fevereiro 09, 2008

>>>>>>>>> mitiga-me <<<<<<<<<


mata-me a fome
do fruto proibido
sabor de mulher
no cálice de vida
mitiga-me a sede
do choro retalhado
fragmentado solfejo
de exaltadas lágrimas
poema e fotos: poetaeusou

26 comentários:

multiolhares disse...

Entre vendavais
Frutos proibidos
Cálices de vida
Existem lágrimas
De dor, saudade,
Ciúme amor

Beijos nossos
luna

poetaeusou . . . disse...

*
multiolhares
,
luna
,
fome do fruto,
sede de lágrimas,
explosão de vida,
,
beijos nossos
,
*

Sol da meia noite disse...

Ai essa fome, Poeta... logo pela manhã...
Vá, troca as lágrimas por sorrisos...

Jinho :)

poetaeusou . . . disse...

*
sol da meia noite
,
tambem se chora
de alegria, amiga,
,
conchinhas
,
*

PoesiaMGD disse...

Hum... que bela fome... feita poema que se devora!
Um abraço

poetaeusou . . . disse...

*
poesiamgd
,
palavras amainadas
na sede dos verbos
nos aquietados poemas,
,
conchinhas
*

Maria disse...

As fotos são excelentes, e as palavras são... de Poeta apaixonado.... faminto e sedento de......

(o comentário anterior era meu mas tinha um erro...)

gaivota disse...

e novamente a entrada do porto de abrigo
abriga-me as lágrimas que vão saltando de indignação, de revolta, de apetecida mas calada vingança...
jinhos para ti

Rosa Maria disse...

Poeta

Não estranhes se for menos assídua no teu blog.

As saudades dessa terra são muitas e ainda pensei que pudesse resolver isso mas... cheguei tarde!
Estou com o coração partido!

Por isso ver imagens dessa terra ainda me magoam mais.

Beijinhos

Pitanga disse...

Aposto que já foste lá em casa. Não entraste porque? Foi o título que assustou?

abraços

Oliva verde disse...

Lindo! E este mar...

Beijinhos

poetaeusou . . . disse...

*
maria
,
bem aventurados,
os famintos de justiça,
,
inté
,
*

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá amigo Poeta, tudo lindo neste reino de; FOTOS E POESIA.
Um abraço com muito carinho e amizade.
Fernandinha

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota,
,
*
se achares por bem,
conta-me do porto de abrigo,
passa-me ao lado . . .
,
brisas de jinos
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
rosa maria
,
repara que,
saudades levas o vento,
e
recordar é viver,
,

pilipares de gaivotas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
pitanga
,
nunca tenho medo,
tenho uma menina,
dentro de mim, hehehehe
,
já deixei minha assinatura, "lá",
,
conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
*
oliva verde
,
deixa-me,
te cingir, mar
e dançar, dançar, dançar,
tocando o areal.
em esvoaçantes bailados.
como a Gaivota.
desejando-te mar
ofertando-te mar
amando-te mar
beijando-te mar
,
conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
FERNANDA & POEMAS
,
fernandinha
,
pudera eu,
igualar o teu ,
,
conchinhas
,
*

gaivota disse...

um dia, um dia
te conto, vou-te contar
as histórias das lágrimas...
antes, porém, tenho outros assuntos a resolver,
outras lágrimas...
beijinhos

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
ok,
,
tu o sabes,
que chegues á meta desejada,
desejo-te,
,
buzios sonantes
,
*

Pitanga disse...

OBRIGADA PELA "ASSINATURA". SABIA QUE PODIA CONTAR COM A TUA EXPERIÊNCIA.

Beijinhos na menina .hehehe

Carminda Pinho disse...

Olá poeta!
lágrimas? estás triste ou é a saudade?

Beijos

poetaeusou . . . disse...

*
pitanga
,
a menina extasiou,
hehehehe
,
maresias
*

poetaeusou . . . disse...

*
Carminda Pinho
,
amiga,
nostalgia,
de a-ver-o-mar,
,
olhar o mar,
e
serenar . . .
,
um mar de jinos
,
*

GarçaReal disse...

Fruto proibido...Maçã ....Amor...

Pecado....Desejado.

bjgrande do Lago

poetaeusou . . . disse...

*
garçareal
,
heroina . . . serpente,
,
conchinhas
,
*