setembro 23, 2008

>>>>>>>>>>>>>>>>>>> rascunhos <<<<<<<<<


teus olhares são uma ilha
que eu quero conquistar
com as bombardas do amor,
obuses de condensado pranto
perpassam os meus sentires
sugando amansados sonhos,
é nos espantados fervores
que procuro os teus afectos
em rascunhos prolongados
poema e foto:poetaeusou

52 comentários:

Filó disse...

Poeta

Rabiscos, rascunhos, é escrever
Os sentires ,afectos e emoção
Conquistam estes olhares!
Que dizer? está tudo dito ...
E que dança esta ..o Zorba !


Um abraço amigo

Sol da meia noite disse...

Viver é uma conquista.
Desafios nos olham...
Nos incentivam...
Nos amedrontam...

Jinhos de amizade * *

Ana disse...

Doce conquista a que se faz por amor e se narra com palavras de poeta.
Um beijo.

Ana Diniz disse...

Assim como nos ensaios, que prepara o elenco para a estréia, assim teus rascunhos... que te prepara para o texto final. Assim olhar para os olhos da amada... que te prepara para o mergulho intenso na tua paixão...


Bjos, poeta.

Ana

Teresa Durães disse...

tornar a ilha uma península

Carminda Pinho disse...

Poeta,
com rascunhos destes, a conquista é certa...:)

Beijos

GarçaReal disse...

Rascunhoa da vida, rascunhos do amor, que depois têm que ser passados a limpo...

Nos espantados fervores
Que procuro teus afectos

Lindo...Muito

Bjgrande do Lago e um pilipar...

GarçaReal disse...

Ainda aqui ando a voar.....

Esqueci-me de dizer que adorei a música. Há muito que não a ouvia.
Em tempos dancei muito o Zorba...Era moda

bjgrande do Lago

Carla disse...

olhares conquistados à beleza
beijos

daniel disse...

Poetaeusou

Assim como o canhão representa o passado, o amor devia ser ponto de partida, para um mundo mais apetecível!
Am abraço,
Daniel

poetaeusou . . . disse...

*
filó
,
amiga,
divagando o zorba
nunca esqueço
na ditadura grega,
as mulheres de Atenas
ou
os meninos do Pireu,
desculpa filó
tinha necessidade de o escrever,
,
conchinhas amigas deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
sol da meia noite,
,
viver é uma conquista.
não tenho duvidas,
temos que superar,
os escolhos,
as armadilhas,
as falsidades,
,
conchinhas de verdade
envio-te.
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
ana
,
narração
envolvida
num manto
de respeitoso amor,
,
amorosas marés deixo-te
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
ana diniz
,
mergulho
no palco da vida.
da vida de muitos actos,
,
marés passadas a limpo.
te desejo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
teresa durães
,
uma simples
passagem rochosa chegaria,
,
conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
carminda pinho
,
que bela profecia, amiga,
,
maresias coloridas
por um sol que desperta,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
garçareal
,
em todas as suas vertentes
o afecto, é a suprema felicidade,
o tocar numa peça de roupa
que se quer, no gato fofinho, ou, ou,
,
ecos de pilipares para o lago,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
garçareal
,
também eu
e em pleno areal, como ele …
mas,
nunca esquecer,
as mulheres de Atenas,
ou o porto do pireu
,
pilipares, deixo-te
.
*

Pelos caminhos da vida. disse...

Bom dia!

Rascunhos esses que não precisam passar a limpo,lindo.

beijooo.

Gerlane disse...

Em cada verso do teu poema uma ilha, uma bela imagem, um terno sentir. Sinto-me a navegar em um mar de poesia, quando por aqui passo.

Abraços, poeta!

São disse...

Que encontres sempre esses afectos que procuras, Nazareno!
Um grande abraço.

poetaeusou . . . disse...

Carla,
,
é ao olhar
as palavras em desalinho,
que agradeço ao bill gates,
estas estradas da amizade,
,
alinhadas marés, deixo-te,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
daniel
,
se conseguir-mos dimensionar o
pequeno mundo que nos envolve,
valiosa é nossa contribuição,
,
abraço,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
pelos caminhos da vida,
,
os rascunhos dos quereres.
.
conchinhas de um dia de verão,
deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Gerlane
,
o teu rumar,
é um terno calidoscópio,
poético mar navegado,
,
maresias de carinho,
te envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
São,
,
as verdadeiras buscas,
são constantes,
precisam de alimento diário ...
,
conchinhas carinhosas, deixo,
,
*

GarçaReal disse...

Era o Antony Quinn....Certo?

marcou a época

bjgrande do lago

Pingo de Mel disse...

Lindo.

Papoila disse...

Um bonito prender do olhar na cerca da primeira foto...

Um rascunhar de sentires constantes em ti

Beijo
BF

poetaeusou . . . disse...

*
garçareal
,
antony quinn
alan bates
e
irene papas
,
um presente para ti
em cima á direita,
,
pilipares para o lago
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Pingo de Mel
,
maresias
de agradecimentos
em favos de mel.
te envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Papoila
,
onde falta
uma escarlate papoila,
embelezando a fotagem,
,
vagas floreadas,
deixo-te,
,
*

gaivota disse...

onde andas tu, amigo? tempo de guerra, canhões e tudo???
ah meu acalma-te olha o outono...
rabiscas depois quando tiver mais fresquinho...
é uma canseira...
pilipares

Multiolhares disse...

São os olhares transparentes
Que sentem o fervor dos afectos
Artilhados em rascunhos de amor

Beijos nossos

Duarte disse...

Assim, aponta para lá isso!

Boas fotografias, de donde são? Creio que não conheço...

Utilizo os rascunhos (borradores), são-me muito úteis para passar a limpo uma ideia, tanto escrita como desenhada.

Um bom rascunho como o teu,
um grande poema deu.

Um grande abraço

mdsol disse...

"teus olhares são uma ilha"

oh poeta tu dizes coisas bonitas...dizes sim!
:)))

Carol disse...

Que seja feita a tua vontade de conquista!

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
isse digueu,
ainda tás em vigue ???
fiz agora doisvides,
nas pedras, tárrabiosa ...
,
pilipares,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Multiolhares
,
transparentes,
rascunhos,
,
beijos nossos,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Duarte
,
a primeira da ponta
mais a norte do ulster,
,
a segunda de um forte
perto de dublim,
,
saudações,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
mdsol
,
ilha
de amansados sonhos,
,
brisas nocturnas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Carol
,
assim nas marés,
como nas maresias,
,
conchinhas,
,
*

ANA DINIZ disse...

... Ó perca-te no mar [desta minha prosa,

querido Poetaeusou!

Navegues cintilante como és...


Acho-me em todos os teus
[versos

Transcendentais de amor!

Em cânticos de divinais sereias...

Projeto o meu humano ardor!



Beijinho.

Ana

mariam disse...

Poeta, essa sim... é uma guerra fantástica! se ainda só rascunho... dará concerteza uma óptima obra. Gostei (muito).

um sorriso :)

mariam

GarçaReal disse...

Poeta do sonho e do mar
Que vives poemando e a agradar
Fizeste caír lágrimas de saudade
De tempos idos de juventude de beleza
Que me recordaste com tua subtileza.
Guardarei esta recordação
Por me honrares em teu doce canto
Gravado fica em meu coração
Este momento sobre o qual....
Estendi meu humilde manto.

Obrigada poeta...
A ti que foste o primeiro a comentar-me neste mundo, ergo uma taça pelo carinho com que sempre me acolheste.

Hoje um bjgrnde do lago em dobro

A gaivota levo-a para um pilipar junto à garça

OBRIGADA

cristal disse...

Olá Poeta

Que dizer destes rascunhos?
São...olhares, afectos, sonhos, prantos condensados e fervorosamente partilhados...

Não tenho palavras...

Líndissimo....Adorei...

Um Abraço e muitas *** do mar

poetaeusou . . . disse...

*
ana diniz
,
prosa navegada
na cintilante areia
marulhar de sereia
nos versos cantada
ardor divinal
que na maré-cheia
beija o areal
,
conchinhas te deixo,
,
*

Ana Martins disse...

Se isto são rascunhos, o que será poesia?

Adorei, beijinhos

poetaeusou . . . disse...

*
mariam
,
grato amiga,
,
maresias escrevinhadas,
deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
garça real
,
em comovido manto
que me cobre a memória
saltou uma lágrima
do neurónio da saudade
recordações do começo
da caminhada por esta
rede que nos une,
obrigado pela tua tolerância,
,
jinos e pilipares de amizade
aqui deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
cristal
,
são os teus olhos
que vêem o que eu não mereço,
,
marés de agradecimentos, deixo-te,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
ana martins
,
chamo-lhe,
condescendência . . . tua,
,
vagas de obrigados, deixo,
,
*