abril 09, 2007

»»»»»»»»» nuvens em escada «««««««««



as escadas subirei
esvoaçando ausente
da presença volúvel
em cavalgada final
de te atingir nuvem
transmutar em leito
em leito de amores
desejo esventrar-te
e fazer-te em mim
nascente de amor
em forma de chuva
que os ventos do sul
cruzando os do norte
em ventosos contrastes
de sentimento vertidos
derramando os frutos
chovidos de amores
bátegas de desejos
em carícias chuvadas
aguaceiros de beijos
trovoadas de gritos
faíscas de espasmos
relâmpago de êxtases
nos clímaxes da noite
poemado/fotos: poetaeusou

38 comentários:

mari amar disse...

Mais um poema muito bonito onde o amor é a tónica principal. Sobe as escadas, desfaz a nuvem em bátegas de beijos, aguaceiros de abraços, cavalga os ventos, do norte, do sul e sê feliz.
Ama e sê amado.

Aguaceiro de beijos, vendaval de abraços

Maria disse...

Que bem descreves aqui o amor, poeta...
Que bonito...

Inté

poetaeusou disse...

///
mary amar
/
sobe as escadas e acompanha-me
feita agua condensada nesta nuvem,
e inundaremos o nossos planeta,
de sublimes sentimentos
/
beijos em chuva miudinha ...
///

poetaeusou disse...

///
maria
/
conheces as escadas
/
aqui ao lado
subida para
os meus dominios
/
inté
///

Maria disse...

Pois conheço... essas e muitas outras...
Não deve haver rua na praia que eu não tenha calcorreado...

Inté
(na praia, no sítio e na pederneira...)

sonhadora disse...

tem um dia cheio de sonhos.
bjokas

Moura ao Luar disse...

Na vida há sempre escadas, subindo ou descendo, o caminho nunca é igual. Beijo

poetaeusou disse...

***
maria
/
hoje estou triste
mas, "botei" sorriso
com uma frase tua.
/
em tempos idos
fui catequista,
grupos desfavorecidos,
de uma certa etnia, hoje
inseridos, os que querem,
por cultura independente.
/
a maria "cigana", quer ser assim,
tratada, uma grande amiga, quando a
encontro pergunto, maria onde está,
deus ? responde ela... Zé, deus
está, no céu, na terra, em toda,
a parte, na "paaia", no "xito", e na "perdananeira"»visão do limite!«
/
inté
///

poetaeusou disse...

///
sonhadora
/
sonha comigo
sonho contigo
hóhóhóhóh
/
joka
///

poetaeusou disse...

///
moura ao luar
/
não tem cruzamentos
não é assim tão mau...
/
dá-me o teu luar
e ficarei teu mouro
/
xi)
///

acordomar disse...

Poeta conheço muuuito da nazaré, mas essas escadas nao, tenho de ir aí visitar essa parte

Do poema, ja sabemos que é sempre cheio de amor, para as marys :)))

Beijoca *

poetaeusou disse...

*
acordomar
*
lin(d)a
*
estou em vigia
á espera que as acimas
para ir ao teu encontro...
*
ia/vou contactar-te
*
joka
*

Sininho disse...

Todo esse temporal é um tanto assustador...
Que se cuide a tua amada...

Abrç»

sonhadora disse...

O sonho comanda a vida. Tem um dia de sonho.
Beijinhos embrulhados em abraços

poetaeusou disse...

///
sininho
/
virtualidades
/

///

Isabel-F. disse...

belas palavras bem ilustradas ....

ou ilustração bem legendada ...

gostei.

bjs

Maria disse...

Fico feliz por te ter "botado" sorriso com uma frase...

Inté

Fernanda disse...

... conheço essas escadas...
escadas da vida... que nos
transportam ao amor...e por vezes
as nuvens... ensombram... esse mesmo amor...

Um abraço

Luna disse...

Devagarinho…lentamente, vou subindo as escadas, quero chegar mais perto do ceu onde o amor existe, mas vejo nuvens sombrias, onde esta o sol? mas continuo subindo, pois acredito que as escadas continuam para lá desse tempo tenebroso onde o vento uiva assustado com os trovões, mesmo com medo vou subindo, não paro, de olhos fechados continuo, tudo tem o seu preço ,só quando o pagamos através das dificuldades, mas continuando a acreditar, as nuvens negras de dissiparão e a luz da harmonia fará os ventos do sul e do norte se aquietarem
jinhos

poetaeusou disse...

***
sonhadora
*
sonhando com
a mesa dos sonhos
*
deixo marés de sonhos
***

bom dia isabel disse...

Este blog é um aguaceiro de amor. Não há nuvem negra, nem trovoada que mutile a paixão que arde no peito deste poeta. Não te conheço mas, pelo que pressinto, há um sentimento muito profundo, ardente, a sobrevoar o teu mar.
Gostei muito.
Beijinhos

poetaeusou disse...

***
isabel-f
*
art e design
evidente
nos comentários
*
ondinhas muitas
***

poetaeusou disse...

***
maria
***
á inchentoza
vens á praia
só praires ás
mariscadas ó ala arriba
*
inda dizzamm qe tá crisiiia.
*
inté, inté

rosa dourada/ondina azul disse...

As escadas eu subo rumo ao infinito.
Até penso voar,
e nas asas duma gaivota, o vou encontrar.
Desloco-me para norte, desvio para o mar,
e no vasto areal, vamos desaguar!

Boa semana

poetaeusou disse...

///
fernanda
/
subidas
escadas
doridas
cansadas
descidas
para a dor
e só o amor
no
a faz prisseguir
/
abç
///

//

mari amar disse...

Poeta, peço-te desculpa mas, mais uma vez, tenho de me dirigir à Luna. Tem cuidado menina! Quanto mais alto subires maior será a queda. Ontem falavam de Himalaias, hoje continuas com espírito de alpinista e temo que a queda seja grande. Eu sei que o poeta te ampara mas cuida-te.Não te deixas cair daí a baixo.
Areais de beijos salpicados

poetaeusou disse...

///
bom dia isabel
/
o mar
sobrevoado
é de encantar
com aguaceiro
com trovejar
nuvem, nuvoeiro
é de exclamar
é belo, o mar
/
jinos
///

poetaeusou disse...

///
rosadourada/ondinaazul
/
e desaguando
na dourada areia
em que o rosado sol
dando luz ás telas
pintadas em ti
ondinando as cores
de azuis afluxados
marinhos, celestes,anilados
imaginando ninfas remotas
sinfonias de pililipilipares
os cantares das gaivotas
/
semana de boa maré
///

poetaeusou disse...

///
///
LUNA
/
e a harmonia
aflorou
os espíritos salutares
aquietaram
os espíritos pérfidos
os ventos brandos
venceram os tenebrosos
é dor marcada
subindo a escada
olha o farol,
que luz espraia
é, é o nosso sol
é o himalaia …
/
Ji)
///

poetaeusou disse...

///
mari amar
/
foi a ensaiada forma em olvidares,
o nosso amor eterno, mari ?
as tuas juras de amor são afinal,
o trivial, de quem jura, mente ?
onde está a destrinça,
do barlavento e sotavento ...
que ganho o teu, do mau trespasse ?
o secreto acordo, com a Luna,
o que o motivou ?
»»»»»»» eu um objecto ??? «««««
/
///

=^.^= Tarina =^.^= disse...

Já te contei que em pequena imaginava o que seria o formato das nuvens não já?!
Já vi que também imaginaste muita coisa...

=^.^=

Maria P. disse...

Lindo. Tudo.

Beijinho*

poetaeusou disse...

*
tarina
*
a minha imaginação não tem a tua subtileza.
*
mas conto um segredo, eu, ainda hoje o fiz, debaixo de uma grande trovoada, gosto de apanhar chuva.
em menino nunca chorava, minha avó, dizia-me se chorasse, as nuvens ficavam secas porque as lágrimas, vinham das nuvens.
*
no actual as minhas nuvens, vertem
sentimentos, puros, transparentes.
*
xi)
*

poetaeusou disse...

/
maria p.
/
complacente
obsequiosa
/
tudo
/
bi)
/

Luna disse...

Mari...Mari, esse é um ditado muito antigo, mas são só palavras minha linda , sonho o suficiente para me manter humana,mas subo as escadas com cuidado,pois por vezes para continuarmos por caminho seguro temos de dar passos atras.

Poeta hoje o tempo esta de inverno.
jinhos aos dois

poetaeusou disse...

///
luna
/
estou a sentir-me mexilhão...
/
qual das meninas
será
a
pedra
ou
mar ????
/

mari amar disse...

Poeta, desculpa!
Eu sei querida Luna que tu és cuidadosa mas todo o cuidado é pouco. Não subas depressa nem muito. Se ambos fugirem para os Himalaias não mais lá chegarei. E o poeta perderei. Tu mo roubarás para sempre.Eu sei!

Poeta

Mari amar e Luna são duas nuvens passageiras mas levar-te-ão pelo firmamento com o vento e todos partilharemos um bom momento. De amor!

areal de beijos com lindas pedrinhas

poetaeusou disse...

///
mari amar
/
ménage á trois ?????????
/
jino
///