julho 02, 2007

Sophia de Mello Breyner Andresen - Presente


Para ti, sophia
sophia, gritante mensagem
teu mar, poema grito sem eco
ensurdecidas pedras, este povo
ouvidos fugidios, aos teus alertas
sophia espuma, meu barco, pátria
país de nevoeiro, de pescas adiadas
vagas de angustias, vendaval tolhido
plebe sem nexo, desconexos pensares
vogando sem rumo, procurando quimeras
aos sabores dos ventos, de costas para o mar
poemado e foto: poetaeusou
»»»»»»********««««««
>>>>>> extractos de poemas <<<<<<
aromas
O meu país sabe a amoras bravas no verão
Ninguém ignora que não é grande
Nem inteligente, nem elegante
mas tem esta voz doce
Exílio
Quando a pátria que temos não a temos
Perdida por silêncio e por renúncia
Até a voz do mar se torna exílio
E a luz que nos rodeia é como grades
Porque
Porque os outros se mascaram mas tu não
Porque os outros usam a virtude
Para comprar o que não tem perdão
Porque os outros têm medo mas tu não
25 de Abril
Esta é a madrugada que eu esperava
O dia inicial inteiro e limpo
Onde emergimos da noite e do silêncio
E livres habitamos a substância do tempo
Ausência
Num deserto sem água, numa noite sem lua
Num país sem nome, ou numa terra nua
Por maior que seja o desespero
Nenhuma ausência é mais funda do que a tua
Hora
Sinto que hoje novamente embarco
Para as grandes aventuras,
Passam no ar palavras obscuras
E o meu desejo canta --- por isso marco
Nos meus sentidos a imagem desta hora.
Se tanto me dói
Se tanto me dói que as coisas passem
É porque cada instante em mim foi vivo
Na busca de um bem definitivo
Em que as coisas de Amor se eternizassem
Poema
A minha vida é o mar o Abril a rubro
O meu interior é uma atenção voltada para fora
O meu viver escuta
A frase que de coisa em coisa silabada
Grava no espaço e no tempo a sua escrita
Espero
Espero sempre por ti o dia inteiro,
Quando na praia sobe, de cinza e oiro,
O nevoeiro, e há em todas as coisas o agoiro
De uma fantástica vinda.
In) Sophia de Mello Breyner Andresen

46 comentários:

Sofhiamar disse...

Parabéns, Poeta! Fantástico. Sophia é GRANDE!Mulher, Mãe, Escritora sem igual.

LINDOOOOOOO! BRAVOOOOO!

Beijinhos ZÉ. Muitosssss!!!!

poesiadaspiramides disse...

Homenagem merecida, todos nós somos únicos mas alguns ficam imortalizados como seres superiores, que deixam a sua essência espalhada como grãos de areia na praia dos nossos sentidos
beijos nossos

gasolina disse...

O teu poema é uma homenagem linda à grande Sophia.
Comoveu-me.

BEI/de MARÉ

Maria disse...

Bonita e merecida homenagem a Sophia.
Fiquei-me com as palavras dela.
Perdi as tuas..........

Inté

Maria P. disse...

Muito bem!
Hoje que passam 3 anos, mas não será esquecida.

Beijinhos*

Paula Raposo disse...

Belíssima homenagem, para que a memória perdure e não seja apagada, uma Grande Mulher. Beijos.

Papoila disse...

Grande POESIA! PARABÉNS!
SOFIA merece esta homenagem que lhe prestas!
Lindo!
Beijos

poetaeusou disse...

*
sophiamar
*
buzio sou, sophia
e divulgo,
o mar dos teus poemas
*
beijo
*

poetaeusou disse...

*
poesiadaspiramides
*
luna
*
marés, marés e
mais marés de sophia,
trazendo o pólen da sua escrita
e ...
espirro feliz
*
beijos daqui
*

poetaeusou disse...

*
gasolina
*
e o mar acenou-me,
e ...
uma onda mais rebelde
quebrou em mim,
e a maresia dos teus versos
orvalhou-me ... sophia
*
jinos
*

poetaeusou disse...

*
maria
*
no bico da memória,
não vi d.fuas,
vi as silabas de sophia
num deserto ...
de azul mar,
*
inté
*

poetaeusou disse...

*
maria p.
*
renuncia de,
esquecer sophia,
poemando,
banquetes de musas,
e ... mar
*
jinos
h
*

poetaeusou disse...

*
paula raposo
*
paulinha
,
olhos rasos de poemas
na meditada praia
,
sophia, avisa,
,
tempo de injustiças e vileza ...
,
beijo
*

poetaeusou disse...

*
papoila
*
palavras
decantadas
preditas
avisadas
de sophia
,
mar, amar, amor,
,
marés de jinos
*

GarçaReal disse...

Linda esta homenagem e lindo o teu poema.
Como sempre em grande Poeta.

bj

poetaeusou disse...

*
garçareal
*
homenagem é,
o vento das palavras,
vendaval dos sentires de sophia,
entrando nos meus olhos, ávidos de:
*
bji
*

rosa dourada/ondina azul disse...

Linda esta Homenagem a Sophia, à Poetisa, à MULHER !



Para ti, Poeta, fica um Beijo,

poetaeusou disse...

*
rosa dourada/ondina azul
*
na excitação do oceano
em horizonte, sophia
nas marés dos teus escreveres,
teus gritos, os meus olhares ...
*

Ana Ramon disse...

É bom passar por aqui e surpreender-me com um gesto tão bonito. Um beijinho

Maria Clarinda disse...

SIMPLESMENTE EXPECTACULAR!!!!
Adorei, parabéns
A minha poetisa preferida, merece esta homenagem de alguém maravilhoso como tu!
Jinhos mil

Isabel-F. disse...

soberbo o teu Post....


fantásticas as tuas palavras a Shopia. Parabéns

beijinhos

acordomar disse...

A nossa tão querida Sophia :)
Gostei
Deixo-te uma beijoca

(ja prometi que voltarei...)

poetaeusou disse...

/
ana ramon
/
mar sophia, navegar
meus olhos
estão rotos de me roçar
na maresia do teu prosar
/
jino
/

poetaeusou disse...

/
maria clarinda
/
maravilhosa sophia
visão, poema
a quem homero, o imortal
quedo ficára, em tal dilema
ao saber de tal
poetisa em portugal
/
jinos iodosiados
/

poetaeusou disse...

*
isabel-f.
*
traço estético
no apalavrar da sophia
sophia da sabedoria
conjuntando o ecléctico
*
jinos
*

poetaeusou disse...

/
acordomar
/
amar o mar
como nós, lin(d)a
é, em sophia, sorver
o seu escrever
mais forte, ainda
o seu versejar
/
jokas
/

Sininho disse...

Linda, linda homenagem à mãe da menina do mar...

Nem tu calculas o significado que tem para mim o último poema "Espero".
Já o li e reli para mim própria tantas vezes, tempos atrás, que parece que leio, agora, palavras minhas.
Sensação estranha de sentirmos como nosso, algo que, na realidade não é.

Abraço, poeta.

poetaeusou disse...

*
sininho
*
para ti
*
da menina do mar
*
«-Agora nunca mais no separamos – disse o rapaz.

-Agora vais ser forte como um polvo.

-Agora vais ser sábio como um caranguejo – disse o caranguejo.

-Agora vais ser feliz como um peixe – disse o peixe.

-Agora a tua terra é o mar – disse a Menina do Mar.

E foram os cinco através de florestas, areais e grutas.»
*
xi
*

Kanoff disse...

Modula o rouxinol violino alado
as notas musicais da serenata
trovas de oiro e de rosas carmim
na alvura doce do luar coalhado…
Cantam em coro cigarras à desgarrada...
Fura o ralo o fino ar...negro cetim...
na estridência fina de um flautim
pelo trombone do sapo acompanhada...
Das profundezas místicas da mata
cai de uma fonte um harpejar sem fim…
Murmura ao longe a negra ramaria…
Das pedrinhas do rio são arrancadas
notas líquidas verde desmaiadas…
Soa em surdina, o vento em correria…

PoesiaMGD disse...

Uma bela e digna homenagem! Obrigada por partilhar connosco!
Um abraço

poetaeusou disse...

/
kanoff
/
o tanque da quinta a passear
á roda da minha insónia,
o bosque como foi á tarde,
quando lá passeámos, a rosa,
/

poetaeusou disse...

/
poesiamgd
,
vagas de ver
os olhos de sophia
pedras escrevendo
sobre as ondas,
sobre o mar,
limos, algas e conchas,
os simbolos do diferente pontuar
*
xi
/

Saramar disse...

LIndo post. Lindíssimo!

Grande o seu país e essa imensa, maravilhosa Poeta, de alma angélica e terrena a nos encantar de palavra em palavra, de verso em verso.

Obrigada.

beijos

=^.^= Tarina =^.^= disse...

Mulher Fantástica!
O que mais goto dela: A Menina do Mar--- simplesmente fabuloso!

=^.^=

poetaeusou disse...

/
saramar
/
um país, o meu, unido ao teu,
por um oceano que nos une,
afinal, o mar por sophia, cantado,
/
bigado eu
/
jinos
/

MEU DOCE AMOR disse...

Um beijo te deixo

poetaeusou disse...

/
tarina
/
a menina
o rapaz
o peixe
o carangueijo
,
e o mar
sempre o mar
da sophia ...
,
conchinhas,
muitas
/

poetaeusou disse...

/
meu doce amor
/
um beijo aceito,
/

foryou disse...

Sophia tem poemas lindissimos de uma sensibilidade e força que admiro. O teu poema combina muito bem com tudo isso.

sonhadora disse...

Sonha com beijinhos embrulhados em abraços.

poetaeusou disse...

/
foryou
/
sophia do mar noiva
deusa das ondas
mãe, da menina do mar
envolta em maresia
/

poetaeusou disse...

*
sonhadora
*
no embalar do mar
relendo sophia
contigo eu queria
envolto sonhar
*
jinos
*

Sofhiamar disse...

Na vida há os que partem, os que chegam mas há os que nos dão as mãos, que não têm medo e continuam connosco, SEMPRE, oferecendo-nos o seu apoio, o seu carinho, a sua amizade...INCONDICIONAIS



Obrigada! Muito Obrigada!

Beijos, Zé Casal!

poetaeusou disse...

/
sophiamar
*
para ti minha amiguinha
,
A anémona dos dias
Aquele que profanou o mar
E que traiu o arco azul do tempo
Falou da sua vitória
Disse que tinha ultrapassado a lei
Falou da sua liberdade
Falou de si próprio como de um Messias
Porém eu vi no chão suja e calcada A transparente anêmona dos dias.
,
in) sophia
,
beijos
/

gasolina disse...

Voltei para "vos" reler.
Doçura...

BEI/de Maré

poetaeusou disse...

*
gasolina
*
reler sophia
é rever o mar
é adocicar
o gosto da maresia
*
jinos
*