maio 30, 2007

»»»»»» o meu contributo, honesto ««««««


barco país, arvoredo sem raiz
barco sem cais, nem arrais
barco negrume, sem cardume,
barco sem rumo, a exaurir, fumo
barco incolor, sem sol, nem farol
barco sem vistas para os turistas
barco não vivido, no areal, perdido
barco indolor, sem suor, sem amor
barco 33 anos de ( in ) democracia
barco na espera da procura, um dia
barco caminhada de várias injustiças
barco a justiça em vez de greves lícitas
poemado e fotos: poetaeusou

34 comentários:

bom dia isabel disse...

Barco sem arrais
não pode sair do cais
barco tem amarração
amor pátrio
paixão
terá a luz
que o seduz
e a caminhada
suada
o levará
pelos caminhos
menos daninhos
rotas seguras
puras
maduras

beijinhos poeta do mar nazareno

bom dia isabel disse...

Voltei:
As fotografias
belas fantasias
bem reais
especiais
As cores
o azul da
embarcação
uma paixão
e o verde
esperança da
manhã
que aí vem

Mais um beijo

poetaeusou disse...

/
bom dia isabel
/
greves gerais
sinónimo
de países injustos
/
jino
/

poetaeusou disse...

/
bom dia isabel
/
que os barcos
(os nossos governantes)
encontrem a rota certa
guiados pelo farol da esperança
farol irisado de todas as cores...
/
bjinho
/

Maria P. disse...

Barco perdido, à deriva - o país.

Bjinho*

Paula Raposo disse...

Gostei. Tens razão. Beijos.

luna e neptuno disse...

Vida, magoa, sonhos nascidos,
decepados, perdidos pelos anos,
ao passear, gritos de alegria,
amordaçados na garganta greves,
que a já ninguém encanta,
pelo medo de fazer e sentir que não adianta,
vendo as falácias passarem sem as poderem alterar.

jinhos nossos

MEU DOCE AMOR disse...

Por isso muito gostava eu do "Barco do Amor"...tinha um rumo bem definido.

Love...come a bord!

Beijinho doce:)))no barco do amor,rumo às ilhas gregas:))))

MEU DOCE AMOR disse...

E a música era o máximo....

poetaeusou disse...

*
Maria P.
*
e derivados
*
ji
*

poetaeusou disse...

*
paula raposo
*
paulinha

*
ji
*

poetaeusou disse...

*
luna
*
mágoas !
é ...
*
ji
*

poetaeusou disse...

*
meu doce amor
*
ái ilha de creta
ái porto do pireu
contigo
e, o je
zorbaniano
*
ji
*

poetaeusou disse...

*
o meu doce amor
*
láannnn
lá lá lá lannnnnnnnnnnn
*
ji
*

Luís Galego disse...

barco incolor, sem sol, nem farol

barco com transporta um poema, só pode ser interessante...

poetaeusou disse...

/
luis galego
/
e a remos ...
/
visitei
a tua casa,
lisboa é lisboa
dos idos 68 a 80
apanhou-me lá e continua,
inconstante, ingovernavel,
selvagem e cinturas de cinturas ...
/
até
/

Isabel-F. disse...

MARAVILHOSO ...

não podia estar mais bem definido o nosso País e o modo como temos "ido por aí"

os meus sinceros parabéns. adorei.
as minhas palmas.

quanto à pergunta que me deixaste ...rsss... já te respondi ...


beijinhos

poetaeusou disse...

/
isabel-f.
/
maravilhoso ?
/
não será, "demasiado demais" hihi
/
abç
/

Isabel-F. disse...

achei mesmo maravilhoso ...

nunca digo o que não sinto ...

quando muito fico calada quando não gosto...

poetaeusou disse...

/
isabel-f.
/
acredito, piamente
/
abç
/

Maria disse...

Como eu gostaria de, um dia, ver-te, barco, trabalhando num país justo, solidário, com igualdade de oportunidades, com todos os direitos e todos os deveres, em que a riqueza produzida por ti, barco, fosse distribuída por quem te trabalha.
O que eu vejo é desemprego, desigualdades, precariedade no trabalho.
.....................................
Hoje, dia de GREVE GERAL, morreu um operário, que estava a trabalhar...

Um dia vou saber-te, barco...

Beijos, hoje

Maria Clarinda disse...

Mais um poema maravilhoso,umas fotos lindas e música.
Obrigada pelos momentos lindos.

poetaeusou disse...

///
maria
,
Um dia vou saber-te, barco...
,
o barco sabe, maria, sabe ...
,
inté
///

poetaeusou disse...

/
maria clarinda
/
são os teus olhos, linda,
/
bigado
/

luna e neptuno disse...

Todos os dias tentamos lutar pela liberdade, pela justiça, procurar os direitos que pensamos ter, e lutamos, lutamos , mas cada vez se torna tudo mais inglorio, pois estamos a perder as forças, a precaridade do trabalho,a necessidade do mesmo,são tantas as dificuldades, que nos obrigam a olhar a liberdade de longe, como algo ilusorio...

jinhos nossos

poetaeusou disse...

///
LUNA
/
a adaptação aos novos ventos da história, não são sinais de
derrota, mas de realismos social
e politico, vai ser duro, a nivel
europeu, as novas gerações lutam
por eles, individualmente, sem mentores e sem utopias, a realidade é sorver informação, não esquecer o que aprendeu nas escolas e documentar-se ao longo da vida, o conhecimento não tem limite,é a hora deles, vamos ajuda-los, sem algemas nem amarras, partidárias ...
/
jino
///

as velas ardem ate ao fim disse...

Sim à Greve Geral! O País precisa de parar para pensar!

Acho que hoje aqui fizeste muito bem isso..Pensar!

bjos

poetaeusou disse...

/
as velas ardem ate ao fim
/
parar, pensar, programar e agir.
/
ji
/

Bia disse...

barco esse onde nós estamos e nem sabemos muito bem para onde vamos... perfeitamente soltos no mar que é o nosso País.
Um beijo

poetaeusou disse...

/
bia
/
navegamos
ao sabor dos
caprichos da procela
/
ji
/

MEU DOCE AMOR disse...

Realmente...as escolhas musicais são ...enfim:)LINDAS.Esta especialmente.

Ilhas Gregas...boa escolha.

Zorbas,o Grego?Sabes dançar como ele?

Yessss!

Beijinho doce e bons sonhos ao som...

rosa dourada/ondina azul disse...

Em dia de greve geral,
o barco fica na areia.

Anima-te Poeta,

Deixo um mar de rosas,

poetaeusou disse...

/
MEU DOCE AMOR
/
sonha minha deusa
minha afrodite - grega -
/
ji
/

poetaeusou disse...

*
rosa dourada/ondina azul
*
barco
da
esperança
,
espero
,
ji
*