setembro 25, 2012

um dia . . . talvez !


talvez um dia,
possa falar de mim
arejar minhas gavetas
espalhando os poemas
entre as frinchas do baú
que por medo eu não abri,
talvez um dia,
entendas porque razão
a busca da tua ausência
foi presença solicitada
no silêncio transmutado
das sensações confessadas !
poema e fotos: poetaeusou

68 comentários:

elvira carvalho disse...

Talvez um dia eu aprenda a comentar poesia com a qualidade que o seu talento merece.
Um abraço

poetaeusou . . . disse...

*
elvira carvalho
,
Como eu adoro
os teus incisivos e curtos comentários,
que, segundo, os nossos dicionários,
são penetrantes, eficazes, terminantes,
falas em talento, será engenho, ? arte ? dom ?
não, minha amiga virtual,
quanto muito, uma forma silabada,
que procura, harmonizar letras,
em frases de entendimento . . .
,
entendidas conchinhas.
ficam,
*

helia disse...

Como eu gostaria de um dia ser capaz de expressar os meus sentimentos numa linda Poesia ! Mas "a tal não me chega o engenho e a arte..." Por isso vou-me contentando lendo e apreciando a Poesia de quem é Poeta ! E é ótimo começar o dia lendo uma bela Poesia !

Agulheta disse...

Amigo poeta.Nestas palavras no diz muito,talvez em dia!Sim talvez um dia cada um de nós abra a gaveta das palavras,poesia e liberdade,actualmente estão muito fechadas.
Amizade deixo e bjs amigo

Solange disse...

talvez um dia eu consiga enxergar o lado positivo de tudo o que acontece em minha vida..

bjs.Sol

GarçaReal disse...

Tantas vezes temos tanto de nós guardado num baú a sete chaves....Quem sabe libertando o ego ganharíamos asas....

Noite feliz Poeta do mar e do amor

Pilipando regresso às minhas águas

Bjgrande do Lago meu amigo

Lilá(s) disse...

Talvez um dia amigo poeta...
Bjs

Filó disse...

Todos nós nos interrogamos qual será o dia em que conseguiremos abrir as tais gavetas cheias de coisas boas e menos boas...fazem parte de nós, são só nossas.Por vezes negamos o que é evidente mas um dia havemos de ter coragem para o fazer e aí sim libertamo-nos para a vida...
Poeta, um Beijinho

vieira calado disse...

Talvez!...

É preciso esperar?

Saudações poéticas!

poetaeusou . . . disse...

*
helia
,
Amiga virtual,
,
A poesia,
está ao alcance de todos,
quando escritas com a sensibilidade,
que nos faz sentir a vida !
,
Conchinhas,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Agulheta,
,
Amiga
,
vamos trocar o talvez,
com a absoluta certeza,
que a arca da poesia
e o baú da liberdade,
arejarão as gavetas por abrir !
,
espraiadas conchinhas,
deixo,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Solange
,
Sol
,
Em todos os momentos de um Dia,
recebemos sinais, positivos e negativos,
quem os envia ? teremos de procurar em nós . . .
eu diria, basta enxerga-los, basta enxergá-los . . .
,
Enxergadas conchinhas, ficam .
*

poetaeusou . . . disse...

*
GarçaReal
,
Respeitada e querida amiga,
,
Por ti, fui profundamente atingido,
o que me levou a plagiar Arquimedes,
Eureka, gritei, exclamei, vociferei !
é isso tenho o meu Ego cheio de Penas, bradei !
posso voar livremente, porém voltei á Terra,
as minhas penas eram outras,
desapropriadas entre as asas . . .
,
Ah Luís, meu Vate
Perdigão perdeu a pena,
Não á mal que não lhe venha,
Não é poeta ?
,
srsrsrsrsr,
,
perfumadas águas pipilitantes,
envio-te querida amiga,
*

francy´s disse...

É caro poeta, belas palavras.
Um abraço.

:.tossan® disse...

Talvez um dia, juntos degustaremos um belo tinto português da tua escolha. "Um dia . . . talvez !"
Poesia, mar e o poeta és tu. Abraço

poetaeusou . . . disse...

*
Lilá(s)
,
Arroxeados lilases,
Um dia, avioletarão a vida !
,
Purpurantes conchinhas,
Ficam,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Filó
,
Dilecta amiga,
Mergulho nas tuas palavras, Só . . .
,
Um mar de jinhos,
*

poetaeusou . . . disse...

*
vieira calado
,
Sempre incisivo .
Quem espera, desespera, é ?
,
Saudações silabadas,
Ficam,
*

poetaeusou . . . disse...

*
francy´s
,
Grato fico,,
Um mar de saudações,
Deixo
*

poetaeusou . . . disse...

*
tossan®
,
Porque não ?
Estou disponível .
Bons Tintos ?
Estou reduzido a cem (100) marcas,
Chegam ?
*
Aquele abraço,
*

TITA disse...

Quando a busca da ausência é presença solicitada...será preciso ábrir gavetas?Belo poema e bela dualidade.Um abraço.

poetaeusou . . . disse...

*
TITA
,
querida amiga,
as gavetas da ausência,
não enraízam futuros . . .
como saberás !
,
brevemente irei visitar
o teu cantinho,
(o tempo , foge-me . . .)
,
presentes conchinhas, ficam,
*

Era uma vez um Girassol disse...

Querido poeta, passaste pelo meu campo de girassóis e deixaste, como sempre, o teu carinho em conchinhas!!!
São muitos os silêncios, não há lugar para a escrita.
Um abraço da girassol

MEU DOCE AMOR disse...

Olá:

Beijinho doce:)

Poucas palavras e tanto!

Marlene Maravilha disse...

Bom saber que sabes confessar as sensacoes. Assim se resolvem os problemas! A vida é linda!
As tuas fotos sao muito bonitas! Transmitem a soberania de Deus!
Fica bem!
beijo

© Piedade Araújo Sol disse...

um titulo muito pertinente para um belo poema e umas fotos excelentes.

beij

Lena disse...


Um beijinho Poeta !

Duarte disse...

Seria o ideal. Valor temos, mas às vezes dói mexer em certos papeis.
Se é o canto dum verso, que venha, já tarda!
Abraços de boa amizade

poetaeusou . . . disse...

*
Era uma vez um Girassol
,
e, silenciosamente,
deixo conchinhas recheadas,
de saudades e respeitos !
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
MEU DOCE AMOR,
,
Ói,
fiquei bué agradado,
vou no ir, tá ?
,
bué de Intés,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Marlene Maravilha
,
Linda Amiga,
,
É, como escreves,
,
a glória de Deus é a beleza do Seu espírito.
não é uma beleza estética ou material,
mas é a beleza que emana do Seu carácter,
de tudo o que Ele é .
,
in - Tiago 1 – 10,
,
celestiais conchinhas,
ficam
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
© Piedade Araújo Sol
,
Sol,
,
E se for
um titulo vazio,
sem recheio, sem conteúdo ?
srsrsrsrsrsr .
,
um mar de jinhos,
ficam, aqui,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Lena
,
Como está linda a Nazaré !
hoje (aberraçou),
uma chuva miudinha,
e o areal encenou a “cosmopolitariedade”,
foi pisado por vários idiomas,
dei algumas informações em cinco idiomas,
básicos, (très basique), mas entendíveis,
digo eu, srsrsrsr,
,
os orientais submergem,
é o chamado “Perigo Amarelo”
porem, educados e respeitáveis, são-nos !
,
Marés vivas, deixo-te
*

poetaeusou . . . disse...

*
Duarte
,
Ai, a tua lucidez,
invejo-te, se me permitires !
,
ondas de tolerância,
em marés de amizade,
aqui ficam,
*

CamilaSB disse...

Talvez um dia
o sonho do poeta
se concretize...
Já dizia outro poeta
que «o sonho comanda
a vida!»
Muito lindo o poema e as fotos!
Um beijinho e boa semana :)

poetaeusou . . . disse...

*
CamilaSB
,
amiga virtual,
,
é, tens razão, como sabia o,
(Antonio)"Rómulo"
(Gedeão) " de Carvalho" . . .
,
marés de poesia,
dou-te,
*

Luis disse...

Meu bom Amigo,
Ainda bem que não nos deixou conforme tinha pensado há tempos atrás! Estando em forma como está era uma pena que tal sucedesse!
Um abraço amigo e companheiro.

São disse...

Vamos a saber: tenho saudades tuas e quero saber quando regressas e se tudo está bem contigo!

Um abraço apertado , com votos de bom final de semana, Amigo.

Silenciosamente ouvindo... disse...

Sempre um gosto vir ao seu blogue
na certeza de que encontro poesia
de qualidade.Beijinho
Irene Alves

Baila sem peso disse...

Vejo que não só eu, mas também tu
tens um baú
com muitos segredos
de sensações,
fechados corações
que nos consomem
e nos silêncios da vida dormem...
por medos...mas se são segredos...
dormem afagados nas indecisões
quiçá por outras condições
que a vida nos dá...

(vou andando por aqui, amigo meu, mas muito depressinha, que a vida me tem prisioneira de tanta "trabalheira") :)

(vejo que ainda não voltaste desde o ultimo dia que aqui eu estive a ler, sem comentar...um mês já passou...será que o "talvez" para o certo voou?) :)

Beijinhos, poeta da Nazaré
Em que as ondas agora
De tão grandes que são
Só dão para molhar o pé! :))

Lilá(s) disse...

Por onde andas amigo poeta? partilha connosco mais um pouco das tuas lindas poesias.
Bjs

lua prateada disse...

Sempre maravilhoso voltar aqui...poder ver belas imagens e ler belas poesias...Por razões pessoais afastei-me um pouco..(muito)...tentando voltar...
Bjito prateado

SOL

Maria Rodrigues disse...

Lindissimo poema.
Talvez um dia meu amigo poeta.
Bom domingo
Beijinhos
Maria

poetaeusou . . . disse...

*
Luís
,
Amigo
Feliz fiquei com o teu
Erudito comentário,
não mereço porem agradeço !
,
Um abraço do amigo destas andanças !
*

poetaeusou . . . disse...

*
São
,
Amiga,
Está tudo OK,
voltarei e explicarei em brevemente,
,
Puras conchinhas envio-te
*

poetaeusou . . . disse...

*
Silenciosamente ouvindo
,
Amiga virtual,
Em breve poderei dedicar mais
Tempo a este meu espaço !
,
Um areal de conchinhas, ficam,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Baila sem peso
,
Baila, baila comigo,
Sou teu amigo,
Baila sem medo,
Esquece o desterro,
Da minha ausência,
É penitencia,
Que está guardada,
No meu baú,
Maré bailada,
Bem ritmada,
No eu e tu ! >rsrsrsrsrsrs<
,
Desta é que me matas . . .
,
Respeitosas conchinhas,
Deixo-te,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Lilá(s)
,
Amiga, agradeço,
Voltarei brevemente
,
Um mar de saúde,
Fica,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Lua Prateada
,
Sol,
Também tenho andado afastado,
Em breve vou ser mais assíduo !
,
Deixo-te ondas de carinho,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Maria Rodrigues
,
Virtual amiga
Advirá o tal dia,
Basta estar atento aos sinais !
,
Espumas de afectos, ficam,
*

GarçaReal disse...

Onde andas poeta??????????

Fazes tanta falta nesta blogosfera.

Abre o baú e volta com teus poemas do mar e do amor.

Boa semana

Bjgrande do Lago

poetaeusou . . . disse...

*
GarçaReal
,
Eterna amiga
,
Eu navego num mar sem rumo,
ao sabor dos caprichos da procela,
onde eu a pouco e pouco me consumo,
na esperança vã da minha estrela,
procuro a rota,
nas asas de uma de gaivota,
procurando entender,
a razão do meu viver,
e, sem o saber,
é não ter o que se tem,
ver tanta gente,
e não enxergar ninguém,
é ter na vida tudo e não ter nada !
,
Alagados pilipares, com rumo . . .
para o lago, que me conforta,
envio-te,
*

Magia da Inês disse...

♡¸.•°
Olá, amigo!
Muito lindo e inspirado como sempre.

Boa semana!
Beijinhos do Brasil

✿ °•.¸♡¸.•°✿

isa disse...

Senti a falta das conchinhas,dos
Poemas,do encanto da Amizade.
Por isso vim até aqui...
Beijo.
isa.

Lilá(s) disse...

Por onde andas poeta? talvez um dia voltes...
Bjs

Lúcia Bezerra de Paiva disse...

Olá, poeta!
Ausentei-me mas sempre retorno, para apreciar belos poemas...Percebo que também se ausentou. Que tudo esteja bem!

Um abraço,
da Lúcia

poetaeusou . . . disse...

*
Magia da Inês
,
querida amiga,
que o teu Deus,
seja qual for,
te acompanhe todos os dias .
,
amigáveis conchinhas,
aqui ficam, para ti !
*

poetaeusou . . . disse...


isa,
grato fico,
,
voltarei em breve,
talvez, hoje . . .
,
conchinhas espraiadas,
no encanto da amizade,
dou-te,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Lilá(s)
,
poderei voltar hoje ?
sim ?
então vou recomeçar,
,
maresias de gratidão,
ficam,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Lúcia Bezerra de Paiva
,
amiga,
marés de agradecimentos,
espraiados na amizade, deixo,
voltarei hoje
e,
a sequência dos posts,
"entrelinharão" a razão, srsrsrsr .
*

francy´s disse...

Um dia encontrei seu blog e suas palavras me cativaram e sempre me cativas com as tuas palavras e imagens.bjs

PS. Carissimo você pode me tirar uma dúvida? Quem é a mulher que esta abaixo dos membros do seu blog?
bjs

GarçaReal disse...


Querido poeta do mar e do amor e amigo de e para sempre...

Como queria ver tua alma rejuvenescer. o brilho tornar a aconter e o poemar escorrer belo e encantador saído dessas mãos que sempre escreveram o amor.

Olha aluz lá ao fundo...Toca-lhe.

Que tenhas um Feliz Natal e que o Novo Ano te traga paz, saúde, esperança e o brilho especial que em ti sempre morou pois teu rumo estará de volta.

Boas Festas amigo

Pilipares de luz

Com muita amizade

Bjgrande do Lago

Maria Rodrigues disse...

Meu amigo hoje passo especialmente para lhe desejar um Natal muito Feliz.
Beijinhos
Maria

poetaeusou . . . disse...

*
Francy´s
,
grato fico,
com as tuas palavras,
será que mereço ?
penso que não.
A foto, é dos anos 60.não foi
clikada por mim, encontrei-a no meu espólio,conheço a família, em que está? inserida e por pudor, pelo abuso de a publicar,
“travei” a minha curiosidade . . .
,
marés de simpatia,
deixo,
*

poetaeusou . . . disse...

*
GarçaReal
,
Amiga
tocado fui, (como sempre).
uma Quadra Feliz, desejo-te e que o som das
harpas, bandolins e violinos, ressoam os acordes
da estima e da amizade, no luzente Lago .
Um oceano de pililipares, dou-te !
,
“quero alertar-te, para letra do video musical,
que vou postar, no próximo fim de semana”
*

poetaeusou . . . disse...


Maria Rodrigues
,
Maria,
etéreos agradecimentos, ficam !
Que maresias de saúde e felicidade,
se espraiam no teu sorriso,
enfeitando a quadra que atravessamos !
,
venturosas conchinhas, ficam .
*

Ana disse...

Meu amigo virtual!

Obrigada pela visita ao meu cantinho e pelas suas palavras.

Aceite um beijo de carinho.

Ana

poetaeusou . . . disse...

*
Ana
,
beijadas conchinhas
dou-te,
*