abril 22, 2007

»»»» o entardecer do nascer do breu »»»»


sonhados ocasos
em reais entardeceres
languidez derramada
indolência dos gestos
em negrume vivo
cobrindo o imenso azul
encruzilhada da cor
no dia hiato noite
esfumada luz
em breu dos amantes
noctívago reflexo
no areal espelhado
de conchas o leito
e ajustados corpos
tormentando anseios
apaziguando desejos
sinfonias de amares
óperas de búzios
de sabor a maresia
em palco de amor
poema e fotos de: poetaeuso

52 comentários:

Luna disse...

Subo ao palco de amores,escutando tua sinfonia de amares
beijos

Maria disse...

Belo concerto, este... de amor...

Inté

(as fotos são lindas)

A COR DO MAR disse...

a 1ª foto tem um espantalho estampado no céu .... foi de preposito, ou calhou?

resto de bom domingo sem mim lololol e continuacao de boa semana

bjk

Luna disse...

as fotos estão maravilhosas, mas estou de acordo com a mari,a primeira esta deslumbrante, talvez porque eu amo o mar, não sei

jinho

poetaeusou disse...

/
luna
/
musicando amores
em buzios marujantes
de trocados beijos.
/
jino
/

poetaeusou disse...

/
maria
/
esou a ficar
desconcertado
/
inté
/

poetaeusou disse...

/
acordomar
/
só tu
é que descobrias
um espantalho em nuvem
/
e que apetece cantar.
/
pergunto ao vento que passa
porque não vai por um atalho
o vento diz com tal graça
vai perguntar ao espantalho
/
beijoka
linda
/

poetaeusou disse...

/
luna

esverdeada zézinha
/
cuidada-te
como se vê as
berlengas na foto
ela gosta...
/
beijo
/

Luna disse...

Ui, ui, tenho mesmo de me cuidar?
jinhos

MEU DOCE AMOR disse...

Os búzios a cantarem óperas?

Vim só ver.Andava a nadar bem lá no fundinho,ao pé de uns seres lindíssimos.

Não vi Neptuno!!!!!

Beijinho

nanda disse...

Que fotos maravilhosas! A das nuvens está mesmo linda.
Bjs

mari triste disse...

Anda por aqui um harém muito divertido.É o amor,amiguinhas? Do que o amor é capaz!
Poeta, desiludiste-me.Tanto amor e afinal o meu blog ficou por nomear. É assim o amor?
A Maria fez-te esse reparo. Que desconsolo! Vê lá se te redimes de falta tão grave. É que com desamor não sulco estes mares tão navegados.Parto e entrego-te a Calíope.
Luna, ontem a noite foi toda tua. Como trataste o zé do mar?
Podes ficar com ele e partir para as Berlengas. Vou ler o poema e saborear as fotografias.

Menina do Rio disse...

Não sei se me perdi na poesia ou na paisagem mas caminhei ao por do sol sobre areias mansas...

beijinhos

mari amar disse...

Sonhei contigo amor
E nesse sonho eu ouvi
Um chamamento, um clamor
Era a Luna a chamar por ti

Deixei-te partir e depois
Fiquei entregue à solidão
Observando os dois
que quebraram meu coração

Ora chorava ora ria
era uma contradição
Amparada pela Maria
Suportei a solidão

Ela ficou a chorar
Ao ver o poeta partir
Mas era tudo a sonhar
E acordei a sorrir

Ora toma! Vê lá se te dou que pensar.

Leva um camião de beijos

Maria P. disse...

Sonho meu...
Lindo.

Um beijo.

Maria disse...

Ai o que eu estou a perder...
Mas estou a meio de prencher a declaração de IRS...
Já aqui venho.
Luna: eu gosto da Nazaré à noite, vista do sítio, e o que vejo na foto vai para além da dita...

Inté

sonhadora disse...

sonho com o amor...
beijinhos embrulhados em abraços.

mari mar disse...

Acho que o poeta ficou deslumbrado com alguém.Por onde andas ingrato?
volta. Tás perdoado.A Maria tá a trabalhar e as tuas odaliscas esperam-te.
Areal de abraços

rosa dourada/ondina azul disse...

Da muralha, com vista magnífica,
instalo-me e assisto ao concerto,

Bjs.

Maria disse...

mari amar

O poeta e a luna piraram-se...
Eu já entreguei o IRS, mas com o simplex isto agora tá tudo mudado... nem consegui gravar a declaração hehehehe
Mais tarde logo verei como é.
Olha que o poeta ontem bebeu muito café, faz-lhe mal, eu acho que foi por tu não apareceres...

Beijinhos

Luna disse...

Mari
fomos para as berlengas, não tivemos barco de volta, ficamos a jogar á carica toda a noite,as gaivoitas eram ás duzias nem sabes os banhos que tomamos.
noite diferente
jinhos

Luna disse...

poeta
que fazer com a mari, ela esta tristinha, deixamo-la fechada no arem e vamos para as berlengas?
hehehe
ji

Luna disse...

Ai Maria ontem para jogar á carica foi mesmo bue de cafe
ji

poetaeusou disse...

TEMOS O MARTINHO

poetaeusou disse...

/
meu doce amor
/
desencontros mareantes
/
jino
/

mari amar disse...

Oi, Luninha!
Uma noite a jogar à carica? esfalfaste o pobre poeta. Por isso anda desaparecido. Quantas vezes jogaram?
Aproveitaste bem? Olha que esta noite ele tem de jogar à carica comigo e com a Maria.
Tu olhas. Só!

Maria, deixa a escrita para outra hora. Vamos berlengar?

Poeta! Poeta! Poeta!
Que te fez a Luna? Estás inteiro?

Uma frota de beijos

poetaeusou disse...

/
nanda
/
e se tu o dizes
/
acredito
/
j

poetaeusou disse...

/
mari trist
/
és tão injusta
/

/
jino
/

mari amar disse...

Encharcaste-te de café, poeta? Homem com genica! assim é que eu gosto.
Um traineira de bjokas

Maria disse...

Já aqui estou.
Luna: hás-de expllicar-me PNDE, em que sítio, é que jogaste à carica nas berlenga... é que não tens sítio... digo eu....

Mari amar: berlengar eu vou, contigo, mas vamos só as duas... amanhã, no pássaro do sol

Poeta: tens aí café?

Maria disse...

Luna: hás-de explicar-me ONDE, em que sítio, é que jogaste à carica nas berlenga... é que não tens sítio... digo eu....

(ai este teclado....)

Luna disse...

Mari
que rico cafe, nem queiras saber, mas fica descansada eu agora vou á soneca mas já fiz um termo dele fiquem aí o poeta já vai a caminho com o cafe
jinhos

docepoetisa disse...

Esta sifonia de amares incita os amantes a uma sinfonia de amores.
bj

poetaeusou disse...

/
menina do rio
/
Olha que coisa mais linda
Mais cheia de graça
é ela menina, que vem e que passa
Num doce balanço a caminho do mar

Moça do corpo dourado
Do sol de Ipanema
O seu balançado é mais que um poema
é a coisa mais linda que já vi passar

Ai! Como estou tão sozinho
Ai! Como tudo é tão triste
Ai! A beleza que existe
A beleza que não é só minha
E também passa sozinha

Ai! Se ela soubesse que quando ela passa
O mundo interinho se enche de graça
E fica mais lindo por causa do amor

Só por causa do amor...
/
um beijo
/

Luna disse...

Poeta
vou-me deitar no leito das tuas conchas , espero não acordar toda partida
ate amanhã
toma conta do termo
jinhos

poetaeusou disse...

/
mari amar
/
não desistas
á primeira
/
lua ou lua
querem te roubar a paz
/
beijão
/

poetaeusou disse...

/
maria p
/
meu sonho ...
/
jino
/

Luna disse...

Maria
não há espaço para jogar a carica, meu deus, eu e o poeta imaginação é que não falta
hihihi
jinhos

poetaeusou disse...

maria
/
amplia a foto do por do sol
e tens lá as tuas berlengas
/
inté
/

poetaeusou disse...

/
sonhadora
/
e quando o gedeão sonha..........
/
xi
/

poetaeusou disse...

/
mari amar
/
pelo mundo da ilusão
mari
/
jino
/

Maria disse...

poeta

Tenho a ilha velha e os farilhões...
Já tinha visto....

Inté

Maria disse...

Boa noite Luna
Boa noite Mari amar
Boa noite Poeta

Inté

mari amar disse...

boa noite amigos:
poeta - sempre o primeiro

Luna e maria- companheiras de brincadeira

beijos

bom dia isabel disse...

Este teu mar, meu, nosso é uma paixão que temos em comum.A poesia é outra.
Um poema cheio de sentimento.
Beijinhos

poetaeusou disse...

/
bom dia isabel
/
mar, poetas
logo poesia
completam-de
separam-se
em união
e em
desencontros
de semtimentos
/
jinos
/

as velas ardem ate ao fim disse...

Sabes ultimamente anoiteço me...

bjinhos

poetaeusou disse...

/
as velas ardem ate ao fim
/
em dias de breu ?
/
xi
/

Sininho disse...

Definitivamente, está um king kong em cima da núvem preta...
Lindas as fotos, com sempre.
Já dei seguimento (como pude) ao desafio dos awards.

Abraço.

poetaeusou disse...

/
sininho
/
humor de "gancho"
/
abraço
/

pitanga disse...

Tiraste esta foto do teleférico?
abraços

poetaeusou disse...

/
pitanga
/
do ascensor
sou um esperto
sabias ?
/
olha a minha modéstia
/
ji
/