fevereiro 15, 2009

>>>>>>>>>>> em cálices por encher <<<<<<<<<


desassossegos nocturnos
esperam os meus lábios
embriagando auroras
com o vinho dos teus gestos,
regaços amadurecidos
nos rochosos desejos
reclamam o teu sabor
em cálices por encher,
onde os poemas que ignoras
de puro mosto sedentos
sorvem diáfanos amores
estonteando as madrugadas

poema-fotos-video:poetaeusou

78 comentários:

Sonia Schmorantz disse...

Hoje cheguei cedo, na estréia do novo poema! Muito bonito texto e imagens.
um abraço e um bom domingo.

Andradarte disse...

Aodoro fotografia; tem muitas e bonitas fotos no blog.
Gostei muito.Um abraço

São disse...

Incrível como descobres novas perspectivas, Nazareno!
Do poema, também gostei.
Bom domingo.

Ana disse...

Que se encham os cálices da felicidade e da alegria.
As fotos e as palavras, essas, estão cheias da habitual beleza.
Um beijo, Poeta.

Ana Martins disse...

"desassossegos nocturnos
esperam os meus lábios
embriagando auroras..."

Parabéns, simplesmente lindo!

Beijinhos,
Ana Martins

Carminda Pinho disse...

Se estão por encher, pois enchamo-los, e brindemos á vida, e claro ao amor.:)

Beijos, poeta.

angel bar disse...

No Mar...

Passei para deixar convite para um drink, “Poção do Amor” no Angel Bar. “Abraço de Frio”.
Bom Domingo.

gaivota disse...

bem, zé, fico sem palavras ao ver estsas fotos da nha praia...
o que nos enche os cálices, nessa maresia e nesse sol a deitar-se, ao mar...
(com'ó pitrol...)
lindo poema, lindas fotos!
pilipares

Gasolina disse...

E é sempre renovada a forma como aos lábios e às (tuas) palavras chegam essas enchentes.

BEI/de MARÉ

Multiolhares disse...

A segunda foto esta soberba.
As auroras voltam todos os dias
para encher os cálices que ficaram por encher.

beijos nossos

Mai disse...

Tuas epifânias são fotografáveis e impressionam os sentidos dos teus leitores.
Ai está a diferença da tua composição.

Belo poema,
belo!

Carinho,

Mai

Sol da meia noite disse...

Neste poema, um beijo se espera...
Ao mesmo ritmo que a noite espera a aurora.

Muito bonito, apesar de tanta inquietude.


Um bom domingo e um jinho muito amigo *

Ana disse...

Um belo poema repleto de sentimentos, de ansiedade, de desejos…
As magníficas imagens da praia ao som da “voz” do mar, no belo vídeo, torna-o ainda mais sonhador.
Adorei!
Desejo-te um Domingo muito lindo!
Beijinhos.

poetaeusou . . . disse...

*
Sónia Schmorantz
,
A medalha de ouro . . .
mereces,
,
Conchinhas de luz, envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Andradarte
,
o meio ambiente,
em que estou inserido,
é o grande culpado,
,
eu limito-me a clickar,
,
*

poetaeusou . . . disse...

.*
São
,
só demonstras
que tens bom gosto,
repara na minha modéstia, srsrsr
,
conchinhas, dou,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Ana
,
ergo o meu cálice,
aos teus desejos,
,
conchinhas de amizade, envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Ana Martins
,
linda a tua amizade,
,
brisas de obrigados, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Carminda Pinho
,
vamos beber vida,
em cálices feitos de amor,
,
conchinhas domingueiras, envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
angel bar
,
e não é que
vou aceitar o convite ???
,
jino mareante
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
até tenho medo das cegadas,
ontem foi uma perradassurda,
forem contar á Ingelina, ca neta
tinha fegido com o Zé da Piteira,
a Ingelina arranhou o Tó da Rola todo,
chegou a plicia, cada grupe começou
a puxar o 104, ficou sem o boné, sem
a arma e sem uns óculos á james bond
que era para impor respêto, chegou em
tronco nú á esquadra e o chefre abriu
logue um auto por danes materiais ao
estade, parecia o inconstante do banque,
á miga. o pior vêi a seguir, chega a
a Vanessa do Mar qué a neta da Ingelina.,
esta diz á neta que quem disse foi a
filha da Abrileta da Mercearia, a Vanessa
invade a Establecimenti, a Abrileta ao
vê-la grita prá filha, e diz~lhe,
CHAMA-LHE NOMES, FILHA
ANTES QUÉLA TE CHAME A TI,
á mana eu fugi logue pra casa, antes
que aparecesse o COPCON, safa . . .
,
Pilipares, nem á janela vom . . .
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Gasolina
,
enchentes de amizade
te envio, amiga,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Multiolhares
,
Luna
,
gosto mais da primeira foto,
o reflexo do fim do dia na
areia húmida, pela onda deixada
a unidade na diversidade . . .
as auroras voltam sempre . . . é,
,
beijos nossos,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Mai
,
como poderei agradecer,
as tuas palavras ???
,
carinhosas conchinhas,
te envio,
,
*

FERNANDA-ASTROFLAX disse...

QUERIDO AMIGO ZÉ, RECANTOS QUE DESCOBRES PARA NOS ENCANTAR... GOSTEI TAMBÉM DO POEMA... UMA BOA TARDE DE DOMINGO... UM ABRAÇO DE CARINHO E TERNURA,
FERNANDINHA

poetaeusou . . . disse...

*
Sol da meia noite
,
é na espera
nas quietas maresias
que as auroras esperadas
anunciam a luz do dia
em certezas ritmadas,
.
amigaveis jinos,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Ana
,
o marulho videado,
no marejar dos poemas,
de sentimentos sonhados,
nas realidades do mar . . .
,
marés de jinos,
deixo-te,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
FERNANDA-ASTROFLAX
,
resto de domingo,
repleto de brisas de amizade,
entre asas de candura,
,
jinos
,
*

Marlene Maravilha disse...

Belo!
beijos

secreto segredo disse...

Meu irmão tu fotográfas que é um espanto...de bom.

secreto segredo

david santos disse...

Não é que me faltem palavras. Mas que dizer? Sim, que dizer?
BRILHANTE!

David Santos

Duarte disse...

Linda de donde a vejas!!!

Acerto nas palavras, embriagantes!

Um grande abraço

poetaeusou . . . disse...

*
Marlene Maravilha
,
um mar de simpatia
envio-te
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
secreto segredo
,
a nazaré
é um poema paisagistico,
basta clickar . . .
,
*****

poetaeusou . . . disse...

*
david santos
,
grato David,
e continuo em divida . . .
,
um abraço, amigo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Duarte
,
nazaré
é luz e cor
nazaré
é fantasia
nazaré
é o meu amor
nazaré
é poesia
,
aquele abraço nazareno
,
*

mdsol disse...

Ai sr poeta:
Não tenho vindo muito por aqui! Falta de tempo, de disposição... um desatino.... É que me fazem falta estas palavras soltas e fotografias livres!
:))))

Ah! conchinhas de conchinhas

olhodopombo disse...

belas imagens
belo pema...
saudações

poetaeusou . . . disse...

*
mdsol
,
como sabes,
a minha casinha é tua,
desatina~te e aparece. srsr,
,
conchinhas serenas, envio.
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
olhodopombo
,
grato amiga,
,
conchinhas,
,
*

Paula Raposo disse...

Um video lindo! Beijos.

poetaeusou . . . disse...

*
Paula Raposo
,
paulinha
,
videaste este cantinho,
com a tua presença,
,
um mar de jinos, envio,
,
*

MEU DOCE AMOR disse...

E estonteando MOIIIIIII!!!Aussi!

Beijo doce

GarçaReal disse...

A noite é sempre companheira de desassossegos nocturnos,de esperas e de desejos, mas também de silêncios e solidões.

Fantásticas as fotos

Bom inicio de semana

bjgrande do Lago

poetaeusou . . . disse...

*
MEU DOCE AMOR
.
C'est de naissance ?
hehe
,
mágicas conchinhas, envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
GarçaReal
,
é de noite
que eu me lembro,
de tudo
o que eu tinha . . .
,
jinos e pilipares
para o lagoreal,
,
*

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

Ah! Tempo!
Nunca quis voltar em ti.
Apenas espero que me devolvas
os sentimentos que vivi.
Não deixes que meu sorriso
se perca pelo cansaço
e que minha voz
se cale por um fracasso.
Não deixes que meus caminhos
se desviem da meta
nem que os percalços
sejam maiores que minha força
para que eu siga esta reta.

Passei neste lindo espaço para te desejar uma linda semana
Abraços

poetaeusou . . . disse...

*
UMA PAGINA PARA DOIS
,
em mar
de tanta desilusão
eu diria . . .
oh tempo volta para trás,
,
um abraço
,
*

utopia das palavras disse...

Enbriaga
esse aroma
de sol
e de sal...
extasiado amor
que derrama
o meu olhar...!

Belo, poeta!
Beijo

poetaeusou . . . disse...

*
utopia das palavras
,
ofusca o mar, amor,
derrama em mim o teu aroma,
extasia-me com o teu olhar,
olvida o sol,
embriaga – me,
esquece as salgadas maresias,
tu és o sal . . . da vida,
,
embriagadas conchinhas, envio,
,
*

Ana disse...

No dia em que esses cálices se encherem, ergo a minha taça, cá de longe, saudando a realização do teu desejo.

Abraço (expectante)

Adriana disse...

Por mais demorado os calices se enchem um dia de prazer e alegrias.

Brindemos,pois!

poetaeusou . . . disse...

*
Ana
,
a todo o momento,
vou recebelos da baviera,
,
ps:
os cristais de alcobaça
e marinha grande, já eram . . .
,
conchinhas cristalinasm
te envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Adriana
,
vamos brindar
a esse dia,
em cálices de mar e mel,
,
conchinhas de amizade, envio,
,
*

Tatiana disse...

Simplesmente lindo!
As imagens são um convite a viajar em pensamentos.
Uma nova semana inicia e com ela a oportunidade de novas realizações.
Desejo uma semana repleta em dádivas para você!

Um beijo carinhoso

poetaeusou . . . disse...

*
Tatiana
,
as imagens
são poemas viajantes,
como as tuas
pensadas palavras,
,
conchinhas coloridas, te deixo,
,
*

Madalena disse...

Obrigada pelo poema e... pelo som do mar antes de ir dormir. :)

Bjs.

Lena disse...

Este post esta fabuloso;
fotos, video e poesia...
esta tudo quanto eu gosto..
a hora em que fotografastes e fizestes o video foi bém escolhida..

um beijo

MEU DOCE AMOR disse...

Ouiiiiiiii!!!

Delfim Peixoto disse...

Gosto essencialmente das metáforas latentes no poema... em conjunto com as fotos!
Abraço

poetaeusou . . . disse...

*
Madalena
,
amiga
serena noite,
como serenamente
feliz fiquei,
com a tua visita,
,
marejar sonante, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Lena
,
na chegada da noite,
em vagas serenas,
um pouco rabiosas,
junto aos rochedos, onde o
mar demarca o seu território,
no canto, agora estranho,com
os rochedos cobertos de areia,
,
conchinhas nocturnas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
MEU DOCE AMOR
,
je. . . également
,
tu n'es pas plus dont je,
( sourires )
,
coquilles de la mer,
j’offre,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Delfim Peixoto
,
grato delfim
,
abraço,
,
*

neide disse...

Lindo. Adorei ver e ouvir o barulho do mar enquanto lia o poema. As fotos também estão magníficas.

Ótima semana.

Bjss

Mariz disse...

Salvé Poeta que és!
Só agora venho de mansinho para dar um ar - que me deu...por tanto tempo sem conseguir fazer...nada! Uma maçada!
Inspirado estavas de paixão...pelo que senti. Por vezes o que queima ludibria o Caminho.
Grata te fico por não esqueceres
a "morada" onde a "luz" agora é mais para o roxo...antevendo a nova Era.
Que das tuas mãos e coração saiam brisas de mudança e que toques os que te lêm.

Porém...Cuidado com as alfinetadas...
Li o teu comentário num post cujo tema era DIXIT! falava-se de mudança e aí o velho não entra mais...
Já na senda da faixa da Gaza, perguntavas o que estaria debaixo daquela terra?
Pensa bom, pensa bem, pensa concreto, pensa positivo, pensa dourado, pensa lilás, pensa bonito, pensa voando...só assim te esqueces no lodo que é viver misturado com o que não se gosta...mas também aí nos serve de escola.
Dá pois atenção a ti...mima-te! Não esperes que os outros te o façam. Abre o coração e deixa sair...só assim, te sentes pleno; o exterior é apenas o mote para reflecção...
é no que resta, onde ninguém vê ou sente, que se vive! Mas eles estão cegos e surdos...mas tu, já não! suporta-TE no que TE alimenta.
De onde vem a tua força? O teu saber? O teu dom? O teu Poder? É aí que te deves apoiar...amando! - e desta feita...sem lençóis, ou trepidantes pulsações.


Não sei o que me deu hoje...na Luna foi a mesma coisa...
Abraço meu
Sempre, aqui... ou ausente
Mas...
agradecendo a ti, a vós...o sentir
MAriz

ESPAVO! - como em MU

Codinome Beija-Flor disse...

Suas palavras, ainda acompanhadas de vinho.
É um brinde a vida.
Parabéns

poetaeusou . . . disse...

*
neide
,
bondosas palavras, amiga,
grato,
,
ouvir o mar,
é beijar a poesia
é navegar com o vento
é sinfonar a maresia
é ouvi-lo com sentimento
é cantar com a cotovia
é bailar, dançar, dançar,
,
conchinhas mareantes,deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Codinome Beija-Flor
,
cálices diáfanos,
com sabor de vida,
,
conchinhas de luz, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
MARIZ
,
ontem assistindo á estreia de
uma Telenovela na televisão
endo o enredo em parte passado
na Índia, divaguei, de animo leve,
sobre o Karma e Dharma, o plano
físico ou terceira dimensão e a
quinta dimensão, que uns dias
penso que a atingi, outros não.
Seguindo a lei karma, quem semeia
o mal, virá a recolhê-lo, não é o
o que realidade nos diz . . .
será justiça celestial ?
terrena não é, não,
o que me diria o mestre Anubis
ou os seus 42 Juízes da Lei ?
diria que o Karma é uma lei
de compensação . . .
compensar injustiças ?
onde entra o capital cósmico ?
vais-nos cobrar pelo que somos ?
e nós o que somos ?
se não sabemos o que fazemos aqui
como saberemos o que estará para
além do nosso conhecimento ?
ou terei que aceitar que o
Karma e o Dharma, são meras
Contas-correntes ?
se o aceito, o que estarei a semear ??? …
,
Conchinhas etéreas, envio-te,
,
*

Liar disse...

Lindo poeta, é sempre bom ler-te.

Um dia lindo

Bjinho
Céci

gaivota disse...

ah zé, tou mijada c'o riseeeeeee
que cegada foi essa, meu??? olh'ó qu'eu perdiiiiiiiiiiii
a abrileta tem dessas coisas, assim à moda da praia...
maz'eu vom, vom pá rua, curtir a praia e o mê pessoal e vom~te bescar mais à palequinha, vamos por íííííííííííí
e quando houver pitról, a gente atira-se ao mar!!!
piliparessssssssssss
(ando noutras cegadas, por agora, mas, tá quase...)

rosa dourada/ondina azul disse...

Destes cálices eu bebo
o vinho do encantamento...


Boa semana,
conchinhas encantadas,

poetaeusou . . . disse...

*
Liar
,
como bom é,
a luz da tua visita, aqui,
,
luzentes conchinhas, envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
vailámiga,
,
olha,
tom com quatrilema,
na sê se vá pró tá-mar,
se pró mar-alto,
se pró site, se ´prá pedernêra,
,
ainda vom ver,
pilipares,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
rosa dourada/ondina azul
,
em calices de amizade, nossa,
,
diáfanas conchinhas, envio,
,
*

Sérgio Franck disse...

Bela viagem e, sem decolar do chão.

poetaeusou . . . disse...

*
Sérgio Franck
,
é sempre bom viajar, amigo,
,
*