agosto 22, 2010

............................ Poemas de Verão ( 9 )



amanso
no remanso da procura
o pousio do romance
novela das minhas buscas
na fábula do tu e eu,
não sabendo quem tu és
sei que és tu,
seguindo em rumo incerto
punição que não mereço
cativo da frigidez
no calor que está mim,
enquanto tu és, talvez,
o insonso sal
do salitre que absorves,
transferência corrosiva
causticando a distancia
entre o iodo e a pele
quebrantando a vontade
do meu olhar tacteando
os poros que não imitam
o vai e vem das marés !
poema e fotos:poetaeusou

62 comentários:

Multiolhares disse...

Se tanto procuras um dia o mar há-de trazer-te a onda sabendo a sal que tanto anseias,mas cuidado com o sal não te faça mal ao coração ehehe,

beijos nossos

Desnuda disse...

Lindíssimo poeta!

As fotos Tu e Eu dizem ainda mais que o belo poema...

Beijos com carinho.

segredo disse...

É talvez a tua inspiração... um pedaço do teu ser...

Beijinho de lua*.*

MEU DOCE AMOR disse...

Quem te pune?Quem?

Hoje falaremos de Amor., esse vinculo emocional que sempre deu que falar, desde os tempos mais remotos... Escolhi dois textos que acho muito interessantes e que servirão para os meus queridos amigos reflectirem e deixarem as suas sempre tão bem vindas opiniões.

Beijinho doce esperando port i:)

Lídia Borges disse...

O verde e o azul... Combinam tão bem!

Um beijo

L.B.

Filó disse...

LINDO TU e EU,
LINDO RIO
LINDO MAR...
LINDO...LINDO ...LINDO !
Poeta não é fácil lidar com a parte sentimental das pessoas e mais difícil quando envolve outras pessoas..
As estradas virtuais deixam-nos algumas dúvidas sobre o lado Poético da vida e a pura da realidade em que vivemos.
Daí que, rio e mar deveriam encontrar-se para saberem quem são e qual o rumo que querem tomar!
Poeta, é o que penso e sinto...
É impossível não gostar de todas estas coisas Lindas com que nos presenteia e que chegam ao coração..

Beijinho amigo

JB disse...

Quanta poesia!
"não sabendo quem tu és
sei que és tu,"
Quanto mar!
"o vai e vem das marés!"
Quanta sensibilidade!
"quebrantando a vontade
do meu olhar tacteando
os poros"
Quanta beleza fotográfica e musical!
Um mar no olhar perfeito...

Beijinho, com carinho

Lilá(s) disse...

"Tu e Eu" combinam na perfeição, só por si são fortes inspiração, e o mar sempre lindo.
Bjs

tossan disse...

Não há nada que impeça o vai e vem das marés e nem os da beira, as estrelas que precisamos são azuis. Abraço amigo

maria teresa disse...

O mar é um maravilhoso local de procuras, seus tesouros recatados são guardiões de sonhos e quimeras indecifráveis ao comum dos mortais...um Poeta é um dos poucos seres que consegue compreendê-los..
Abracinho

antonio - o implume disse...

O mar é um naufrago indeciso, tacteando as marés como no amor.

poetaeusou . . . disse...

*
Multiolhares
,
olha,
nas minhas veias,
correm a salmoura,
desde o tempo
das descobertas !
,
beijos nossos,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Desnuda
,
agasalhado me sinto,
com as tuas palavras !
,
conchinhas,
*

poetaeusou . . . disse...

*
segredo
,
talvez seja,
a inspiração, feita mar . . .
srsrsr,
,
maresias serenas, ficam,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
MEU DOCE AMOR
,
quem me pune ?
a vida amiga, a vida !
,
irei a correr,
fui . . .
,
marés luzentes, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Lídia Borges
,
falta o prateado,
espumante ao olhar !
,
serenas espumas, ficam,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Filó
,
é na foz, dos desencontros,
que o Rio procura o Mar,
inventando realidades,
estradas virtuais suaves,
enleando nos seus sonhos,
poemas alegres e tristonhos,
e duvidas de encantamentos
nas asas de uma gaivota
lindas no seu esvoaçar
seguindo a sua rota !
,
marés de amizade,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
JB
,
Amiga
Como vejo o mar !
Abril/2008
,
mar
embriaga-me
de espuma
meu deus baco
mar
espuma em mim
meu analgésico
das dores impostas !
,
brisas serenas,
deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Lilá(s)
,
o mar e a inspiração,
são uma perfeição diáfana !
,
marés de estima,
fica,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
tossan
,
com o brilho das estrelas,
fica o foco de um abraço !
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
maria teresa
,
amiga,
quantas das vezes,
assim vejo o Mar . . .
,
não faças
poemas ao mar
o mar é já um poema
escrito pelas marés
em pinceladas de enleio
desenhado pelas ondas
carpindo vagas de estrofes
nas lágrimas de um povo triste
espraiando salgados choros
nas amarguras dos fados
neste barco negro da vida !
,
marés de ternura !
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
antonio - o implume
,
e como o Mar sofre,
com as ondas da vida !
,
*

AFRICA EM POESIA disse...

Poeta

Lindo o teu caminhar...

Por aqui...

Os patinhos ...
sentiram magia...

eu...

carinho
Para ti

deixo...


Mais conchinhas...

e um beijo

poetaeusou . . . disse...

*
AFRICA EM POESIA
,
gratificado me sinto,
,
um mar de estima,
fica,
,
*

TITA disse...

Poeta,diante do grande irmao mar,a fábula do tu e eu,passa a ser realidade e torna-se história em nós.
Uma estrela do meu mar ofereço.

Insana disse...

lindo poema.

bjs
Insana

OutrosEncantos disse...

Tu Poeta, a perfeita poesia!
Tu e Eu, o Mar e o vai e vem de suas marés!
Tu e Eu e Aranguez num video de extrema beleza!
E o teu poema:
- tu quem és oh punição da minha alma e do meu corpo, que não me vês...?! e nem me sentes...?!
Será que não Poeta?!...
Beijo meu!

ps- que bom que gostaste, lá no meu sitio. :))

Amor feito Poesia disse...

Na minha memória, tão congestionada e no meu coração tão cheio de marcas e poços você ocupa um dos lugares mais bonitos".

(Caio Fernando Abreu)

Feliz Semana.....Beijos meus!M@ria

© Piedade Araújo Sol disse...

o poema combina tao bem com as fotos.

***** estrelas.

beijo com maresia

Daniel Costa disse...

Poetaeusou

Tal com as marés lidam com o lodo, na imagem poética.
Abraço

poetaeusou . . . disse...

*
TITA
,
ofereço-te,
,
se eu fosse o mar
ordenava ás ondas
que se aquietassem
ao pisares a praia,
pediria ás brisas
que te perfumasse
com beijos de iodo
encharcados de mim !
,
srsrsrsrsr,
,
brisas de amizade
deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Insana
,
grato fiquei,
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
OutrosEncantos
,
amiga
poeta com reticencias,
,
vazio de sentires me encontro,
despojado de tudo,
procuro nos ocos nadas, as
insignificâncias que sou feito,
naufragando nas fotos e poemas,
ilusão do meu viver !
,
marés de estima,
deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Amor feito Poesia
,
como é bela
a citação escolhida !
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
© Piedade Araújo Sol
,
soa-me bem o teu opinar !
obrigado,
,
brisas serenas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Daniel Costa
,
amigo,
o iodo é o incenso das algas,
que defumam a nossa pele !
,
aquele abraço,
,
*

Lilazdavioleta disse...

Bela definição do Nós . Tanto nas palavras como nas imagens .

Beijos

Pelos caminhos da vida. disse...

Todos os pomeas que aqui vc deixa são perfeitos e as imagens maravilhosas.

Obrigado por estar sempre comigo Pelos Caminhos da VIda.

beijooo.

Agulheta disse...

Amigo poeta!É uma paz as palavras ao encontro do mar,também se dão os dois nesta mistura de sal,olhar e amor.
Obrigado pelas palavras no blog.
Beijinho

poetaeusou . . . disse...

*
Lilazdavioleta
,
preso ao teu eu
juntei o meu
p’ra sermos nós !
,
brisas serenas,
deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Pelos caminhos da vida
,
pelos caminhos da vida,
são semeadas amizades !
,
marés serenas,
deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Agulheta
,
é na imensidão do mar
entre as brisas e maresias
que a Paz beija as Marés !
,
Marés de encanto, deixo,
*

Tamy Shiside disse...

adorei a parte 'novela das minhas buscas/na fábula do tu e eu", mas o poema é lindo ^^
bj

poetaeusou . . . disse...

*
Tamy Shiside
,
no enredo das procuras,
a fábula conduz-nos ao Mar !
,
marés de estima, deixo,
,
*

gaivota disse...

que remanso é este no vai vem das marés...
o canto das pedras ainda aí está!?
o mar vai chegar ao padrão, ó quê???
e eu aqui!
pilipares

Sonhadora disse...

Meu querido poeta
Um dia o mar vai trazer-te a sereia.

Beijinhos com carinho
Sonhadora

tulipa disse...

Estou a festejar as 23.000 visitas que já tive no blog
"Deabrilemdiante", desde o dia 4 de Abril de 2008, há 2 anos e 4 meses.
Por isso, ofereço a todos os que me visitam e aos 62 SEGUIDORES que o blog tem, uma foto minha juntamente com um poema tão belo de PABLO NERUDA.

Belo o poema...
Lindas as fotos.
Obrigado pela partilha.

Amigo, gostaria de saber algumas informações sobre os alojamentos em Tróia, como disse que lá tinha estado recentemente, peço-lhe que me escreva para este endereço que eu depois faço-lhe as perguntas:
empdsa@gmail.com

Fico a aguardar.
Abraços.

Caminhos Poéticos disse...

"Nossa atitude diante da vida não depende necessariamente do que se passa em volta de nós, e sim do que se passa dentro de nós."

(Bernabé Tierno)

Boa Noite.....Beijos meus!! M@ria

Sandra disse...

MEU DOCE QUERIDO AMIGO. AGRADEÇO A GENTILEZA DE ESTAR SEMPRE COMIGO. AMO A SUA PRESENÇA. VENHO LHE PEDIR UM PONTINHO NA INTERAÇÃO DE AMIGOS.
http://sandrarandrade7.blogspot.com.
Só que o comentário deverá ser realizado lá na Adeia de Minha Vida conforme o endereço abaixo.
Qualquer duvida é só ir na interação de Amigos e ver o link. Mas deixo aqui também.
Desde já agradeço o seu carinho. Pois gostaria muito de ganhar o livro lá de Portugal. sempre participo das coletivas de lá.
Blog Coletivo-Uma Interação de Amigos- COLETIVAS-COMPARTILHE. TEM -TURISMO RURAL-CONHEÇA UM POUQUINHO DESSE LUGAR ..VOU TE ESPERAR POR LÁ.
CLIQUE E COMENTE...CADA COMENTÁRIO VALE TRÊS PONTOS. MAS TEM QUE SER LÁ NA ALDEIA DE MINHA VIDA.
.http://aldeiadaminhavida.blogspot.com/2010/08/momentos-especiais-em-turismo-rural.html#comment-form
VENHA SABOREAR AS DELICIAS DESSA POSTAGEM. DESCANSE NESTE RECANTO RURAL. SUPER MARAVILHOSO.
Conto com o seu carinho em comentar. Desde já agradeço do fundo do meu coração.
Carinhosamente,
Sandra

M@ria disse...

Tente escutar a história da brisa
quando passa empurrando a bruma,
que,tola,embaça a púrpura da rosa.

Flora Figueiredo


Belo amanhecer e beijos meus!! M@ria

"Cantinho Poético" disse...

E dentro da minha ternura
neste instante de beleza calma,
sinto que acima da matéria
e além dos limites do pensamento
estou impregnada de tua alma.


Zoraida Hosterman Guimarães


Lindo e belo amanhecer! Beijos !!

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota,
,
as marés de Agosto,
perderam a força,
amiga,
o mar está cansado !
,
pilipares, ficam,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Sonhadora
,
amiga
as sereias emigraram, trocaram
os argonautas pelos cosmonautas !
é vê-las no canto do encantamento,
com os seus instrumentos de titânio
iludindo os astronautas entre Marte
e Júpiter !
modernices amiga, modernices !
,
conchas da via láctea, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
tulipa
,
e o grande Pablo Neruda,
,
Talvez te vi, te supus
ao passar levantando uma taça
em Angola, à luz da lua de junho,
ou eras tu a cintura daquela guitarra
que toquei nas trevas e
ressoou como o mar desmedido. !
,
parabéns, muitos,
aqui deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Caminhos Poéticos
,
o bom que existe
dentro de nós,
frutificará á nossa volta !
,
conchinhas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Sandra
,
Amiga,
irei com todo o gosto !
,
grato fico
com a tua amizade,
podes sempre contar
com a minha !
,
marés de amizade, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
M@ria
,
a brisa emaranhando-se com as
maresias, contam a história do mar !
,
conchinhas, ficam,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
"Cantinho Poético"
,
maior é a audácia,
quando a alma é grande !
,
brisas serenas,
,
*

MaFaR disse...

No vai e vem das marés
belíssimo poema de Verão com sabor a sal e mar.

bjs

poetaeusou . . . disse...

*
vi de relance
o teu blog, parabens !
,
para ti,
,
Tu, que tanto prometeste
enquanto nada podias,
hoje que podes -- esqueceste
tudo o que prometias...
,
in-antónio aleixo,
,
saudações,
,
*

Baila sem peso disse...

Um suave manto de sal na procura
novelas de tu e eu, num novelo
tão fino como fio de cabelo
que se enrola no Verão
sobe até ao coração
que é vai e vem nas marés
e te eleva o tic-tac de lés a lés
e tu és!...
poeta sem punição
que morre de perdição
com poemas que são!...

e vim também por aqui
para saberes que também li...e vi!
só não ouvi!:)

e beijinho a bailar pertinho de ti

poetaeusou . . . disse...

*
Baila sem peso
,
é no salitre
das algas marinhas
que enovelo
os meu cabelos,
saleiro champô
entrelaçando
o tic tac
do coração !
,
marés de perdição, deixo,
,
*