julho 27, 2008

>>>>>>>>>>>>>> o mar é um poema <<<<<<<<<


dá-me um mar de versos
conjugações em maresias
vendavais prenhe de letras
palavras espumando frases
verbos de sophia a espanca
para criar os meus sonhos
mas hoje não poemo o mar
porque o mar é um poema
poema e fotos: poetaeusou

38 comentários:

Duarte disse...

Isto não se consegue todos os dias, Prémio...

Tenho certa sensibilidade pelos sonetos de Florbela.

Sim, estou contigo, o mar é tudo, fonte de inspiração... grande.

Um bom domingo para ti.

Multiolhares disse...

Como tens razão o mar
E um poema
E faz dos homens poetas

Beijos nossos

Oliva verde disse...

Porque o mar é sempre poesia...
Porque ele está sempre presente nas tuas palavras...
Porque estas palavras me fazem tanta falta como o mar...
...continuarei sempre a visitar este teu mar!
Beijinhos

Mariz disse...

Salvé!
Poeta é assim mesmo!
Não precisa de engendrar imagens para navegar nas palavras - quais ondas do mar.
Essa frase "não poemo o mar"...é de génio, mesmo!
Tomaram muitos que se dizem "poetas", sentirem tão perto as emoções que deslizam pelo coração e se plasmam num pedaço de texto... para a seguir nos darem a provar.
Tomaram muitos, mesmo "frabicando a martelo" algo que não soa a poema, soubessem, sentindo, do que se trata de verdade: SER POETA!
Abraço amigo
Mariz
ESPAVO!

andorinha disse...

Navegar nesse mar, conjugar a poesia. Sempre.
Um beijo.

Marlene Maravilha disse...

Passei para te visitar e nao me admiro em nada das belas palavras que li e a sensibilidade que senti aqui.
Lembrei-me neste post, das minhas férias no Algarve, durante alguns anos seguidos, Faro, Albufeira e por aí se vao as minhas lembrancas...bom tempo! e Portugal maravilhoso!
abracos e um lindo domingo!

Paula Raposo disse...

E o mar é um poema infinitamente belo!! Beijos.

poetaeusou . . . disse...

*
duarte
,
um dos melhores, para mim
,
Exaltação
,
Viver!... Beber o vento e o sol!... Erguer
Ao Céu os corações a palpitar!
Deus fez os nossos braços pra prender,
E a boca fez-se sangue pra beijar!
A chama, sempre rubra, ao alto, a arder!...
Asas sempre perdidas a pairar,
Mais alto para as estrelas desprender!...
A glória!... A fama!... O orgulho de criar!...
Da vida tenho o mel e tenho os travos
No lago dos meus olhos de violetas,
Nos meus beijos extáticos, pagãos!...
Trago na boca o coração dos cravos!
Boémios, vagabundos, e poetas:
--- Como eu sou vossa Irmã, ó meus Irmãos!...
,
in-Florbela Espanca
,
saudações
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Multiolhares
,
luna
olhar o mar,
é ler poemas,
,
beijos nossos
,
*

São disse...

Sim, aquela primeira foto é um poema por si só!!
Feliz domingo, Poeta da Nazaré.

Pitanga Doce disse...

Engraçado, ontem a noite estive num lugar e, de repente, o barulho era tanto que pensei: gostava que alguém me falasse de Florbela e já.

A primeira foto retrata bem o poema e o farol está lá.


abraços e...já estive me Mira d'Aire. ("Já fui tão feliz lá") hehe

poetaeusou . . . disse...

*
oliva verde
,
porque eu gosto
que me visites,
porque estás
sempre por perto,
com penhor te envio.
,
conchinhas mareantes,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
mariz
,
o mar é o tudo do tudo,
,
assim tens contigo a razão,
,
marés de conchinhas, dou-te,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
andorinha
,
ler poesia
é navegar num mar sem rumo,
ao sabor dos caprichos das marés,
,
buzios sonantes
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Marlene Maravilha
.
tens sempre uma
porta aberta amiga,
,
buzios deixi-te
,
*

jorgeferrorosa disse...

Belo, muito belo o poema. Gostei deste cantinho. Fantástico. Parabéns. Sempre que possível darei por aqui uma olhada.
Bom Domingo.
Jorge

poetaeusou . . . disse...

*
Paula Raposo
,
mar, mar e mar . . .
,
jinos
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
São
,
além da poesia,
do teu olhar,
,
conchinhas
,
*

LOURO disse...

O mar é um poema, bonita forma de descrever essa terra maravilhosa!
Um abraço,
Lourenço

poetaeusou . . . disse...

*
jorgeferrorosa
,
gratificado, fiquei,
,
abraço
,
.

Sol da meia noite disse...

É um poema mesmo... belo, capaz de nos tocar na sensibilidade, chegando mesmo a transformar-nos...

Amigo, um beijinho *

poetaeusou . . . disse...

*
Sol da meia noite
,
como digo sempre,
a beleza que nos rodeia,
é a minha musa . . .
,
conchinhas solares
para ti,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
LOURO
,
e a nazaré
é a essencia da poesia.
,
um abraço nazareno
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
pitanga
,
não imites a espanca,
,
Saudades
,
Saudades! Sim... talvez... e porque não?...
Se o nosso sonho foi tão alto e forte
Que bem pensara vê-lo até à morte
Deslumbrar-me de luz o coração!
Esquecer! Para quê?... Ah! como é vão!
Que tudo isso, Amor, nos não importe.
Se ele deixou beleza que conforte
Deve-nos ser sagrado como pão!
Quantas vezes, Amor, já te esqueci,
Para mais doidamente me lembrar,
Mais doidamente me lembrar de ti!
E quem dera que fosse sempre assim:
Quanto menos quisesse recordar
Mais a saudade andasse presa a mim!
,
in-Florbela Espanca
,
em mira d'áire estiveste
com o josé carlos malato ?
como ele é feliz em todo o lado
hehehehehehehehr
,
buzios cantantes
,
*

Cöllyßry disse...

Mar inspirador que sai dessas belas mãos, que são Tuas...
Docemente intenso...

Beijitos

mdsol disse...

sobretudo a fotografia superior "dá-me um mar de versos".
:)

poetaeusou . . . disse...

*
Cöllyßry
,
mãos inspiradoras,
tacteando o mar,
em doces maresias,
no intenso pilipar,
das gaivotas,
,
inspiradoras gaivotas, deixo
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
mdsol
,
vagas versejando,
nas asas do vento . . .
,
conchinhas nocturnas, dou-te,
.
*

AnaMar disse...

Mar poema
mar sinfonia
barco ancorado
em ondas de bailado
as palavras
batem na areia
onde repousa
o poeta enamorado.

Abraço

poetaeusou . . . disse...

*
AnaMar
,
o meu poema
dança no mar
a sinfonia
do areal
barco bailando
o vira na praia
rodando a saia
do meu olhar
,
conchinhas ao luar, deixo,
,
*

Pitanga Doce disse...

Pois era justo do Malato que falava. O homem já foi feliz em todo o lado! hehe

Chinha disse...

Um poema é a 1ª foto....

bjinho em ti

poetaeusou . . . disse...

*
Pitanga Doce
,
sou tão feliz
como o voar dum passarinho
que deixou o seu ninho
voando para onde quis
o segui
pensando que era o caminho
e eu feito tadinho
quebrei uma asa caí
e parti
o meu nariz ....
lálálá lálálá lá lá
,
efeitos do nevoeiro
.
conchinhas douradas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Chinha
,
poemas
são os teus olhos,
,
jinos
,
*

Juani lopes disse...

Hoy realmente tu mar es un verdadero poema mi correo es
juanilopes@gmail.com
saluditos

poetaeusou . . . disse...

*
Juani lopes
,
vou enviar-te
algumas fotos . . .
,
conchinhas
,

mariz disse...

Poeta!
Vom aqui de novo, onde a verdade se espelhou e dizer-lhe que gostava mujito que recebesse o meu award...
só não sei, é se ele se encaixa na estética e harmonia da sua página e se gosta de publicar este tipo de homenagens.
Conquanto se quiser, eu posso enviar-lhe o url, um pouco mais pequeno, se quiser.
Fico a aguardar a sua resposta, ou em qualquer post ou através do mail criado para o efeito.
Grata
Mariz

poetaeusou . . . disse...

*
mariz
,
como já reparaste,
não sou contra,
mas, não aceito bem,
nomeações e as troca de prémios,
entre blogs,
lembra-me o jorge sampaio que
até a ele próprio concedeu
condecorações . . .
,
como deves calcular, nada altera,
a nossa amizade, necessito que me
visites e eu farei o mesmo,
,
conchinhas amigas, deixo-te,
,
*