junho 26, 2007

>>>>>>>>> olha amor <<<<<<<<<


olha amor usufrui desta beleza
beleza renovada, sonhado olhar
entardecer, dos amados crepúsculos
para além dos sentires e do horizonte
prevalece o amor puro, da entrega casta
abrigado areal, jardim, canteiros de marés
flor do mar, ondulada, por brisas encantadas
carente de iodo, preambulo, de corpos mareantes
poema e foto: poetaeusou

22 comentários:

poesiadaspiramides disse...

No Universo a beleza é renovada a cada instante, e os nossos olhos a vêm com o sentimento que transportamos no nosso ser, estendo as mãos toco o horizonte sem tocar, através das pétalas de flores que pela brisa do mar me banham ao luar sinto esse amor puro que nas ondas chegam e nos inundam os sentidos em forma de maresia, amor puro, amor dos sentidos, sentimentos construídos, partilhados
No jardim encantado das marés de paixão

Beijos nossos

Maria disse...

O amor, sempre renovado....
.... o mar, sempre renovado....

Não sei o que posso dizer mais.
Pronto.

Inté

bom dia isabel disse...

Amo-te ó mar
Paixão, encantamento
Doce momento
Horizonte mágico
Que trazes sonho fantástico
Feito vento dominante
Som musical e mágico
Que das tuas entranhas irrompe
És amigo quando és pão
És pai quando dás guarida
És irmão
E amenizas a vida
Daqueles que te procuram
És dor e até pavor
Quando soltas teus gemidos
Quando irrompes com bramidos
E levas a nossa gente
Mas és também doce poema
E trazes boas amizades
Que nos deixam com saudades
Logo, logo ao acordar
E nos fazem poemar

Para ti amigo
deixo beijinhos mil
ns conchinhas do areal

gasolina disse...

Olha amor este dourado mar, são ondas de beijos na areia do teu corpo.

BEI/ de maré

poetaeusou disse...

/
poesiadaspiramides
/
luna
,
tuas palavras
emblemáticas ...
profundas ...
não virtuais ...
reais ...
,
sentidas ??? ...
...sei que são ...
,
algas esverdeadas
para ti
/

poetaeusou disse...

/
maria
/
o amor é sempre renovado,
hoje estou numa de Unamuno,
e comparando o amor ao pão...
,
comer um pão,
não é o mesmo que,
vêlo, tocá-lo ou saboreá-lo
,
inté
,
/

poetaeusou disse...

/
bomdiaisabel
,
mar, paixão, dor
momento mágico
bom e trágico
mexe com os sentidos
e os seus gemidos
são poemas de amor
,
jinos
/

poetaeusou disse...

/
gasolina
,
beijos
são desejos
de mergulhar
em ti ... mar
,
marés de jinos
/

Ana Ramon disse...

Lindas palavras, belas fotos. É sempre um prazer visitar-te.
Agora uma curiosidade: passaste o dia lá sentado, foi?
:))))))

poetaeusou disse...

*
ana ramon
*
vivo a 30 metros do mar,
estou sempre presente,
no omnipresente, mar,
quando quer ser fotado
chama por mim, em vários tons,
conforme os seus humores
sim porque o mar é humano ...
murjura docemente quando calmo,
menos urbano aquando rabioso,
e
uiva de bravio, quando acossado
pelos ventos e vendavais ...
e lá vou eu de maquina pronta ...
,
berra, ao ver-me, quero ver as fotos ...
,

conchinhas para ti
*

Teresa Durães disse...

num pôr-do-sol, todo o amor e ternura parece que se renova

bj

Sininho disse...

É bom viver tão perto do mar.
Já tive oportunidade de viver assim tão perto.
Hoje, as ocasiões são raras.
Escrever, com o mar ao fundo, só pode resultar em poesia, como se prova pelo documento junto...

Grande foto a da manhã.
Vou já canibalizá-la para uma das minhas pastas...

Abrç»

rosa dourada/ondina azul disse...

Praia dourada, areia renovada !

Beijo,

poetaeusou disse...

/
teresa durães
/
douto comentário
/
bj
/

poetaeusou disse...

/
sininho
/
mar, doce mal
alimento espiritual
desculpa Pessoa
hoje, não é salgado
são lágrimas de portugal,
mas abrangentes
neste verão de 2007
de um povo
que apesar de tudo
virá deliciar-se
neste mar português
,
abç
/

poetaeusou disse...

/
rosa dourada/ondina azul
/
renovada
praia
de areia
dourada
,
jinos
/

pitanga disse...

Tudo lindo. Só não me conformo com essas tendas árabes. Em Espinho também é assim.

abraços e...letrinhas????

Papoila disse...

Poeta...
O dom que tens está omnipresente em todas as tuas vertentes. Hoje encontrei-o na resposta à simples pergunta da “Ana Ramon”...
Qualquer ser comum responderia sim ...claro que não, ou...Achas?
Como ser incomum que és respondes com palavras colhidas dos canteiros do teu mar.

Fica Bem
:)muitos de vós já viraram meus vícios

poetaeusou disse...

/
pitanga
,
DIVAGANDO AS BARRACAS ARABES
,
existe uma razão
,
os fenicios povoaram a orla costeira, portuguesa, vindos da mesopotamia senhores do mediterraneo, nas trocas comerciais atravessaram,
gibraltar, e passando pelo algarve.
costa alentejana, setubal, nazaré
e aveiro, buarcos e espinho, foram,
até apulia. nossos avoengos ...
a sua patria o pais dos cedros,
o actual libano, não gosto dos espanhois, têm o cervantes, o picasso, pedro almodovar,preferido,
o salvador dali e o daqui, mas sofri, com a morte dos militares espanhois, esperando que o jovem sangue vertido, sirva para salvar a juventude libanesa, o libano dos nossos avoengos ...
/
abç
/

poetaeusou disse...

/
papoila
,
sabes que um poeta, eu pseudo,
são inconstantes ...
a inconstancia poética ...
não profissional, gosto de distinguir.
e com a musa das marés,
reforça essa inconstancia,
mar calmo,
mar rabioso
mar bravo
,
jinos
/

Um Momento... disse...

Beleza renovada
Belo entardecer
Sentindo
Um beijo(*)
(",)

poetaeusou disse...

/
um momento
,
sentido
momento ...
,
jinos
/