agosto 27, 2007

>>>>>>>>> s e t e m b r o <<<<<<<<<


eu espero meu setembro mar
a minha imensidão devolvida
desinquieto e dispersado sofrer
cúmplice de sonhos libertados
e carnudos obstáculos imutáveis
assombros de amargas fantasias
em apagadas e doridas erupções

poema e fotos: poetaeusou

39 comentários:

multiolhares disse...

Teu Setembro mar,
Também aguarda o chegar
As águas calmam do rio
A brisa do mar, seu espraiar
Os obstáculos são só conchinhas do mar,
que o cansaço do tempo magoa os pés ao passar,
mas a agua do mar as recolhe com carinho as leva a mergulhar

jinhos nossos

Paula Raposo disse...

Quando as gaivotas não se afugentarem com as barracas da praia!! Beijos.

poetaeusou . . . disse...

*
multiolhares
*
setembro calmoso
com as gaivotas
bicando-nos as mãos
pedindo comida
comida, sardinha
comida, amor
*
beijos daqui
*

poetaeusou . . . disse...

*
paula raposo
*
setembro sem barracas
mas,
com gaivotas esvoaçantes
*
jinos
*

Maria disse...

O teu Setembro está quase quase a chegar...
Aí haverá calma, paz, e a tranquilidade que necessito para ver esse mar...
... como deve ser visto, e olhado, e amado...

Inté

poetaeusou . . . disse...

*
maria
*
quase ...
*
inté
*

MEU DOCE AMOR disse...

Tempo de colheitas...

De um azul intenso.

Beijinho doce e sonhei.

Hummm...

poetaeusou . . . disse...

*
meu doce amor
*
sonhos vindimados
*
azulados beijos
*

Fernanda e Poemas disse...

Poeta, querido amigo as tuas fotos continuam a ser lindas!
As tuas palavras, musicalidade para os meus ouvidos.
Deixo-te aqui uma pequena oferenda;

Verão...Juventude

No Verão da minha junventude
lutei,inconformadamente,contra ondas de surdina,
na ânsia de verdade,cortei-as com inquietude,
lançando para trás preconceitos de sovina.

Era céu límpido e sereno, na autenticidade;
Mas era relâmpago furioso, na hipocrisia,
e em tudo o que era contrário à simplicidade,
porque, verdade era tudo o que eu queria!

Não é um mérito pessoal, a juventude.
Não foi, nem é só minha, é de toda a gente;
Esta fase quente, cheia de emoções e de virtude,
que nunca passou por ningúem indiferente!

Menino da Nazaré, Setembro a chegar,trazendo consigo as gaivotas,e o Outono da tua juventude.

Beijinhos com sabor a mar.

Fernandinha

gasolina disse...

Setembros antecipados, setembros dos sentires, setembros dos olhares.

BEI/de MARÉ

poetaeusou . . . disse...

*
frnanda e poemas
*
a juventude do pensamento
não acaba nos verdes anos
os furiosos relâmpagos
da mentira e hipocrisia
combate-se com a tolerância
e com a verdade
embora eu saiba,
que a verdade é a maior mentira,
,
jinos juvenis
*

poetaeusou . . . disse...

*
gasolina
*
Setembro
o volver
á normalidade
,
o vindimar
dos barulhos
*
o retornar
do natural
*
jinos calmos
*

Sophiamar disse...

Que Setembro te devolva o teu verde mar em toda a sua magnificência e beleza.
O amor envolto na maresia entrará no teu lar e cúmplices, tu e ela, amar-se-ão deixando embalar-se nos sonhos que há muito alimentam.
E o Verão voltará a aquecer.É o fogo dessa paixão ardente.
Beijinhossss

MEU DOCE AMOR disse...

Poeta Lindo do mar:

Então vais vindimar os meus sonhos?
Mas...
Ah!Entendi...depois farás deles o néctar dos deuses que te embriagará...

Um beijinho doce :)e anda voar comigo.

A COR DO MAR disse...

Gosto muito do setembro, e estas palavras tuas são bonitas e...
foi num setembro que passeei pela pederneira...

;)
Beijoca*

Era uma vez um Girassol disse...

Pois que venha Setembro, calmo e temperado...
Abraço da flor

Um Momento disse...

E aqui estou de volta
Antes de Setembro
Neste final de Agosto a se aproximar
Digo eu o quanto gosto de te ler
Deixo-te um beijo de noite serena , com o convite de na minha casa passares...
Um miminho do coração
tenho a te oferecer
Beijo sentido
(*)

MEU DOCE AMOR disse...

Setembro é o meu mês.

Deixo-te uma espiga dourada.

Um beijinho doce e uma noite descansada:)

rosa dourada/ondina azul disse...

O Setembro a chegar,
Gaivotas a voar,
O poeta olha o mar,
E na praia vai sonhar !


Beijo,

poetaeusou . . . disse...

*
sophiamar
*
maré nostrum
,
mar nosso
mar irmão
mar amigo
mar utópico
mar cidadão do mundo
mar amor …
no horizonte
*
beijos de mar
*

poetaeusou . . . disse...

*
meu doce amor
*
voarei contigo
nas asas de uma gaivota
em magia de fogo
*
jinos
*

poetaeusou . . . disse...

*
a cor do mar
*
pederneira
do pelourinho
condenador
do puro amor
que de mansinho
iluminava
a terra inteira
*
jokas
*

poetaeusou . . . disse...

*
era uma vez um girassol
*
flor mor
*
tranquilo
setembro
advento
do general Inverno
das românticas
bátegas e lareiras …
*
abç
*

poetaeusou . . . disse...

*
um momento
*
e aqui estou
feliz com a tua visita,
vou passar pela tua casa
onde fui sempre
bem recebido,
*
sentido beijo
*

poetaeusou . . . disse...

*
meu doce amor
*
dourado agradecimento,
o meu,
*
marés de beijos
*
*

poetaeusou . . . disse...

*
rosa dourada/ondina azul
*
dourado sonhar
Setembro a meta
divagações de poeta
na praia no mar
,
vagas de beijos
*

Maria P. disse...

Apetece dizer:
"Foi em Setembro que te conheci..."

Recordas este tema?

Beijinho*m*

as velas ardem ate ao fim disse...

Sabes em setembro fico sempre deprimida....


bjinhos

astrid disse...

"eu espero meu setembro mar
a minha imensidão devolvida"

Poeta manda-me um bocadinho disso

Bj

poetaeusou . . . disse...

*
as velas ardem até ao fim
*
recebe o Setembro
de braços abertos
cobertos
com olhos
rasos de maresia
ao som da cotovia
vivendo o retorno
do Outono
pintado nas telas
como fora um jardim
plagiando tuas velas
ardendo até ao fim
*
beijo outonal
*

poetaeusou . . . disse...

*
astrid
*
te enviarei
sem limites
a imensidão
do meu olhar
de irisados horizontes
pseudo fim
do infinito mar
*
perfumes de mar
envoltos em brisas brumosas
para ti
*

poetaeusou . . . disse...

*
maria p.
,
sim, eu sei,
que são só recordações,
sim, eu sei,
é triste viver de ilusões,
lálálá ...
*
beijos nublados nazarenos,
h

Pitanga disse...

Setembro é o meu mês preferido. Até para estar aí.

abraços

poetaeusou . . . disse...

*
pitanga
,
setembro é o mês da transição
,
xi
*

Eärwen Tulcakelumë disse...

É sentar e olhar o mar aguardando o teu setembro.
Sempre belo poeta!

Pérolas incandescentes de doce esperar.

Eärwen

poetaeusou . . . disse...

*
Eärwen Tulcakelumë
*
grato
*
pedrinhas do mar
*

Sininho disse...

Setembro é um mês lindo!
Tal e qual como na canção do Gilbert Bécaud.
E nas tuas palavras.
Oxalá a natureza não nos pregue a partida...

Abraço.

poetaeusou . . . disse...

*
sininho
*
ANA
.
S O S
não entro no teu blog
,
acudam - me ...
,
xi
*

Sininho disse...

Há um erro qualquer que não consigo desfazer.
Em vez de clicares em "Ecos da Falésia", clica em "My Web page".

Abraço