maio 10, 2008

>>>>>>>>>>>>>>>>>>> S I N T O <<<<<<<<<


sinto
a pele do mar
nas asas das mãos
sinto
o sorriso das marés
nos salões de areia
sinto
o sabor do sol
perdido na noite
sinto
a boca sedenta
esperando amanhãs
sinto
os olhos alados
imaginando esperas
na busca de quimeras
nos acordares frustrados
poema e fotos: poetaeusou

46 comentários:

Multiolhares disse...

E sentindo se sente o que não tendo sentido
Se acaba sentindo
Sentidos, beijos nossos

MEU DOCE AMOR disse...

E no coração quente,o que sentes?

Belo.

Um beijo doce e bom fim de semana em Paz Querido Poeta do Mar

Acordomar disse...

Oi poeta, passo á pressa e deixo um beijinho a cesejar um bom f de semana ;*

Eärwen Tulcakelumë disse...

Sente o sabor da vida em ti
Sente a magia das letras que brotam da tua alma
Sente...e deixa vir como as ondas do mar...e seja sempre Poeta!

Agora, faço um convite para leres A Presença, algo dirente que esta ave ousou fazer.

Pérolas incandescentes de luz.

Eärwen

daniel disse...

poetaeusou

Belo é o texto, como belas são as fotografias. Nazaré é realmente uma terra encantadora, Fez-se recordar um seu grante admirador, Abílio de Matos e Silva, cenógrafo do S. Carlos, que desenhou três selos postais, cujo motivo baseou no trajo da Nazaré.
Posteriormente foram premiados em Itália, onde saíu uma entrevista sua. A mema foi-me oferecida pelo editor. Havia que revertê-la para português, o que fiz. com a preciosa ajuda de Abílio de Matos e Silva.
Foi nessa altura que me deu a conhecer o quanto de carinho nutria pela sua segunda casa na Nazaré, de que também escreveu algo, de que fiz entrada, numa crónica sobre a vila.

Daniel

Juani lopes disse...

REALMENTE TU AMOR POR EL MAR ES TAN INTENSO COMO EL MAR MISMO
SALUDITOS

tulipa disse...

Hoje...
Sábado, em casa sozinha...
Não me apetece limpar a casa...
quando se está deprimido não apetece fazer nada...nada...nada
...só dormir...mas, eu faço os possíveis pelo menos de não abandonar a minha escrita nos blogs, ao menos isso...

Sinto uma preguiça enorme...
Aqui estou sentada em frente ao computador, apetece-me estar aqui a visitar os meus amigos/as virtuais.

Espero a tua visita.
Podes visitar o meu novo blog de fotos exclusivas, só minhas...

Por aqui continua o teu talento para as palavras, sempre associadas a belas imagens.
Parabéns.

No outro blog tenho algo sobre cinema, se preferes, bora lá.

Bom fim de semana.

Deixo um beijinho c/carinho.

mariam disse...

que maravilha...acordar (hoje tardito), beber um sumo de laranja natural e "lê-lo"...

bom fim-de-semana

um sorriso

Mulher na Janela disse...

o que sentes é o que és.

um beijo de conchas e sal.

Iara

Sol da meia noite disse...

É bom estar receptivo às sensações...

Na belíssima foto de cima, sinto que o sol beija a água, despedindo-se...

Xis

poetaeusou . . . disse...

*
multiolhares
,
e num desatino
com tino . . . sentido,
,
beijos nossos,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
MEU DOCE AMOR
,
sinto . . . o belo,
o grito da natureza,
,
conchinhas quentes,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Acordomar
,
ok, amiga,
agradeço o teu "passar"
,
jinos
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Eärwen Tulcakelumë
,
irei presenciar,
a tua presença,
,
luzentes conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
daniel
,
continuas a abrir o
meu baú de recordações,
,
lembro-me dos selos,
uma colecção sobre,
motivos regionais,
fui um intermitente
colecionador,
nacionais e estrangeiros,
passei a pasta ao filho,

do matos da silva tenho uma vaga
ideia, penso que incutiu o amor á nazaré, ao trincheiras, bailarino
que faleceu aqui, na nazaré . . .
,
abç,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Juani lopes
,
ver o mar,
e ficar . . .
a ver o mar !
,
saudações,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
tulipa
,
canta, menina,
quem canta seu mal espanta,
,
irei, ao teu cantinho,
,
conchinhas cantadas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
mariam
,
e o mar,
já de sobreaviso,
os pés da mariam vai beijar,
no seu espreguiçar
lançando-lhe um sorriso,
,
conchinhas mareantes, deixo-te,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Mulher na Janela
,
não duvido,
,
conchinhas de iodo, dou,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Sol da meia noite
,
sinto o mar,
sentindo o dourado sol,
,
conchinhas nocturnas, deixo,
,
*

Angel of Light disse...

Sinto...sinto...já não sei o que sinto... e quando entro aqui até tenho de apertar o cinto para poder deixar algumas palavras tuas para os outros!

És lindo meu poetatués!

Beijinhos de Amor, Paz e Luz!

poetaeusou . . . disse...

*
Angel of Light
,
eu sinto,
que tu sentes,
e eu ressentindo,
já não posso apertar
(presentindo)
mais o cinto,
,
conchinhas sentidas
,
*

Rosi Gouvea disse...

"Fosse eu Rei do Mundo,
baixava uma lei:
Mãe não morre nunca,
mãe ficará sempre
junto de seu filho
e ele, velho embora,
será pequenino
feito grão de milho."

Carlos Drummond de Andrade

Mais uma vez, encanto-me na sua presença...

Beijos doces

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá meu querido Amigo Poeta, quer o post anterior, quer este estão maravilhosos...
Não seria de esperar, outra coisa de ti Amigo!
Por ti fico feliz, por ti fico ao pôr do Sol, esperando a lua dar o ar da sua graça...
Amigo, para mim a amizade é o sentimento mais puro e mais belo...
Votos de um bom Domingo!
Beijinhos de carinho e amizade,
Fernandinha

Anónimo disse...

Tenho visto as tuas flores, o teu mar e... até o teu foguetório (salvo seja).
Tenho andado por aí (como o outro), mas em silêncio.
Os amigos não estão esquecidos.
Continuo no "defeso"...

Um grande abraço, Poeta.

A.M.

Suave Toque disse...

"Amizade é sentir o carinho
é ouvir um chamado
é saber o momento
de ficar calado
Amizade é somar a
alegria, dividir tristeza
é respeitar o espaço
silenciar um segredo e a
certeza da mao estendida, a cumplicidade que nao
se explica apenas se vive."

Um feliz final de semana...e uma semana cheia de boas realizações.

Grande beijo

Suave Toque

poetaeusou . . . disse...

*
FERNANDA & POEMAS
,
A felicidade de um amigo deleita-nos. Enriquece-nos. Não nos tira nada. Caso a amizade sofra com isso, é porque não existe,
,
in- jean cocteau
,
conchinhas de amizade
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
anónimo
,
oiço o eco . . .
,
conchinhas saudosas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
rosi gouvea
,
Chega mais perto e contempla as palavras.
Cada uma tem mil faces secretas sob a face neutra
e te pergunta, sem interesse pela resposta, pobre ou terrível, que lhe deres:
Trouxeste a chave?
,
in-drummond de andrade
,
conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Suave Toque
,
a amizade,
é o elo
da confiança mutua,
,
conchinhas amigas, dou-te
,
*

sinhã, a. disse...

E
que
bem
sentes. :-)

Alice Matos disse...

Foi tão bom passear um pouco neste teu espaço e desfrutar da beleza das imagens e das palavras... Lindo o post anterior...

Um beijo para ti...

Perdido disse...

"pseudo-poeta, só,
apenas uma correia condutora,
da beleza das flores,
deste mar, que respeito e amo,".

Falsa modéstia parece-me vaidade. Mas que tenho eu a ver com isso? De poeta e pseudo todos temos o nosso feudo.

A estória agradece que não lhe bifem a távola. Detestamos o plástico e gostamos de ter os nossos cavaleiros e cavaleiras bem instalados, "imaginando esperas / na busca de quimeras".

Abç

poetaeusou . . . disse...

*
sinhã, a.
,
sentindo . . .
,
conchinhas sentidas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Alice Matos
,
e as ruas,
as praças,
as avenidas,
a marginal,
rejubilaram com a tua visita,
,
conchinhas de amizade,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Perdido
,
amigo,
nem vaidoso,
nem narcisista,
e muito menos poeta,
quanto muito,
e bem visivel,
poetaeusou ... (...),
,
sou um estudioso, á decadas,
do rei artur e tudo o que o
envolve, a razão porque adorei
o teu post, noutra vertente, só,
,
irei acompanhar a tua "estória"
,
um mar se abraços, fica,
,
*

Duarte disse...

Quase em querer,
a humidade que cria a emoção,
essa gota terna e cálida,
deslizou pelas minhas faces,
encontrou-se com o canto da boca,
para deixar esse sabor salgado,
como o do nosso mar, mas,
foi-se transformando em doce,
ao contemplar tanta beleza,
Nazaré!
Então proferi com orgulho,
sou português,
sinto-me bem assim.

Abraços

poetaeusou . . . disse...

*
duarte
,
De tão longe veio o mar
Embalando uma sereia
Dizendo sempre a cantar
Pacto terno nessa areia
Saltando da proa a ré
Crianças ouvem cantar
Encanto que vem do mar
É vira, é Nazaré,
,
saudações nazarenas
,
*

Chinha disse...

Sinto o pôr do sol


bjitos em ti

♥Serena♥ disse...

Sinto...
cada sentir das tuas palavras
Nas cores de um lindo por do sol...
Em cada brisa do mar, que exprimes em cada versejar...

***

poetaeusou . . . disse...

*
Chinha
,
pôres-do-sol, envoltos
nas brisas sentidas
palavras vividas
dos teus poemas soltos
,
nocturnas conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
♥Serena♥
,
exprimes no teu olhar
na espuma deste meu mar,
sinto . . .
,
conchinhas de iodo, dou,
,
*

gaivota disse...

0lhos alados, sem ver nada, por enquanto...
já nada vai ser como dantes, felizmente, nem correrias, nem horas a "TER QUE SER"
a felicidade e a vida de dois mora aì, nesse cantinho que espera por tudo...
manda-me emboraaaaaaaaaaaaaa
é tão tarde, cheguei agora...
força, companheiro, tudo do melhor para os 2
beijinhosssssssssssssss
pipiladossssssssssssss(olha elas...toma conta...)

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
á corriqueira !!!
,
pilipares
,
*

Um Momento disse...

Sinto...que sentes

(*)

poetaeusou . . . disse...

*
Um Momento
sentes . . . que sinto,
,
sentidas conchinhas
,
*