum outro...
Nazaré... minha segunda terra...

O teu espaço é lindo...

Beijos...

sonhadora disse...

conto-te histórias de encantar no leito amoroso que o mar nos fez . as ondas embalam nossos corpos que se amam na espuma virgem do mar nazareno.

beijinhos embrulhados em abraços num ninho de amor

MEU DOCE AMOR disse...

As falésias não falam.

Beijo doce

poetaeusou . . . disse...

*
sonhadora
*
encantos sonhados,
de sonhadora encantada,
pelo mar embalada
em corpos espumados
*
marés de jinos
*

poetaeusou . . . disse...

*
meu doce amor
*
ecoam, na verdade ...
*
um mar de beijos
*

Um Momento disse...

Sussura-me ao ouvido
Maresia de aragem
Ondas de imensidão
De altivo coração
Conta-me...
Segredos olvidados
Numa terna partilha
de um sopro beijado

Beijo de noitinha serena

(*)

Maria P. disse...

Segredos do (a) mar...


Beijinhos*m*

poetaeusou . . . disse...

*
um momento
*
vou te contar
contos e lendas
de olvidados beijos
desejos
de contigo partilhar
*
beijo de mar
*

poetaeusou . . . disse...

*
Maria p.
*
ao vento...
*
Beijos
h
*

Lia disse...

Apoio os meus pés no rochedo,
E quase em desequilíbrio, olho para baixo.
As ondas rebentam contra as paredes da falésia...

Levanto a cabeça e olho o céu azul...
Neste momento a minha alma escolhe o infinito...
Dou um impulso e mergulho para a eternidade...

Um beijo doce

Sol da meia noite disse...

E na minha falésia me sento e fico a olhar o meu mar... o mar revolto que há em mim...
Diz-me Poeta, porque é que quando o mar sente que em mim há paz, me atira com uma onda que me leva essa paz...
E o pior, é que é esse o mar que vive em mim...

Beijos em ti...

Teresa Durães disse...

tão lindo o poema!

beijos

Fernanda e Poemas disse...

Poeta querido amigo, se podessem falar, teriam muito para nos contar.
Lindo!!!!!!!!!!
Beijinho de boa noite,
Fernandinha

Maria disse...

Gostei do teu poema......
... e gosto das minhas falésias...

Inté

Sophiamar disse...

Vim olhar o teu mar e ouvir da falésia histórias de encantar. Só quero mesmo ouvir essas.
Hoje, deixo-te sorrisos mil e um abracinho.
Bom diaaaaaaaaaa, Zé!

Kalinka disse...

É MARAVILHOSO TERMOS O DOM DE PODER SONHAR.
O SONHO COMANDA A VIDA.

Hoje vim mesmo e vi tudo para trás...
Obrigado pela tua presença no kalinka.
Não sei se leste, continuo com o alfabeto, mas a letra F teve que ser feita por 2 x, e um segredo só para nós: não terminei com as palavras todas que encontrei na minha memória, será que fica mal fazer uma 3ª parte?
Por vezes penso que estou a cansar quem me visita e lê...

Beijokitas.
Um óptimo fim de semana prolongado.

FALÉSIA - letra F.

poetaeusou . . . disse...

*
lia
*
sublime opção,
por incomum . . .
,
é habitual em qualquer cume,
olvidarmos o infinito …
*
marés de beijos
*

poetaeusou . . . disse...

*
sol da meia noite
,
ciúmes . . . da tua tranquilidade,
simplesmente . . .
,
os enlevos do mar são agrestes,
revoltos, tumultuosos, remexidos
e ele quer-te, nas inquietas vagas . . .
*
vagas de beijos
*

poetaeusou . . . disse...

*
teresa Durães
*
tão linda a tua bondade
*
xi
*

poetaeusou . . . disse...

*
fernanda e poemas
*
fernandinha
,
as falésias
apenas ecoam silêncios,
,
estrelinhas do mar, mil
*

poetaeusou . . . disse...

*
maria
*
. . . altaneiras . . .
,
inté
*

poetaeusou . . . disse...

*
sophiamar
*
bom dia, isaaaaaaaaaaaa
*
ji
*

poetaeusou . . . disse...

*
kalinka
*
FAZ
,
com F,
,
jokas
*

poetaeusou . . . disse...

*
ALICE MATOS
*
ai Nazaré
que lindo é
ter a ventura
de ir ao sitio
para te olhar,
*
jinos em conchinhas
*