setembro 25, 2007

>>>> ai ... se o mar tivesse varandas <<<<


quero sentir-te
como o mar revolto
ofereço-te meu corpo
feito rocha firme
engolido no teu
seremos vagas á solta
em nós cavalgadas
selvagens do tempo
no tempo saciados
poema e fotos: poetaeusou

45 comentários:

multiolhares disse...

Como cavalos selvagens
De crina ao vento
Em mar revolto
Golfinhos de tornam
De corpo cingido
Nas vagas á solta

Beijos nossos

Paula Raposo disse...

Fotografias muito bonitas, sobretudo a primeira. Obrigada pelas visitas nos meus espaços.

rosa dourada/ondina azul disse...

O mar tem tudo !

Adorei as fotos :)

Beijinho,

Um Momento disse...

Imagens belas
De mar a Amar
Varandas são elas
As rochas a beijar


Dia lindo
(*)

Maria disse...

Ai se eu tivesse varandas para ESTE mar....
Nem comento o poema, não tenho palavras, estão aqui todas....

Inté

poetaeusou . . . disse...

*
multiolhares
*
ventosas vagas,
engolidas nas fragas
*
beijos daqui
*

poetaeusou . . . disse...

*
paulinha
*
validaste ?
*
beijo
*

poetaeusou . . . disse...

*
rosa dourada/ondina azul
*
infinito ... mar
*
bjino
*

poetaeusou . . . disse...

*
um momento
*
varandas rochosas
*
jino
*

poetaeusou . . . disse...

*
maria
*
o mar dos amares,
*
inté
*

GarçaReal disse...

Lindo...
Seremos vagas à solta...

Adorei


bjgrande

Pitanga disse...

...eu comprava todas!! E no reveillon íamos jogar flores à Iemanjá.

abraços

Fernanda e Poemas disse...

Poeta querido amigo, as fotos são lindíssimas.
O poema adorável, de peito aberto.
E mais não digo, sabes porquê.
Adorei a postagem!!!!!!!!!

Beijinhos com sabor a mar.

Fernandinha

Eärwen Tulcakelumë disse...

Bela, doce, sentida declaração de amor.

Pérolas incandescentes de doces sentir.

Eärwen

poetaeusou . . . disse...

*
garçareal
*
em real lago
*
jinos
*

poetaeusou . . . disse...

*
sophiamar
*
o amor é universal
de todos para todos
ou
não será ???
*
buzios sonantes
*

MEU DOCE AMOR disse...

Gosto das cavalgadas selvagens nas ondas.

Beijinho doce:)

poetaeusou . . . disse...

*
pitanga
*
olha que o próximo
ano é bissexto,
´
xi
*

Sininho disse...

Um verdadeiro turbilhão:
De mar e de amor...

Abraço

poetaeusou . . . disse...

*
*
fernanda e poemas
*
peito aberto á vida
*
maresias de beijos
*

poetaeusou . . . disse...

*
Eärwen Tulcakelumë
*
semeia amor,
germinará,
amor colherás,
,
conchinhas nazarenas
*

poetaeusou . . . disse...

*
meu doce amor
*
ou uma …
boa onda
“ surfada “
*
beijo mareante
*

poetaeusou . . . disse...

*
Sininho
*
falta só
a
capitã gancho,
hihi
*
brisas abraços de iodo,
em suaves maresias,
*

Sophiamar disse...

Ao amor universal deixo-te um beijo real nesta varanda voltada para o mar.

Beijos daqui para vós aí

Sol da meia noite disse...

Fotos e poema em sintonia perfeita...

Mar revolto...

Beijinho!

Maria P. disse...

Se tivesse...roubava uma para a Casa!
:)

Beijinho*m*

Pitanga disse...

Nem me lembres disso que não gosto nada. Um dia a mais, pra quê? Para confusão.

amigona avó e a neta princesa disse...

Eu ficava a olhar!
Tens um apelo no meu blog...beijo...

Teresa Durães disse...

Duras...



"O viajante pergunta:
- Que irá acontecer quando a luz surgir?
Ouve-se:
- Ficará como cega. Depois recomeçará a ver-me. A distinguir a areia da água, depois, o mar da luz, deois o seu corpo do meu. Separará depois o frio da luz para mo dar em seguida. E só então ela ouvirá esse ruído, sabe? De Deus?... esse ardil...?

Calam-se. E observam a progressão da aurora exterior.", Duras, O Amor

Teresa Durães disse...

(fiquei assim de repente... lindas as fotografias mas a mensagem de amor dou-te nas palavras de Duras)

Maria Clarinda disse...

Sem palavras...sabes da minha atração fatal pelo mar, se ele tivesse varandas...de certeza eu saltaria para dentro dele, por elas!
Jinhos mil

poetaeusou . . . disse...

*
sophiamar
*
varanda de beijos,
desejos,
de mar,
,
estrelinhas do mar
*

poetaeusou . . . disse...

*
sol da meia noite
*
varandins de iodo
*
jinos
*

poetaeusou . . . disse...

*
maria p.
*
terraço . . . rochoso,
,
ji
h
*

poetaeusou . . . disse...

*
pitanga
*
o dia,
do acerto,
*
xi
*

poetaeusou . . . disse...

*
*
amigona avó e a neta princesa
*
perscruta …
*
vou já … lá
,
jino
*

poetaeusou . . . disse...

*
teresa durães
*
teresinha
*
respondo …
“cega com outra luz a luz do dia”
in) miguel Torga
*
ji
*

poetaeusou . . . disse...

*
teresa duraes
*

Donde pode nascer o amor?
Talvez de uma súbita falha do
universo, talvez de um erro,
nunca de um acto de vontade,
,
In) m. duras ---- amor
,
Xi
*

poetaeusou . . . disse...

*
maria clarinda
*
se o mar tivesse varandas,
atapetavas de flores,
e na praia onde te banhas,
mitigava os meus amores,
,
Marés de beijos
*

Teresa Durães disse...

lindas as palavras de Duras que tão bem as escolhestes!!

poetaeusou . . . disse...

*
teresa durães
*
um teu golpe de asa,
é indicador,
de um fértil pesqueiro,
*

SílviA disse...

Se o mar tivesse varandas...uma delas era minha ;)

***

poetaeusou . . . disse...

*
silvia
*
e seria para ti,
a minha primeira sardinha,
*
ji
*

joão jacinto & poemas disse...

Eu escrevo versos, poemas,
mas há quem seja a própria poesia!

Parabéns!

Abraços poemas,

joão

poetaeusou . . . disse...

*
joão jacinto
*
pseudo poeta, eu sou . . .
*
poemas infindos
*