setembro 14, 2007

>>>>>>>>> f o r m a s <<<<<<<<<


pedrados abismos
de marés rochosas
espelhados morros
nas erosivas escarpas
formas geométricas
em olhares profundos
transpondo fasquias
de infinitos obstáculos
nos colaterais amares
do perpendicular amor
poema e fotos: poetaeusou

34 comentários:

Paula Raposo disse...

Hoje acho piada a esta tua geometria!! Eh eh as fotos, mais uma vez, são lindíssimas! Bjs daqui.

poetaeusou . . . disse...

*
paula raposo
*
geoarame das rochas
.
bji
*

Sininho disse...

Que monstros pedregosos são estes, que não atemorizam as 5 gaivotas lá pousadas?
A natureza é mais do que caprichosa. E tu "viraste" um fotógrafo de primeira...

Abrç»

Teresa Durães disse...

(e eu que vinha dizer NÃO à palavra amor.... começou bem para o dia em que estou mas.. pimba! lá veio a dita! um poeminha mais agreste?? Vá lá, só hoje!! Para limpar a bilis e aclarar as ideias dos visitantes!!! eheheheh nunca fiz pedidos em blogs mas hoje - ou mais - estou insuportável)

beijos

Pitanga disse...

Oh sim! Eu também tenho mar, e está lá.

abraços

astrid disse...

Olhava o mar, as ondas,
e não tinha o meu sentir!
Estava colada ao Poeta.

saudades

multiolhares disse...

Mares espelhados,amores
Rochas em erosão, vida
Obstaculos transpostos, perseverancia
ingredientes do viver
Beijos nossos

poetaeusou . . . disse...

*
sininho
*
anita
*
as cinco gaivotas são
os cinco anjos negros dos monstros,
e estão disfarçadas …
,
sabes quem me disse ?
foi o alfred hitchcock,
,
xi
*

poetaeusou . . . disse...

*
teresa durães
*
se tal soubera,
eu fizera,
pois, pudera…
,
jinos
*

poetaeusou . . . disse...

*
pitanga
*
eu, vou lá.
e digo
levo comigo
a deusa de Yemanjá
,
xi
*

poetaeusou . . . disse...

*
astrid
*
com o imenso mar
como meta
no sentir do poeta
tenho as ondas no olhar
*
atés
*

poetaeusou . . . disse...

*
multiolhares
*
luna
*
erosão notada
a rocha transposta
descendo a encosta
saída do mar
sentir o buscar
da vida espelhada
*
beijos daqui
*

Eärwen Tulcakelumë disse...

O mar, os abismos...profundos como o amor...simplesmente.

Pérolas incandescentes profundo carinho.

Eärwen

poetaeusou . . . disse...

*
Eärwen Tulcakelumë
*
abismos de,
ternura e carinho
*
marés de iodo
*

MEU DOCE AMOR disse...

Poema lindo...

Fotos ...a primeira: Guardião do Horizonte

A segunda:O Poder

MEU DOCE AMOR disse...

Um beijo doce grande:)

MEU DOCE AMOR disse...

Música: gostei.Um momento que faz sonhar com as Mil e Uma Noites.O moço é giro.Mas se lá estivesse mais ninguém tocava nele.Ai não não.Era só o que faltava:)

Humm...tenho um fato assim para dançar.

poetaeusou . . . disse...

*
meu doce amor
*
o poder,
da natureza . . .
*
bji
*

poetaeusou . . . disse...

*
meu doce amor
*
maresias para ti
*

poetaeusou . . . disse...

*
meu doce amor
*
eu . . .
contento-me,
com a,
sarah brightman
*
jis
*

Sophiamar disse...

A mãe natureza tem razões que a razão desconhece. Uma rocha alta e escarpada frente ao majestoso mar como miradouro das aves que nele habitam. Belas são as palavras, mais belas as imagens que os olhares apaixonados captam.

Beijinhos

Lia disse...

A natureza é difícil de igualar, e molda formas que nos deixam absortos e mergulhados em reflexões...

Um beijo

poetaeusou . . . disse...

*
sophiamar
*
majestosa natureza
numa rochosa
amizade e ternura
*
marés de jinos
*

poetaeusou . . . disse...

*
lia
*
reflectir no olhar
e,
no mar mergulhar
,
vagas de beijos
*

Sol da meia noite disse...

Obrigada pela visita.

Imagens que fascinam!
Perfeição, numa natureza perfeita...

Poema que lembra o inatingível...

Beijinhos!

MEU DOCE AMOR disse...

Humm...eu não me contento:))))

Um beijinho doce e uma noite em paz Lindo Poeta do Mar

Carminda Pinho disse...

Ai estes olhares... estas pedras...estes amares!
Já não passo sem este cantinho, porque... sim! :).
Beijinhos e bom fim de semana, Poeta.

poetaeusou . . . disse...

*
sol da meia noite
*
perfeição no comentário,
como a natureza,
,
conchinhas iodosadas
*

poetaeusou . . . disse...

*
meu doce amor
*
que a paz esteja contigo,
*
marés de beijos
*

poetaeusou . . . disse...

*
carminda pinho
*
ai os teus comentários
a maneira como o fazes
o teu fórum cidadania,
*
vagas de jinos
*

Um Momento disse...

E as formas ganharam
No seu amor incondicional
Mar e tempestades se unem
No final... uma Paz celestial

(*)

poetaeusou . . . disse...

*
Um Momento
*
tempestade de amor
*
xi
*

SílviA disse...

A precisão da geometria na imprecisao do amor :)

poetaeusou . . . disse...

*
silvia
*
no equilibrio do (a)mar
*
ji
*