julho 05, 2007

»»»»»»»»»»»»»» S O S ««««««««««««««


SOS, auxilia-me, meu amor
escuta o meu grito, ajuda-me
de sentidos perdido, abriga-me
entre os molhos dos teus braços
não é o som do marulhar do mar
ou o bramido das ondas quebrando
é meu, o estrépito e angustiante brado
vem ser o aconchego, meu porto seguro
salva-me do dilúvio dos meus repensares
sentimentos abstractos e incompreendidos
rota sem farol, naufragado sou, mastro fustigado,
triste marujar, transbordando amor, em busca do cais
poema e fotos: poetaeusou

24 comentários:

Papoila disse...

Teu cais
Teu porto de abrigo
Tuas palavras,
Teu grito
Tu ...Poeta!

Beijo

BF

Papoila disse...

Já agora ... O trajar da tua Mulher Nazarena é mesmo um encanto.

Beijos
BF

poetaeusou disse...

*
papoila
*
eu, sem abrigo,
esperando,
*
um beijo
*

poetaeusou disse...

*
papoila
*
todo o trajar feminino
todas as mulheres,
são um encanto ...
*
jinos
*

sonhadora disse...

Entrego-me feita dádiva para salvar-te do grito desesperado.Eis-me sem limite nem fronteira...
no teu espelhado mar amante.

Beijinhos embrulhados em abraços

poetaeusou disse...

/
sonhadora
/
óh meu socorro
meu abrigo
dá-me as tuas coordenadas,
minha salvadora
e aportarei ao teu cais
serás meu manto
sem vendaváis
para meu encanto
/
prateados beijos
/

Pitanga disse...

Desculpe mas não li muito bem o texto. Fiquei a olhar a primeira foto e divaguei.

abraços

GarçaReal disse...

Poeta...No teu triste marujar,em busca do cais....E em resposta ao teu pedido de " SOS " cedo-te o meu
Lago para que possas atracar e repousares por tempo indeterminado...

bjs

Bruxinhachellot disse...

Imagens da perfeição. Palavras sentidas em vento em mar.

Beijos de Sol e de Lua.

poetaeusou disse...

*
pitanga
*
divaga, divaga,
di....Vaga do Mar ...
*
ji
*

poetaeusou disse...

*
garçareal
*
vou aceitar o teu,
asilo amigo,
repousarei,
na quietude do teu lagoreal
*
jinos
*

poetaeusou disse...

*
Bruxinhachellot
*
grato
,
mas ...
a anos luz
do teu
labirinto do sol e da lua,
,
jinos
*

poesiadaspiramides disse...

"Podemos escolher o que semear, mas somos obrigados a colher aquilo que plantamos."
Provérbio chinês,

feita onda no teu mar, sal no iodo do teu corpo ,maresia que banha o teu olhar, escuto o dilúvio do teu pensar, feito salgado mar, remendei as redes, liguei o farol, pedi à lua para te iluminar, gritei ao sol para te aquecer, continuo sentada na areia da praia transbordando amor, aguardo o teu chegar não te aceito naufrago , os meus braços continuam e estarão sempre abertos para no meu porto abrigo te poderes aconchegar

beijos nossos

Maria disse...

Espera só mais um bocadinho. Poeta....
... que o cais está preparado para o teu Barco atracar...

Inté

poetaeusou disse...

*
poesiadaspiramides
*
LUNA
*
com esses braços acolhedores
quero ser um náufrago crónico ...
*
beijos daqui
*

poetaeusou disse...

*
maria
*
num cais atracado ...
o meu barco navega,
*
inté
*

MEU DOCE AMOR disse...

Rota iluminda pelo farol...longe a colisão.

Beijinho doce:)

poetaeusou disse...

*
meu doce amor
*
premente
colisão em ... ti ...
*
beijos maresiados
*

Sophiamar disse...

Ouvi o teu grito desesperado
Corri para te ajudar
Tu és um homem amado
Não podes desanimar

Por aqui corre o amor
É lava , é erupção
De quem vive com ardor
Envolvido em paixão

Tu poeta...és
os teus gritos...ouvidos são

Beijinhosssssssssssssssssss

poetaeusou disse...

*
Sophiamar
*
de mão forte
em seguro leme
aportarei ...
ao teu cais ...
*
beijo
*

Maria Clarinda disse...

Os cais sempre portos de abrigo, ou...talvez não.
Adorei o poema e mauis uma vez as fotos.
~Jinhos

poetaeusou disse...

/
MARIA CLARINDA
/
a bem-querença
dos teus olhos ...
/
xi
/

non disse...

passei a dar-te um bjinho.
Volto com mais calma de "uma aldeia de roupa lavada" ;)

Abraço amigo

Madalena

poetaeusou disse...

/
non
/
outro
,
"salgado"
,
mas amigo, como sempre.
,
/