abril 10, 2007

»»»»»»»»» 2 - 3 - 1 «««««««««





///////
//////
/////////////
////////


os dizeres falhados, dilacerados, por rasos fúteis
sons encalhados, desfigurados, falhos de inúteis

em rasados muros, lisos com falhas, frios do sol
visados rasos, na muralha acasos, á praia aproar
não falhados avisos, sobreavisos, sophia, redol

aproar, numa fenda na muralha, encalhar, encalhar

poemado/fotos poetaeusou

30 comentários:

mari amar disse...

Voos rasados
Falhados
Quedas abruptas
Dizeres sem nexo
A saber a sexo
De poeta
Asceta
Apaixonado
Que deseja
Ama e sofre
Pela amada
Também apaixonada


Um areal de beijos

Maria disse...

Do barranco de cegos veio, nas marés, o cavalo espantado.
****************
Bonita homenagem ao Alves Redol, que adorava a Nazaré, onde passeava de boina e camisa de pescador pela praça dos cafés....

Hoje, um abraço

poetaeusou disse...

/
mari amar
/
queres abrir brecha
e como flecha
para o tal correres
está no teu sangue
não aceitares os meus quereres
eu sei sofrer e por aí não vou
prefiro não me importar e gritar,
asceta eu sou
/
beijo, apesar de,
/

poetaeusou disse...

/
maria
/
onde estava a academia sueca...
/
gaibéus
avieiros
fanga
marés
vindima de sangue
porto manso
muro branco
a barca dos sete lemes
/
tenho uma boina dele
/
perseguido por ser inteligente ...
/
inté
///

seta disse...

vIm adicionar um link ao meu cantinho novo e dizer-te boa noite. :)
Bjs.

poetaeusou disse...

/
grato
pela
visita
/
boa noite
/
bj
/

Teresa Durães disse...

:)

apesar de estares a soltar um grito,
desculpa o sorriso

gostei bastante do que li
(e a ti cabe-te saber porque o escreves)

boa noite

sonhadora disse...

Tem um dia com sonhos coloridos.
Beijinhos embrulhados em abraços

Isabel-F. disse...

"
os dizeres falhados, dilacerados, por rasos fúteis
sons encalhados, desfigurados, falhos de inúteis
....
"


belo


bj

poetaeusou disse...

/
teresa
/
que sargaz argutismo ...
/
continuo a amigazar
com as minhas gaivotas.
esperando detectar
alguma diferente
a voar por aí...
/
feita teresa
/
e
vou
continuar a olhar o céu
/
bom dia
/

poetaeusou disse...

*
sonhadora
*
sonhos
quem os não tem ...
*
embrulhados
em
beijos
e
abraços
irisados
*
xi
*

poetaeusou disse...

+
isabel-f.
+
é a realidade, é a vida...
+
o belo
que nos
transcende
...
encontra-se
art & design
+
b)
+

A COR DO MAR disse...

Adorei os "tamarzinhos" :))))))
beijo*

Sininho disse...

Ai a beleza desse mar, dessas ondas, dessa espuma...
Valem por todas as palavras.

Abrç»

poetaeusou disse...

*
acordomar
*
ainda agora vim do mar
de remar contra a maré
já danço com a acordomar
o vira da nazaré
*
beijo
*

poetaeusou disse...

*
sininho
*
espuma do mar
sobem marés
eu a dançar
molhando os pés
cantos a espalhar
pelas falésias a ecoar
*
abç
*

A COR DO MAR disse...

Dancei folklor em estudante
Grupo de dancas e cantares
Gosto do ritmo desta musica
Mas nao ha igual ao Támars

ehehe ;**

rosa dourada/ondina azul disse...

Esse mar que inspira os poetas!
E a lenda, que nos conta ?
Não me digas ó mar,
eu prefiro sonhar,

beijo prateado

Luna disse...

Sentimos essas falhas no interior da roupa que nos deram à nascença mas olhando o que na cerca, vamos descobrindo que tantas coisas são imperfeitas, e essa descoberta talvez nos mostre que a força de mudança reside em nós , como a natureza ainda que alterando a cada instante, luta para sobreviver mesmo com brechas .
jinhos

poetaeusou disse...

/
acordomar
/
d. fuas
não foi
tentado
pelo demo
é mentira
foi tentado
pelos teus olhos
quando
folkloravas o vira
/
jino
/

poetaeusou disse...

/
rosa dourada/ondina azul
/
óh nazaré.
/
da lenda, feita glória de vivaldi,
sua cor numa tela de matisse
as nazarenas nas pinturas de degas
seu sol de róseos dourados
o mar de ondinas azuladas
gaivotas nos bailados de olga roriz
o murmujar das suas ondas,
nas quatro estações de vivaldi...
/
conchinhas nazarenas
/

poetaeusou disse...

+
luna
+
não pretendas
a perfeição.
procura, simplesmente,
travar a imperfeição,
de que somos feitos,
evitar brechas,
colmatá-las com a força
dos nossos sentimentos
e viver...
com os escolhos e angustias,
de que a vida é pródiga...
/
jino
/

Doces Momentos disse...

Num voo rasado deixo o meu carinho e um beijito doce

as velas ardem ate ao fim disse...

Sabes tenho a sensação que encalho muitas vezes na minha propria vida.

bjinhos

poetaeusou disse...

*
doces momentos
*
não deixes
brechas na minha muralha
*
ji
*

poetaeusou disse...

/
as velas ardem até ao fim
/
o meu encalhe
já criou raizes
/
não há rebocador que me safe...
/
pouco poético, não é ?
/
bji)
/

MEU DOCE AMOR disse...

Gosto das palavras e das imagens.

Mas fiquei com frio...o mar é muito cinzento....muito alto...

Gostei disto / / / / /

fica giro :)

Beijinho doce

poetaeusou disse...

*
meu doce amor
*
inca mulher
*
o mar alem de belo
é leal e bom
só quer
o nosso respeito
e tolerancia
para os humores.
*
doces estrelinhas do mar.
*
jino
/

mari amar disse...

"Aproar numa fenda da muralha, encalhar , encalhar..."

e o barco ficou sem proa. assim de que servem os remos, Luna?
é melhor procurar outras águas e...outro barco, talvez.

areal de beijos, ondas de abraços

poetaeusou disse...

/
mari amar
/
aproar numa fenda
é atravessá-la.
uma fenda é uma passagem, topas...
+omitindo as louras estáticas+
/
procura, vai procurar...
outro barco, outras águas...
eu sei que voltas...
aos meus braços...
amor pródigo...
/
joka
/