março 12, 2007

e não sentes aquela raiva nos dentes


para aqueles que só sabem trabalhar

Porque os outros se mascaram mas tu não
Porque os outros usam a virtude
Para comprar o que não tem perdão.
Porque os outros têm medo mas tu não.
Porque os outros são os túmulos caiados
Onde germina calada a podridão.
Porque os outros se calam mas tu não.
Porque os outros se compram e se vendem
E os seus gestos dão sempre dividendo.
Porque os outros são hábeis mas tu não.
Porque os outros vão à sombra dos abrigos
E tu vais de mãos dadas com os perigos.
Porque os outros calculam mas tu não.

in) Sophia de Mello Breyner

35 comentários:

Isabel-F. disse...

é uma maravilha este poema ...

lembro-me de o ouvir cantado pelo "Padre" Fanhais.

boa semana
bj

=^.^= Tarina =^.^= disse...

;) Comecei a ler e pensei...
Já li isto em qualquer lado ;)

(Não é muito normal postares poesia que não são tuas lololol)

Depois vi de quem era ;)

È bonito ese conjunto de palavras que formam um todo tão certo...

1 beijo garnde para o poeta =^.=^tarina

poetaeusou disse...

isabel.f
foi o francisco, que mais cantou,.
este poema. Uma pérola (do Indico)
da Sofia ...
*não me digas que não me compreendes*
b)

poetaeusou disse...

ninfa tarina.
realmente a 1ª vez. estou triste.
e para não ser agressivo no postar.
enviei psra o lado misterioso.
um pedido á sofia e socorreu-me.
a razão? o zé-do-mar disse-me, que.
continuam a "abater" os barcos.
na tua zona tambem ! é só isto...
*Óh mar salgado quanto o teu sal,
são lágrimas de Portugal*
Tarina, canta o mar aos tu(es)as,
joaninhas num coral feita tarina.
hoje jinos salgados/doces.

Maria disse...

De repente entro aqui e "oiço" o Fanhais... sem o ouvir. Mas está na minha cabeça. Sempre!

Bonitas as fotos dos trabalhadores do mar...

Inté

poetaeusou disse...

MARIA HOJE ESTOU ASSIM
QUE ME PERDOEM
AMANHA VOLTA ... O AMOR ...
Vocês existem
bordados a ponto cruz
fazendo a guerra
sugando o povo
sorvendo a luz
com Estoris, cocktails, recepções
whisky, cascatas e rallies
trapeiras e esconsos saguões
discursos, salmão, lagosta
pão duro, desespero e crosta
e sorrisos de hospedeiras
Ai não há dúvida
continuam ainda a existir
até ao raio que os há-de partir
in) francisco fanhais.
inté

Isabel-F. disse...

claro que compreendo ...

bj

poetaeusou disse...

isabel.f
Não tomes as minhas dores ...
São dias ...
não é contra ninguem.
é contra a Globalização. só.
pérolas para os teus cuidados.
b)

Sininho disse...

Não gosto da chamada "luta de classes".
Já vi separar muitos casais e muitos amigos, à conta dela.
Desculpa lá, poeta.
Abrç.

poetaeusou disse...

sininho
não é luta de classes.
tambem não gosto.
é a globalização...
só.
abç.

PoesiaMGD disse...

Gostei de rever este poema! Obrigada!
Um abraço

Paula Raposo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Maria disse...

Tou a gostar da "luta de classes" (que existe, sim, sininho), e também da "globalização" (que não te deve chatear tanto assim, poeta....)
Mas como este blog não é pra discutir política, vamos animar um pouco.

Cortaram-te as asas, rouxinol
Cortaram-te o bico, rouxinol
Rouxinol sem asas não pode voar
Rouxinol sem bico não pode cantar

(Não me lembro bem se é assim, mas anda lá por perto)...

Adeus Maria
qu'eu vou pró mar
buscar sardinha
pra seres rainha
ela é fresquinha
é cor de prata
não tenhas meno
que o mar não mata
Não vás ao mar tóino
que o mar é ruim tóino
não vás ao mar
fico sem ti
ai toino toino
tão mal estimado és
ai toinoi toino
nem umas meias tens prós pés....

Até amanhã

=^.^= Tarina =^.^= disse...

:( triste não...

Cá esperarei por ti ... postandpo sobre o Amor... Postando sobre o nosso mar...

1 beijinho poeta =^.^= tarina

rosa dourada disse...

Olá poeta,
bonito poema dum outro poeta(poetisa).
Anima-te, vem aí a Primavera!

poetaeusou disse...

MARIA QUERIDA AMIGA.
É injusta, para com o Zézinho ...
NÃO MEREÇO esta frase...
»»»» e também da "globalização" (que não te deve chatear tanto assim, poeta....) «««««««««««
A querida de vez em quando "HIATA"
hiato, lacuna. hihihihihihihi
O beneficiar não obriga a concordar.
envia-me uma tulipa negra ...
inté

poetaeusou disse...

***
poesiamgd.
***
feliz por teres gostado
***
pedrinhas douradas daqui///
***

poetaeusou disse...

TARINA
***
ainda, hoje
***
e gaivotas muitas.
num amor gaivotado.
***
bj)

poetaeusou disse...

***
Paula raposo
***
como tu, paulinha
***
hummm, que cheiro a canela
***
sapato não, sô nacib
***
xi.
///

poetaeusou disse...

///
rosa dourada
/
e tem um miguel que ... enfim.
/
PrimaVera ?
/
nem, vera, violeta, vanda, vanessa.
não ligues ...
até
/

Era uma vez um Girassol disse...

Sophia e a sua poesia maravilhosa...
Bem escolhido este poema!
Beijinho

Luna disse...

A verdade de vida, as diferenças,as lutas, o cansaço de ser, como tudo isso é dificil
jinhos

Paulo Silva disse...

Passo a desejar uma boa semana,de preferencia em boa companhia.

poetaeusou disse...

girassól
para ti, flor môr
Mesmo que eu morra o poema encontrará
Uma praia onde quebrar as suas ondas
E entre quatro paredes densas
De funda e devorada solidão
Alguém seu próprio ser confundirá
Com o poema no tempo.
in) sophia m. breyner

poetaeusou disse...

PARA TI.
serena luna
/
poema
Se todo o ser ao vento abandonamos
E sem medo nem dó nos destruímos,
Se morremos em tudo o que sentimos
E podemos cantar, é porque estamos
Nus em sangue, embalando a própria dor
Em frente às madrugadas do amor.
Quando a manhã brilhar refloriremos
E a alma possuirá esse esplendor
Prometido nas formas que perdemos.
in) sophia m. breyner
jino)

poetaeusou disse...

paulo silva
grato
boa companhia, sempre.
a net, os livros, os escritores,
os poetas, as musas ...

Da Casa da Mathilde disse...

Poesia e bom gosto. Lado a lado. Inspiração da maresia? Ou de alguma gaivota que por aí anda "cantando"?
Seja lá do que for, o teu blog tem encanto e magia.
Beijinhos

wind disse...

O meu poema preferido de SMB:)
Beijos

poetaeusou disse...

da casa da mathilde

desde que não seja,
canto do cisne ...
hihihi
passei teu blog
hoje estou marado.
vai em frente ...
/um, com carinho/

poetaeusou disse...

*
WIND
/
sempre a brisinha,
do bom gosto.
/
ventinhos nazarenos
/
*

acordomar disse...

... tu nao... la la la la, la la la, la la la ...
(cantei-a ha dias esta saudosa, com o pai duma aluna, à viola - foi lindo)
Beijoca*

=^.^= Tarina =^.^= disse...

Estou em pleno voo...

A brisa que corto refresca-me os pensamentos LOLOLOL

1 beijo poeta e boa noite =^.^= tarina

poetaeusou disse...

/
A COR DO MAR
/
No Inverno penso muito
Oh que coisas eu já via
qualquer dia
qualquer dia
/
xoxinho
/

poetaeusou disse...

*
TARINA
*
não os congelos...
ihihihi
/
aterra bem
/
jinos
*

Sílvia disse...

Os teus poemas são lindos mas também sabe bem vir cá e ler Sophia :)

Beijinhos