agosto 28, 2007

>>>>>>>>> s o l i d ã o <<<<<<<<<


emergente sentinela
arvore dos sentires
sentimentos alastrados
vislumbradas belezas
conexo olhar inacabado
metafísicos rostos esculpidos
na difusa solidão do meu poema
poema e fotos: poetaeusou

61 comentários:

Da Minha Janela disse...

O teu coração passeia
num mar de belos sentimentos
vislumbrando beldades
esculpidas por hábil mão de poeta
cujos rostos transparecem
uma felicidade emergente
em ondas de pura volúpia
Entrega-te nas mãos belas do amor
e solta a solidão que há anos tens cativa

Liberta-te, POETA!

Beijinhos mil

Sophiamar disse...

A beleza sublime da natureza desenvolve em ti uma necessidade de fazer poesia. E tu faze-la na perfeição porque és dotado de uma grande sensibilidade, de grande humanidade,tens uma alma perfeita, um coração do tamanho do mundo.
As imagens que te inspiraram são de uma incomparável beleza. Ah, poeta! Ah, fotógrafo!
Bjinhos

Pitanga disse...

Adoros lugares asim. Eu e Eu.

abraços

wind disse...

Belo:)
Beijos

Maria disse...

... na minha solidão....

Inté

Paula Raposo disse...

Pois é...de facto estamos numa de solidão!! Beijos.

Paula Raposo disse...

Faltou-me dizer que as fotografias são lindíssimas!!

Luz&Amor disse...

Sentimentos alastrados...
Um mar de sentimentos.
Adoro estar por aqui e esta música.
Lindíssima.
Beijos

Sophiamar disse...

Passa pelo meu blogue. Tens lá um certificado. Não precisas fazer nomeações. Cola-o no teu blogue.
Obrigada por tudo quanto me tens dado.

Beijinhos

Um Momento disse...

Como se sente...
Como nos sentimos
No meio da natureza
Rodeados por tal beleza...
na solidão... acompanhados...

Beijo... bem aí
(*)

Carminda Pinho disse...

Não me importava nada de estar só nestas paisagens lindas.
Beijos

multiolhares disse...

Na solidão do teu poema
Não estas só
sente como a brisa do mar leva
o amor que acaricia o teu olhar
a arvore dos sentires
amor no peito, mãos que se tocam
abraço vivido perpetuado no tempo
que vivemos sem o perder

beijos nossos

poetaeusou . . . disse...

*
da minha janela
*
esculpido
comentário
grato
*
jinos
*

GarçaReal disse...

Mergulhas em meu Lago...Mergulho em tua solidão.
E na solidão de teu poema deixo um bjgrande e Real só para ti.

poetaeusou . . . disse...

*
sophiamar
*
ah, barlaventa,
ah, sotaventa
ah, levanteira,
ah, marafada
,
jinos em gaivotas
*

poetaeusou . . . disse...

*
pitanga
*
e eu
,
solidário contigo,
no desastre informático,
*
abç
*

poetaeusou . . . disse...

*
wind
,
tanta gentileza
,
jinos
*

poetaeusou . . . disse...

*
Maria
,
solidário
,
inté
*

poetaeusou . . . disse...

*
paula raposo
,
paulinha
,
e continuamos
,
jinos
*

poetaeusou . . . disse...

*
Paula raposo
,
é da máquina
,
jinos
*

poetaeusou . . . disse...

*
luz&amor
,
sentimentos musicais,
bigado
,
bjinos
*

poetaeusou . . . disse...

*
sophiamar
,
grato
eu é que agradeço
por gostares do que publico
,
beijo
*

GarçaReal disse...

Sei que estás aí poeta....Logo nesta árvore dos sentires penduro um sonho para ti...........

bjgrande

poetaeusou . . . disse...

*
um momento
*
solidão, arvore,
sentinela da beleza
,
beijo
*

poetaeusou . . . disse...

*
carminda pinho
*
sou natural de uma terra linda,
da linda e formosa Nazaré
,
as imagens são de Esposende,
há uma década que por aquelas
paragens, não passava …
que surpresa, uma marginal bela,
parabéns aos autarcas.
assim vale a pena … votar,
,
bjinhos
*

poetaeusou . . . disse...

*
multiolhares
*
luna
*
viver sem perder
aquilo que somos
no amor em que pomos
nos nossos sentidos
em paixão vividos
de tanto querer
*
beijos daqui
*

poetaeusou . . . disse...

*
garçareal
*
em mútuos mergulhos
um sinal te deixo
com o gosto
de um beijo,
*

poetaeusou . . . disse...

*
garçareal
*
estou sempre aqui
á tua espera …
sonharei
,
jinos
*

GarçaReal disse...

Como estás sempre aí pega tua gaivota e sobrevoa um qualquer Lago Real.....


bjgrande

poetaeusou . . . disse...

*
garçareal
*
veio um alerta
para não abrir :::
,
se é seguro reenvia
,
jinos
*

Fernanda e Poemas disse...

Meu querido Poeta,amigo do coração!
O teu poema resume uma pequena solidão.
Só pequenina!!!!
Porque as tuas fotos retratam uma enorme alegria. Só muita sensibilidade poderia captar tamanha beleza.

Aqui te deixo o meu carinho!

Teu nome ecoa em mim!
É algo que nasce,
aviva e cresce,
é amor sem fim.

Teu nome ecoa em mim!
É flor que nasce,
abre e enaltece,
é paz sem fim.

Teu nome ecoa em mim!
É sol que nasce,
Qeima, resplandece,
é calor sem fim.

Teu nome ecoa em mim!
É silêncio que nasce,
que vibra, que existe,
que vela por mim.

Teu nome
teu nome é tudo para mim!...

Beijinhos, com sabor a mar.

Fernandinha

MEU DOCE AMOR disse...

Não sabes o que adoro?

Humm...

MEU DOCE AMOR disse...

Bonito poema.

jito

poetaeusou . . . disse...

*
Fernanda e Poemas
*
bonito poema,
obrigado,
*
maré de jinos
*

poetaeusou . . . disse...

*
meu doce amor
*
hummmmmmmmmmmm
*
jinos
*

poetaeusou . . . disse...

*
meu doce amor
*
registo
jito
*

Paula Raposo disse...

Eu sei que é da máquina...não precisas de o dizer!

poetaeusou . . . disse...

*
paulinha
*
da máquina ...
da minha sensibilidade ...
*
jinos
*

rosa dourada/ondina azul disse...

Não há melhor imagem para o teu belo poema.

Parabéns!

Bjs.

poetaeusou . . . disse...

*
rosa dourada/ondina azul
*
rosado comentário,
o teu,
*
bjs
*

MEU DOCE AMOR disse...

Aquilo.

MEU DOCE AMOR disse...

Cheguei e penetrei nesta imensidão que rasgou o meu sentir e me jogou nesse teu olhar esculpido em mim.Remei ao teu encontro num desespero sem fim em busca do teu amor, mas encontrei uma difusa solidão...arranquei o desejo de mim.Não queria um sentimento de uma beleza inacabada, nem aquele momento em que senti o florir do teu poema feito árvore de um sentir inexistente.

Adorei

Um beijo metafísico?
Hum...

poetaeusou . . . disse...

*
meu doce amor
*
recordei
natália correia,
ou´
incorporaste a sua sensibilidade ?
*
jinos pessoanos
*

MEU DOCE AMOR disse...

Não sei.Saiu assim.Não estou muito familiarizada.

Um beijo

=^.^= Tarina =^.^= disse...

Ai esse coração..
Perdido de amores... e perdido de saudades...
Somos dois deixa lá!

Um beijinho ao meu poeta!

=^.^=

Alma de Poeta disse...

Andei por aqui a ler os teus poemas. Parabéns, são maravilhosos , uma boa conjunção de inspiração poética aliada á fotografica. Aqui impera o bom gosto. Adorei. Obrigada pela partilha

poetaeusou . . . disse...

*
meu doce amor
*
mais … mérito, o teu
*
jinos
*

poetaeusou . . . disse...

*
tarina
*
o achamento é já ali …
*
conchinhas mareadas
*

poetaeusou . . . disse...

*
alma de poeta
*
grato pela visita
condescendência dos teus olhos,
a tua forma, de ver …
*
xi
*

Entre linhas... disse...

Solidão,ferida corroída pela linha agreste da vida.
Bom início de semana
Bjs Zita

poetaeusou . . . disse...

*
entre linhas
*
vida corroída
pela agreste solidão …
,
bjs
*

Kalinka disse...

Amigo

Ora bem, vou iniciar uma série de posts sobre o ALFABETO da minha Vida. Cada dia vou postar uma letra do abecedário, e direi o que achar sobre ela, podem ser coisas boas ou menos boas, são as que foram ou são importantes durante a minha vivência.
Hoje, em homenagem ao meu neto ANDRÉ - dia do seu 1º aniversário: Parabéns a você, nesta data querida, muitas Felicidades, muitos anos de vida...
começo precisamente pela 1ª letra do Alfabeto - a letra A.

Beijitos azuis (em homenagem ao meu neto)

Jograis e Trovadores disse...

Sentir único.É o amor...
beijinhos

Eärwen Tulcakelumë disse...

Tuas palavras cativam...a música encanta... dificl alçar vôo daqui.

Pérolas incandescentes de poesia.

Eärwen

gasolina disse...

Árvore dos sentires que frutifica a cada bater do coração.

BEI/de MARÉ

multiolhares disse...

foz do cavado !!!
bji nossos

poetaeusou . . . disse...

*
kalinka
*
parabéns
para o teu netinho
*
a minha netinha
faz amanha
*
anilados jinos
*

poetaeusou . . . disse...

*
jograis e trovadores
*
amar é sentir,
*
xi
*

poetaeusou . . . disse...

*
Eärwen Tulcakelumë
*
incandescentes
visitas ao meu cantinho
,
algas iodosadas
*

poetaeusou . . . disse...

*
gasolina
*
ramadas
de sentires
para ti
*

poetaeusou . . . disse...

*
multiolhares
*
nem mais,
*
beijos daqui
*