abril 03, 2007

»»»»»»»» 3 - 1 - 2 = versos ««««««««

barcos cingidos em espera
enlaçados em etéreas madrugadas
minha avidez é simples quimera

nada me acuses, tu só divagas

como poderei ser o teu arrais
se aprontas o rumar a outro cais
poema/foto: poetaeusou

34 comentários:

acordomar disse...

Ta muito bonito Poeta.
Tudo; palavras e o quadro (da tua praia)um espetaculo...

Beijocas verdes ;* (da cor do Aloé)

dacasadamathilde disse...

" Como poderei ser o teu arrais
Se aprontas o rumar a outro cais"

Acreditas que ela, alguma vez, rume a outro cais?Estás tão apaixonado, poeta!
Não acredito!Não há, não pode haver, tão grande crueldade.
Doce poeta,ser humano inigualável, aguarda, mantém a serenidade, ela não abandonará o teu cais e tu serás o seu arrais.
Bonito poema feito por quem ama e merece ser amado.
Beijinhos

poetaeusou disse...

///
acordomar
/
aloés, aloés, aos molhos ...
/
jokas
///

poetaeusou disse...

///
acasademathilde
/
Acreditas que ela, alguma vez, rume a outro cais?
/
a tua opinião é ???
/
jinos
///

dacasadamathilde disse...

Nunca! Ela jamais sairá da Nazaré!
Um nazareno beijo

Sílvia disse...

Nunca ninguém esquece o seu cais... :)

Bj

poetaeusou disse...

///
acasademathilde
/
Nazarena ?
o beijo que
agora me deste
não tem sabor Nazareno...
/
hihihihihihi
/
desculpa
/
jinos
///

poetaeusou disse...

///
silvia
/
ora bem
/
e sei que o teu está,
algures na bracara augusta
num certo chafaris
em que foste salva ...
/
xi
///

Maria disse...

Pois é, às vezes acontece aprontar rumo a outro cais... em viagem...
... mas volta, sempre, ao cais de onde partiu... sempre...

Inté

poetaeusou disse...

///
maria
/
é
/
já o tony cantava,
/
no cais ficou a tua imagem,
igual a tudo aquilo que não presta.
o amor que nos prendeu
desfez-se em fumo
/
inté
/

non disse...

Gostei. Muito particularmente dos dois versos finais. bem achados!

Bjs. :)

poetaeusou disse...

///
non/
/
mady
/
registo com agrado
tão douta opinião
/
grato
/
xi
/

pitanga disse...

Quando o barco quer partir...deixa-o. Não tentes amarrá-lo.

abraços

poetaeusou disse...

///
PITANGA
/
é o que faço sempre
/
abç
///

bom dia isabel disse...

O sorriso desfaz-se-me no rosto à medida que me aproximo dos dois últimos versos. Tu apaixonado e ela, ingrata, pronta a rumar a outro cais? Não desistas desse sonho. Agarra-o com tenacidade.Ela será tua.
Desconhecia este tipo de composição poética mas está muito bonita.
Beijinhos

poetaeusou disse...

***
BOM DIA ISABEL
*
e eu vogando
num mar sem rumo
ao sabor das procelas
*
cais em espera ou noutro cais,
será real ou quimera ...
*
jinos
*

Sininho disse...

Este pequeno poema tem o encanto das coisas simples.

Rumar a outro cais faz parte
do labirinto da vida.
Sê persistente, sem ser insistente.
Se vale a pena, não desistas...

Abrç»

Teresa Durães disse...

também gostei
(tenho em casa um barco pintado a preto e branco muito semelhante a esse de um pintor da Nazaré)

tenho andado meia adoentada daí a minha ausência

bj

poetaeusou disse...

*
sininho
*
Sê persistente, sem ser insistente.
*
sábia
*
abç)
*

poetaeusou disse...

*
teresa
*
o quadro se é da,
Nazaré
tem nível de certeza.
*
uma sólida recuperação
*
bj)
*

wind disse...

Em pouco "disseste" muito. Gostei:)
beijos

poetaeusou disse...

/
wind
/
brisa mareante
de quadrantes ventos
partidas...chegadas...
em angustiantes ais...
os cais dos lamentos
os lamentosos cais...
/
ji)
/

Maria P. disse...

Conhecer outros cais,naufragar, mas saber regressar.
3-1-2 = Belo (a)mar.

Beijinho*

poetaeusou disse...

***
maria p.
*
regressar
ao cais
e
naufragar
no
belo(a)mar
*
jino)
***

rosa dourada/ondina azul disse...

Eu queria rumar para o cais,
esse, para onde tu vais!

beijo azul mar

Luna disse...

Em etereos pensamentos,suaves momentos no sono te envolve, são desejos ,petalas, beijos,que chega devagar, sem avisar o memento, mas vem para ficar.
jinhos

=^.^= Tarina =^.^= disse...

Lá vem desencanto...
Amor = Sofrimento...
Será...
Não tem que ser...

beijo =^.^= tarina

poetaeusou disse...

///
rosadourada
/
rumar
contigo queria
neste
azul mar
que feliz
seria
/
xi)
///

poetaeusou disse...

***
LUNA
*
sim luna
pensamentos, diáfanos, translúcidos
e sono envolvido em desejos, pétalas, beijos ...
Luna, serás tu o meu anjo protector...???
*
jino
***

poetaeusou disse...

///
TARINA
/
desencontros, tarina.
sofrimento, dor, angustia.
sou um "desinfeliz"
como se dz aqui.
Eu pareço um telenovelo.
vou entregar-me á TVI ...
/
jino)
///

=^.^= Tarina =^.^= disse...

Desencontros...

Sei o que isso é!

... =^.^= ...

poetaeusou disse...

***
tarina
*
como se
resolve
diz - me ...
*
xi)
***

Luna disse...

Se ser o teu anjo protetor te faz feliz , te acalma as magoas que vem nas ondas do mar bravio,te envolvo nas asas serenas do meu duplo eterio o anjo de luz, pois eu sou terrena , talvez um " anjo caido" em procura perpetua de branquear a alma.
beijos

poetaeusou disse...

///
Luna
/
Meu anjo protector
de luz etérea
/
o mar continua feroz ...
o anjo caído continua,
em desencontro.
espero-o
/
confirmo com o post seguinte:
/
xi)
///