maio 14, 2010

----------------------------- no embalo do sol-pôr




na caruma do olhar
dissolvo-me em Galileu
seguindo a minha órbita
no embalo do sol-pôr,
não quero fazer parte
deste palco inventado
por Moliére tresmalhado
nas areias do meu tempo,
não sou um ontem perdido
nem amanhã por resolver,
sou a ausência controlada
nas procuras do presente
gritando infinitos silêncios
na mordaça que a mim impus,
do nunca . . . por nunca ser,
entre nós . . . poder ser nunca.
poema e fotos: poetaeusou

60 comentários:

São disse...

Ai, como eu gosto destes crepúsculos...ainda por cima acompanhados por um poema teu!

Beijinho consolado te dou.

Lena disse...

Hummmm....poeta, as fotos estão lindissimas..
um pôr-de-sol de morrer...
e o poema sempre igual a ele mesmo...bonito !
Fiz bém aqui passar hoje, relaxar depois deste grande dia...

Um beijo

Fa menor disse...

Os pôr do sol são sempre maravilhosos! E que bem os captas! E ainda lhe fazes os belos trocadilhos!

bjinhs

Multiolhares disse...

As fotos ficaram muito boas a primeira em especial,
Não há mordaça que corte a raiz ao coração
beijos nossos

MEU DOCE AMOR disse...

Nunca digas nunca...sobretudo na presença do Sol...

Assim vem embalar-te comigo nas fotos q lá tenho que são muito lindas...

Beijinho doce

http://vemsonharcomigo.blogspot.com/

"Cantinho Poético" disse...

" A amizade é o melhor pretexto, até hoje inventado, para que um indivíduo pretenda tomar parte na felicidade do outro"

(Machado de Assis)


BOM FDS....BEIJOS POÉTICOS!!

Sonhadora disse...

Meu querido Poeta
Que lindo poema...belo simplesmente.


gritando infinitos silêncios
na mordaça que a mim impus,
do nunca . . . por nunca ser,
entre nós . . . poder ser nunca.

Diz-me tanto.

Beijinhos
Sonhadora

HELENA AFONSO disse...

O POR-DO-SOL , fascínio, magia, INSPIRAÇÃO, buscamos o seu calor, desejamos o seu brilho, queremos como ele O AMOR de todo o ser e também como ele,todos os dias nascer e morrer......
Por algu motivo os antigos povos nos confins do mundo "ADORAVAM O SOL", mas com os tempos tudo mudou e hoje a maioria busca só, o tom dourado na pele que o o Sol queima sem dó....
beijinho, HELENA

Filó disse...

Junto do mar ao por do sol há uma luz única que nos convida a olhar para o ontem e a pensarmos no amanhã,e, em silêncio gritar-se o hoje, podendo, tudo ou nada acontecer..
É assim o palco da vida!
Poeta, lindas fotos do sol por, como já nos habituou.

Beijinho amigo

Justine disse...

Ah poeta, às vezes o nunca aparece mesmo! Mas nunca se está preparado...

FlorAlpina disse...

No embalo do pôr-do-sol...
As saudades da maresia...
e as lembranças amordaçadas...
Do nunca...por nunca acontecer...

lindas fotos, que o poema emoldura!

Bjs dos Alpes

uminuto disse...

neste embalo ficou a vontade de sempre passar por aqui, nesta descobertas de sol-por de encantar
um beijo

Carmo disse...

Belo poema, excelente jogo de palavras.fotos lindíssimas.

beijinhos e bom fim de semana

Fátima disse...

Tendo o sol por testemunha o nunca se faz impossível de ser imaginado...

Lindas ilustrações, poeta.

Beijo e final de semana ensolarado.

Maysha disse...

Ola Poeta, simplesmente lindo, a embelezar o pôr-do-sol.

Um bom fim de semana para ti, um beijo

lita duarte disse...

Poeta,

"Sou a ausência controlada"
Linda expressão!

Lindas imagens, lindo poema e linda música.

Como tens bom gosto!:)

Beijos.

tulipa disse...

Huummmm...
Que belas fotos!

Obrigado pela partilha.

Há quem diga: Num poema não devemos buscar sentido, pois o poema é ele próprio seu próprio sentido.

E, eu digo: Num crepúsculo devemos sempre buscar sentido; adoro o fim do dia, com a sol a brilhar intensamente, na hora da despedida.

Um abraço, Poeta.

Duarte disse...

Que céu!
Que mar!

NUNCA, é um vocábulo que não gosto de usar, parece-me rotundo, mas se digo jamais é definitivo...

O tom que empregas é do mais puro dramatismo, até evocas a um dos grandes... melhor Gil Vicente...
Gostei.

Abraços de amigo

Breizh da Viken disse...

" Na caruma do olhar"

Lindo este verso... que a meu ver começa um lindo poema!

Abraço

FOTOS-SUSY disse...

OLA POETA, MAGNIFICA POSTAGEM...ADOREI O POEMA...QUE TENHA UM FELIZ DOMINGO AMIGO!!!
BEIJOS DE AMIZADE,


SUSY

poetaeusou . . . disse...

*
São
,
Recordei um bom filme
Crepúsculo dos Deuses
Sunset Boulevard,
,
Conchinhas
*

poetaeusou . . . disse...

*
Lena
,
Volta, volta sempre,
o blog, cheira a marisa !
,
hoje esteve
um bom dia de praia !
,
brisas serenas,
deixo,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Fa menor
,
que lindo
o sol-pôr
anda, anda vem ver
belo como uma flor !
,
conchinhas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Multiolhares
,
e como diz a canção
não há, não !!!
,
beijos nossos,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
MEU DOCE AMOR
,
nunca digo nunca,
e o Sol é testemunha !
,
um mar de jinos, ficam,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
"Cantinho Poético"
,
Não é amigo aquele que alardeia
a amizade: é traficante;
a amizade sente-se, não se diz.
,
In - Machado de Assis
,
Conchinhas amigas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Sonhadora
,
os poemas
são de quem os lê,
fica com este, amiga !
,
brisas de estima,
fica
*

poetaeusou . . . disse...

*
HELENA AFONSO
,
não me digas que não sentes
nos momentos do sol-pôr,
o céu anil mudar de cor
rendido a tanta magia
não digas que não vês
o ocaso a teus pés
declamando nas marés
poemas do fim do dia
não digas que não vês !
,
conchinhas floridas,
deixo,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Filó
,
amiga,
a vida é um teatro,
de palcos vazios,
de peças sem letras,
sem actos,
sem quadros,
onde os figurantes,
lacrimejam sem choro
neste vale de lágrimas,
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Justine
´
por mais que as marés
tragam-me os areais
da sua indiferença
nunca te direi adeus, mar !
,
Brisas serenas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
FlorAlpina
,
sinto o odor
do sol-pôr
evaporando
o meu olhar
onde as palavras
desassossegam
os meus poemas !
,
conchinhas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
uminuto
,
nesta tardinha
fui balancear
com o sol-pôr
não, não te vi,
óh o que perdi
má sorte a minha !
srsrsr.
,
estimadas conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Carmo
,
grato amiga
pela tua bondade,
,
brisas serenas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Fátima
,
ou não fosse o Pôr-do-Sol,
o meu conselheiro,
entre a tardinha
e a margem da noite
com o Mar por testemunha !
,
conchinhas nocturnas,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Maysha
,
gratificado fiquei,
,
marés serenas,
deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
lita duarte
,
e lindas palavras
por ti desenhadas
que me regozijam !
,
um mar de luz,
deixo,
*

poetaeusou . . . disse...

*
tulipa
,
um belo adeus,
quando a terra se despede
do Sol, preparando o seu
novo regresso e ser pelo
Sol beijada no dia seguinte !
,
suaves maresias,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Duarte
,
tens razão amigo,
devido ao nunca,never e ao
jamais, ainda não começaram
a construir a “Ota” . . .
,
o Mestre Gil ?
lá vai,
,
Senhora, eu me contento
Receber vos como estais:
Se vós vos não contentais,
O vosso contentamento
Pode falecer no mais. ,
,
In-Gil Vicente,
,
um abraço
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Breizh da Viken
,
Grato fico,
,
um mar de estima,
deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
FOTOS-SUSY
,
adorei
as tuas palavras,
obrigado,
,
um mar de luz, deixo,
,
*

RETIRO do ÉDEN disse...

O meu êxtase é no nascer e pôr do Sol...as fotos estão uma maravilha.
Poema lindo
Bem-haja.
Obga. pela passagem no retirito.
Um Santo Domingo
Forte abraço
Mer

Ana Isabel disse...

Olá amigo

"A única alegria no mundo é começar. É bom viver porque viver é começar sempre, a cada instante"-Pavese, Cesare


Um abraço daqui


Ana Isabel

Maria disse...

Qurido amigo, o ontem é passado,o amanhã uma incerteza, há que viver ao máximo o HOJE.
NUNCA desanimar, NUNCA desisitir, NUNCA deixar de amar, pois a vida é um dom magnifico que devemos aproveitar enquanto podemos.

Tenha um domingo muito feliz e uma excelente semana.
bjs do tamanho do infinito.
Maria

Zélia Guardiano disse...

Poeta, meu poeta
Ai, ai, o pôr-do-sol... Ai, aqueles tons de ouro e ametista...
Ai, aquela idéia de precoce partida...

Seus versos me encantam sempre. Os de hoje, em particular... Belíssimos!!!

Um abraço .

Deusa Odoyá disse...

Olá meu querido amigo.
As fotos são lindas, ainda mais tendo um pôr-do-sol lindíssimo.
Querio amigo.
Tive problemas com o outro blog, pois mu pc pifou e perdi muitos artigos, por isso estou tentando ver se consigo na ciganinhafeliz.blogspot.com ser a continuação da Deusa.
Ainda está em fase de adaptação.
Beijinhos doces e uma semana abençoada.
Regina Coeli.

poetaeusou . . . disse...

*
RETIRO do ÉDEN
,
o Sol,
é o mentor da vida,
perante ele
devemos curvar-nos,
,
brisas serenas,
deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Ana Isabel
,
Bem actual
A citação de Pavese,
,
É bom escrever porque reúne
as duas alegrias: falar sozinho
e falar a uma multidão !
in – Cesare Pavese,
,
Conchinhas, deixo,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Maria
,
sábias as tuas palavras,
obrigado,
,
marés luzentes, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Zélia Guardiano
,
as tuas palavras violáceas,
lembram dourados precoces !
,
Um mar de carinho,
deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Deusa Odoyá
,
pois,
eu tentei entrar e não
consegui, eu penso que
podes recuperar o blog,
segues as instruções
disponíveis e consegues !
,
vou tentar a ciganinha,
,
amiga
deixo-te um mar de saúde !!!
,
*

Canduxa disse...

ah, como é belo este teu sol-pôr!

nasceu o poema
nas areias tresmalhadas
....
e eu a sonhar

beijinhos meus para o poeta

Lilá(s) disse...

É o momento do dia que para mim tem mais encanto o pôr-de-sol!
E com este poema completa-se o encantamento.
Bjs

Sonia Schmorantz disse...

Um belíssimo pôr do sol a embalar também os sonhos e esta inspirada poesia!
abraço, ótima semana

M@ria disse...

" Gosto e preciso de ti
mas quero logo explicar...
Não gosto porque preciso,
preciso sim por gostar."

(Mário Lago)

Feliz semana com amor e poesia!


OBS: Tem selinho aqui prá voce...Beijos!

poetaeusou . . . disse...

*
Canduxa
,
as tuas palavras,
tresmalham sentidos,
inundando o areal !
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Lilá(s)
,
o Sol-Pôr,
é um hiato,
das agruras do dia-a-dia,
,
Conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Sonia Schmorantz
,
embalado fico,
nas tuas palavras !
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
M@ria
,
é no ocaso
na viragem do dia
que fervilha em mim
o retorno da noite
transportando
as constantes nostalgias
,
conchinhas
,
*

dona tela disse...

O TEMPO PASSA, NÃO É?

poetaeusou . . . disse...

*
dona tela
,
Amiga
,
nem para trás olha !
,
conchinhas, a tempo,
,
*