setembro 22, 2007

»»»»» 23 de Setembro, espero-te Equinócio ««««


olhando o mar
espero-te equinócio
em relógio parado
na angustia da mudança
ocaso dos meus sonhos
encruzilhada de mim
de enganos desfolhados
nas dispersas marés
poema e fotos: poetaeusou

44 comentários:

Pitanga disse...

E aqui a Primavera se anuncia!Sol calor e há quase dois meses não chove. Imagina-se o verão!´

abraços de sábado

GarçaReal disse...

Olhando o mar....

bjgrande

Maria P. disse...

Espero, serenamente...

Beijinhos*m*

Sophiamar disse...

Temes a mudança?Porquê doce poeta? Não te amedrontes que as marés vivas trarão a tua amada e ,juntos, os ocasos ainda serão mais belos. Olhar o sol a dois, já o sabeis, é um poema onde o tema é o amor.

Beijinhos

rosa dourada/ondina azul disse...

Esperas o equinócio,
de relógio parado,
mas
ele vai chegar !

Beijinhos,

Maria disse...

Espero que venha depressa (lol) para que te passe essa angústia....
... em marés dispersas...

Inté

Rui Caetano disse...

O mar é longo e infinito, o Sol que beija as águas paradas, reflecte os nossos anseios, recupera as nossas esperança por algo sempre melhor.

Carminda Pinho disse...

Fico esperando que seja leve.
Beijinhos

aryana disse...

A mais bela de todas as coisas...o amor!
Bfds

multiolhares disse...

O equinócio também te espera
como a vida te espera
mas o relógio não para
podes esperar o equinócio
e olhar o mar, mas a mudança está presente a cada instante, há que vive-la

beijos nossos
luna

Papoila disse...

Quem dera que o Equinócio também me traga uma mudança nos meus sentires...

Lindo
BJS

poetaeusou . . . disse...

-*
pitanga
*
primavera ?
,
primarosa , primarosa,
*
xi
*

poetaeusou . . . disse...

*
garçareal
*
encruzilhada de mim . . .
*
jinos reais
*

poetaeusou . . . disse...

*
maria p.
*
… pelas marés . . .
*
ji
h
*

poetaeusou . . . disse...

*
sophiamar
*
tudo é feito de mudança,
a mudança na continuação,
o renascer dos ocasos,
a sonata dos poemas,
,
marés de jinos
*

poetaeusou . . . disse...

*
rosa dourada/ondina azul
*
equinócio
época das colheitas
agradecimento ao deus sol.
dos incas, mayas, aztecas …
*
jino
*

poetaeusou . . . disse...

*
maria
*
o(a)casos
*
inté
*

poetaeusou . . . disse...

*
aryana
*
belo e louco
,
xi
*

poetaeusou . . . disse...

*
rui caetano
*
dispersas mudanças
*

poetaeusou . . . disse...

*
carminda pinho
*
. . leves marés . . .
,
jinos
*

poetaeusou . . . disse...

*
multiolhares
,
luna
,
esperanças
nas constantes
mudanças
,
beijos daqui
*

poetaeusou . . . disse...

*
papoila
*
no mínimo,
vais sentir,
maiores noites,
e . . .
dias mais curtos
*
pouco romântico,
não é ???
olha . . . fica assim …
*
marés de jinos
*

MEU DOCE AMOR disse...

No horizonte...
No símbolo da Balança
Equilíbrio entre a luz e a não luz
Dia e Noite com igual duração...

O Sol "morre",mas renasce ao Alvorecer...

Beijo doce Poeta que observa o Horizonte:)

A COR DO MAR disse...

as angustiantes "mudanças", sejam elas de que cor...

Poeta desejo-te um bom domingo

Beijocas para ti, e tuas gaivotas, que ja tenho saudades desses mares...

Maria disse...

"Nunca te zangando com nenhuma mulher", como dizes de uma forma sistemática, às vezes tens mau feitio, poeta...........
... A vida é tão curta, e tu sabes disso....
Porquê?

Inté

Pitanga disse...

Poeta, já há flores por todo o lado!

Um Momento disse...

Mergulho nas tuas palavras
nas marés...
E olho o horizonte ...
Belo...visto com este teu olhar...
Nas imagens que aqui vieste Partilhar
Obrigado...
Beijo... em ti
(*)

amigona avó e a neta princesa disse...

Só tu...

poetaeusou . . . disse...

*
meu doce amor
*
longa longitude
de eclíptica órbita
doce latitude
ponto sub-solar
solstício do amor
em horizonte, mar
*
marés em magias de fogo
*

poetaeusou . . . disse...

*
a cor do mar
*
lin(d)a
,
vamos imaginar
as mudanças das marés
nas suas diferentes cores,
como,
a cor do mar . . .
*
beijokas
*

poetaeusou . . . disse...

*
maria
*
e nunca me zango, acredita,
e muito menos contigo,
*
um inté,
enorme,
para ti,
*

poetaeusou . . . disse...

*
pitanga
*
na primavera,
anda o pólen no ar . . .
,
xi
*

poetaeusou . . . disse...

*
um momento
,
marés partilhadas
em horizontes de olhares
,
beijo
*

poetaeusou . . . disse...

*
amigona avó e a neta princesa
*
pragmatismo de . . . avó
*
xi
*

Paula Raposo disse...

Gosto da imagem 'ocaso dos sonhos'. Beijos.

Sol da meia noite disse...

Adorei as fotos... nelas tento alcançar o infinito...

Muitos beijinhos!

Pitanga disse...

Oh sim, pólen e espirros também!

poetaeusou . . . disse...

*
paula raposo
*
paulinha
*
sonhos erráticos
*
jino
*

poetaeusou . . . disse...

*
sol da meia noite
*
do . . . limite,
*
marés de beijos iodosados
*

poetaeusou . . . disse...

*
pitanga
*
alergias . . . de ipanema . . .
*
xi
*

Teresa Durães disse...

passou o equinócio. que a época da colheita te seja abundante

poetaeusou . . . disse...

*
Teresa Durães
*
extensiva a ti ,
,
xi
*

Sininho disse...

Era bom poder parar o relógio.
Ora se era!
O Outono ainda vá que não vá.
Tem poentes magníficos.
Mas o Inverno, faz-me o favor, apresenta-lhe um cartão vermelho, quando for a altura, sim?

Abraço

poetaeusou . . . disse...

*
sininho
*
relógio não
marques as horas.
la la la, lalala
*
xi
*