janeiro 15, 2009

>>>>>>>>>>>>>>embarcados regueiros<<<<<<<<<


no teu olhar
nasce a sementeira
lavrada nas ondas
pela quilha das enxadas,
embarcados regueiros
sulcando as areias
ancoram guindastes
com que me suportas.
poema-fotos-poetaeusou

75 comentários:

mundo azul disse...

________________________________

...simplesmente lindo!

Imagens belíssimas em par perfeito com seu poema...

Beijos de luz e o meu carinho!!!

_________________________________

Liar disse...

Adorei, ainda bem que voltaste!

Bjinho

Céci

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDO ZÉ, BELÍSSIMO POEMA, FOTOGRAFIAS GRANDIOSAS... PERFEITAS E TUDO DÁ UMA POSTAGEM SUBLIME AMIGO... UM GRANDE ABRAÇO DE CARINHO E AMIZADE,
FERNANDINHA

LOURO disse...

Amigo Poeta,lindas as tuas fotos e
poema!!!Gostei...
Aproveito para te felicitar pelo teu regresso.

Abraço

Lourenço

manzas disse...

Que belas fotos e um belo poema...

Passei para lhe desejar um resto de uma boa semana…

O abraço…

Paula Raposo disse...

Este manto branco encanta-me!!
É com muita ternura que revejo esta foto que tens no perfil...beijos.

Codinome Beija-Flor disse...

O Poet voltou em grande estilo.
Muito bonito tudo aqui.
Abraços

Ana disse...

Que belo manto branco e que força tem por trás...
Bom ouvir o mar daqui...

Abraço

gaivota disse...

um poema para meditar...
a sementeira está feita, é acarinhá-la nas ondas e colher os grãos...
piliparessssssssss

Multiolhares disse...

Verde oceano
Que nas suas vagas
transporta a vida
que procura outra vida no
fundo do mar
Verde vida
que nos brancos mantos
descobre a força
nas areias ancoradas na
beleza da praia

beijos nossos

tossan disse...

Lindas essas marcas na areia! Lindo poema! Ainda vou aprender a comentar direito meu amigo, os teus poema vão me ensinar. Abraço especial

Maripa disse...

Manto branco em esplendor na praia lavada.

Que mar magnífico!

Abraço,amigo poeta.

Duarte disse...

Ser oportuno, o teu lema.

Areias limpas, praia bela.
Se me falas a miudo dela,
vou-me indo, enamorando...
Crias arte, fotografando.
Encho-me dela cada maré.
Mar que abraça, o da Nazaré!

Abraços para ti

GarçaReal disse...

Que lindas fotos...

Um manto bernco de beleza

Bjgrande do Lago

Ana Martins disse...

Caro poeta,
que maravilha!!!!

Beijinhos,
Ana Martins

mariam disse...

Poeta,

então muito bom regresso!
com poema d'ouro e imagens fantásticas! parabéns.

um abraço e o meu sorriso (engripado...rsrs) :)
mariam

Juani lopes disse...

hoy soy feliz con tu vuelta, mi querido poeta
saluditos :)))

gotadevidro disse...

O arado, a seara o manto branco....

Três belezas enquadradas no teu poema.

Belo

Bom Fim de Semana

Beijinho

Sol da meia noite disse...

Olhar...
Onde semeias...
Olhar...
Onde te ancoras.

Um beijinho amigo *

west disse...

West
Olá poeta, já viu no mail o convite para o Gargol - o blog da Nazaré?
Poi deve lá ter o convite com os passos a seguir caso esteja na disposição de ser a veia poética deste novo blog... mas não só! Ficamos a aguardar que aceite. Entretanto como administrador do blog vou enviar novo convite.

Sonia Schmorantz disse...

Volta bem inspirada, muito bonito tudo aqui.
Um abraço

utopia das palavras disse...

E floram
os lodos
de areiais arados
na brisa de mar
enciumados
pela seara lunar...!

Beijo, poeta

Teresa Durães disse...

e os suportes que vamos tendo ou oferecendo, são a partilha de uma vida

MEU DOCE AMOR disse...

Entrando a corrar e esbarrando nos livros deixados pelo chão...

Já chegaste poeta? Já?

Ehehe!!!

Hummmm...

Não concordo com o poema,por causa dos guindastes:)))

Já venho:)))

rosa dourada/ondina azul disse...

Bonita forma de regresso!!!

Boa continuação:)

Votos de
Fim de semana colorido,

Justine disse...

Palavras limpas e cristalinas como o mar, que as fecunda.

Iana disse...

Poeta amigo...

juro que te vi
na espuma branca da onda
encrespada pelo vento da manhã
te vi...

na nuvem passageira
que ameaçava
desabar

e na areia branca
da praia, beijada
pela brisa
suave que vinha do mar

Te vi no sorriso
de uma criança
fazendo castelos

e no grito
das gaivotas
que iam em bando
pros lados dos rochedos...

Vim buscar conchinhas e deixar o o perfume das rosas mais lindas, frescas e perfumadas para o meu amigo Poeta...

Um fim de semana abençoado
Iana!!!

Eduardo Aleixo disse...

Lindo o mar-arado
mar-marado
com manto branco
apaziguado...

Abraço, Zé.

Eduardo

Daniel Costa disse...

Poetaeusou

O mar a terra arada a contemplação do poeta, tudo coisas, que serão a arado da poesia.
Abraaço,
Daniel

Marta disse...

Magnificas fotos...
bom fim d semana...
beijonhos

Lena disse...

Ondas espumantes,
manto branco
parece o alto do meu vulcão
com seu chapéu branco

um beijo

poetaeusou . . . disse...

*
mundo azul
,
um mundo de luz
em azulado carinho,
desejo-te,
,
coloridas conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Liar
,
que as marés de espuma
te cubram de amizade
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Fernandinha
,
um mar de jinos,
em pilipares de carinho,
envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Manzas
,
um abraço nazareno,
deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Paulinha
,
alvas vagas
espraiando marfim, dou-te…
,
jinos,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Codinome Beija-Flor
,
musica celestial,
em alfabeto normal
penetrou em mim,
,
conchinhas
envoltas em simpatia,
deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Ana
,
o marejar da liberdade,
em vagas brancas de espuma,
,
conchinhas de amizade, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
Linda
o mar “caçou-me” esta manhã,
foi até á cintura . . .
,
por volta das 3 da madrugada,
entra pelas ruas e . . .
estou lá caído . . .
,
pilipares
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Multiolhares
,
Luna
,
a vida embarcada,
onde o pescador,
procura nas profundezas,
a vida manter,
em gesto traidor ?
o peixe pescar . . .
,
beijos nossos
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
tossan
,
limpeza da praia,
de objectos trazidos pelas vagas,
,
um abraço, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Maripa
,
é, amiga . . .
uma praia lavada
por um lavado mar . . .
,
conchinhas deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Duarte
,
Menina
Menina bonita
Para todos
É a Nazaré
E o mar que se agita
Vendo-a tão bonita
Corando de desejo
Envia-lhe um beijo
Em cada maré
,
um abraço
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
GarçaReal
,
extensivo
ao lago real,
,
Pilipares,
e jino de simpatia,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Ana Martins
,
sempre simpática,
grato,
,
jino
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
mariam
,
um mar de paracetamol
te envio amiga,
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Juani Lopes
,
Saluditos, amiga,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Gotadevidro
,
Eu fui a semente
Tu és o canteiro
Dum cravo de carne
Que tem o meu cheiro
Eu fui o arado
Tu és a seara
Seara de trigo sem fim
Seara lavrada por mim
,
In-ary dos santos
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Sol da meia noite
,
olhar . . .
o sol,
no mar da meia via,
olhar . . .
a noite,
nas marés da simpatia,
,
Vagas de jinos, mando
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
West
,
Nelson
vou entrar em contacto,
,
um abraço,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Sonia Schmorantz
,
encanta-me
a tua simpatia,
,
douradas conchinhas,
envio-te
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
utopia das palavras
,
cantam as brisas
nas marés de iodo
e os utópicos arados
sulcam as palavras
enciumando a areia
na forma que lavras,
,
búzios sonantes, envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
teresa durães
,
suportes repartidos,
em partilhadas marés,
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
MEU DOCE AMOR
,
guinda-te
e
logo
te elevarás,
,
srsrsr
,~
eu espero . . .
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
rosa dourada/ondina azul
,
sinto a tua gentileza,
,
som fim de semana, amiga,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Justine
,
translúcidas marés,
nas tuas vítreas palavras,
,
Conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Iana
,
juro que não te vi,
como poderei redimir-me ?
desditoso sou,
porque me cativas, mar
ou foi a nuvem passageira
que me toldou o olhar ?
porque não ouvi o teu canto
iana-sereia ?
e tu gaivota fiel,
onde ficou o teu grito de alerta ?
até tu gaivota !!!
perdoa-me rosa-sereia,
,
alvas maresias
e um bom fim de semana, desejo-te,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
LOURO
,
sensibilizado fiquei, lourenço,
,
um abraço,
,
*

M@ disse...

___________@@ @
____________@@@__@_@@@@
____________@@__@@_____@
___________@@@_@__@_____@
__________@@@@_____@@___@@@@@@
_________@@@@@______@@_@______@@
________@@@@@_______@@________@_@@
________@@@@@_______@_______@
________@@@@@@_____@_______@
_________@@@@@@____@______@
__________@@@@@@@@_______@
___________@@@@@@@@@@@@
___________@@@@@@@@@@@@
_______________@@@@@@@__________
@@@@@@@__________@@“ As Vezes
_@@@@@@@_________@ pedimos coisas
__@@@@@@_________@_@ para a vida
___@@@___@_______@@que ela não tem ___________@_____@__@como nos _______@@@@_@___ oferecer.
@_____@@@@@@__@_@@
____@@@@@@@___@@
____@@@@@______@
____@@_________@
_____@_________@
_____________@_@
______________@@

Bom Fim de Semana
Beijinho
Manuela

olhodopombo disse...

quero eu
ser
pretensisamente
o limite no infinito....

Sonia Schmorantz disse...

Façam tardes as manhãs
Façam artes os artistas
Faça parte da maçã
A condenação prevista
Façam chuvas os Xamãs
Façam danças as coristas
Façam votos que esta corda
Não sabote o equilibrista

Façam Beatles "For No One"
Faça o povo a justiça
Faça amor o tempo todo
Que amor não desperdiça
Faça votos pra alegria
Faça com que todo dia
Seja um dia de domingo

Façam tardes as manhãs
Façam artes os artistas
Faça parte da maçã
A condenação prevista

Façam Beatles "For No One"
Faça o povo a justiça
Faça amor o tempo todo
Que amor não desperdiça
Faça votos pra alegria
Faça com que todo dia
Seja um dia de domingo

(Osvaldo Montenegro)

Votos de um lindo final de semana
Um abraço

gaivota disse...

oh meu anjo... passé cuasi à tu porta... cuasiiiiiiiiiiiiiiiii
táscheiiiiiiiiiiiinhoderazónnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn
é já a seguir, pá semana, talvez!
deixa o tempo fixar uma beca de melhor...
tou ao telef com a ondina e manda bjinhos...és um lindo nos teus comentários...
beijos saudades até logo!

poetaeusou . . . disse...

*
Eduardo Aleixo
,
branca maresia,
arada
sagrada
nas brisas da poesia
,
abraço,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Daniel Costa
,
as palavras
são as alfaias dos poetas
arquitectadas, concretas,
como a imensidão do mar,
,
um abraço
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Marta
,
grato
continuação de um bfs,
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Lena
,
vulcão das marés
em vagas espumantes,
na praia e nos montes,
tão perto e distantes,
,
conchinhas nocturnas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
M@manuela
,
por vezes procuramos,
o que já temos em nós . . .
,
conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
olhodopombo
,
serás muito mais,
será um farol,
para alem do infinito . . .
,
conchinhas infinitas,
envio-te
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
"Que a arte me aponte uma resposta mesmo que ela mesma não saiba E que ninguém a tente complicar, pois é preciso simplicidade pra fazê-la florescer Porque metade de mim é platéia a outra metade é canção. Que a minha loucura seja perdoada porque metade de mim é amor e a outra metade também"
,
in - Oswaldo Montenegro
,
conchinhas deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
nina,
o mar parece um rio,
nem se mexe,cansou-se,
,
pilipares,
,
*

natibel disse...

Que gente é esta? Que gente? Que ao mar entrega o papel mágico de um poema? Que gente é esta, que gente? Que me empresta esta espuma, que me faz abraçar com ternura, que gente é esta?
Luísa Fonseca

poetaeusou . . . disse...

*
natibel
,
não faças
poemas ao mar,
porque,
o mar é um poema . . .
,
conchinhas espumosas, deixo,
,
*

Um Momento disse...

Aradas areias, searas encantadas em sorrisos mágicos tornados:)

(*)

poetaeusou . . . disse...

*
Um Momento
,
areal encantado,
em seara de de brisas,
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

g