março 29, 2007

»»»»»»»»» poesia «««««««««







////////////
////////////////
//////////////
/////////
tenho o meu corpo
coberto de poemas
respiro poesia
poesia transpirada
pelos meus poros
poesia que nunca li
que lota a minha alma
poesia que nunca escrevi
e ficou gravada em mim
poesia inexistente
que nas veias floresce
poesia sem palavras
que alimenta a utopia
poesia incolor
reflectindo a cor do mar
poesia infinita
inspirada em ti … lua
brumosa poesia
de claros sentimentos
florida poesia
num jardim infloral
poesia não sentida
das reais visões
poesia sem nexo
das coisas concretas
cristalina poesia
dos pântanos da vida
cintilante poesia
do breu esbranquiçado
poesia misteriosa
de transparentes versos
um verão de poesia
no calor do Inverno
poesia sê minha
ouve os versos meus
poemo-te de noite
e és o meu sol
versejo-te de dia
minha lua és
não tenho pele
mas sim letras
em espera que digas
quero despir-te
quero ler-te …
poema/foto: poetaeusou

26 comentários:

as velas ardem ate ao fim disse...

Nao sabes escrever coisas simples e não estes textos longos .Tempo é dinheiro!

bYE

poetaeusou disse...

***
as velas ardem até ao fim
*
um poeta-(pseudo) não tem tempo...
logo ...
escrevo o que quero, o que imagino,
para mim, na procura da minha musa.
*
até
*********

Anónimo disse...

Nao escolhes o melhor caminho, pensas que o mais curto é o melhor, logo so apanhas contrariedades...
Boa sorte

poetaeusou disse...

/
anónimo(a)
querida(o)
não escolho nada, amor
sou um barco navegando
ao sabor das correntes e marés
em que o porto de abrigo
se afasta acompanhando o horizonte.
/
óh infâme vida
óh ignóbil e traiçoeira poesia
/
até
/

Teresa Durães disse...

(estamos sintonizados, eu no te blog, tu no meu)

há momentos em que há tanto para dizer que (eu) nem expressão tenho. nas alturas desse mar/sol/lua, onde se respira o encantamento.

outros há (para mim) em que o que se sente é tão doloroso onde as palavras também elas são dolorosas

boa tarde

Maria disse...

Lindo!
A lua de dia, o sol de noite, a poesia sempre...
Um sorriso nos teus lábios...

Inté

poetaeusou disse...

///
e a ilha ...
cheirando a maria
/
inté
///

poetaeusou disse...

///
TERESA
/
o encantamento
absorve as palavras...
momentos assim
embora efémeros
são eternos
/
até
///

=^.^= Tarina =^.^= disse...

Lindo este poema!

Aquele naneira de ser que deixa de existir...
É o real que deixa de o ser...
É a verdade escondida que se encontra sempre lá!!

1 beijo ao poeta =^.^= tarina

poetaeusou disse...

///
tarina
/
e do escondido
brota a transparencia
/
bj)
///

Kalinka disse...

e és o meu sol
versejo-te de dia
minha lua és
não tenho pele
mas sim letras
em espera que digas
quero despir-te
quero ler-te …
POIS QUERO...quero ler-te sempre, fico fascinada com as tuas poesias.
Parabéns pelo talento.

Agora, digo-te que os teus comentários nunca destoam no meu blog e nunca apago comentários que não sejam ofensivos. Escreve à vontade; gosto que me visites. A tua presença e as tuas palavras são importantes e...deixa-me que te diga, também tens aqui umas fotos lindíssimas.
Beijokas.

poetaeusou disse...

***
KALINKA
*
fiquei
ruborescido
com o teu comentário
*
não digo mais nada
*
jokas
***

bom dia isabel disse...

Um poema muito bonito onde está patente a tua sensibilidade. Teria lido mais se mais houvesse.
Escreves poesia com alma e coração.
Um beijo

A COR DO MAR disse...

Oi Poeta

mais umas linhas
muitas para se ler
sentimentos na pele
de um impossivel querer

Beijocas*

poetaeusou disse...

///
bom dia isabel
/
nada que se compare
ao post do chico.
/
poemar ou prosar, terá que ser
envolvido em sentimentos.
/
jino
///

poetaeusou disse...

***
acordomar
*
nada é
impossivel
quando
obedecemos
aos nossos
quereres e
sentimentos
*
joka
***

rosa dourada disse...

pensas poesia,amas poesia
respiras poesia
logo, em poesia tu vives.

Para ti,poeta,
um beijo e um poema

poetaeusou disse...

///
rosa dourada
/
vivo realmente em poesia,
montanhas de poemas,
montanhas de inspiraçao,
montanhas de palavras
/
montanhas de atés
para ti
///

Maria P. disse...

Muito bonito. Sentido.


Beijinho*

mari amar disse...

Por onde andas poeta?
Procuro-te e não te encontro
Fugiste?
Para onde?
Teus versos são maresia
tua pele poesia
tuas palavras, grafemas
que fazem belos poemas
Tua inspiração variada
Tua poesia encantada
Por onde andas poeta?
Vem!
maré de beijos

poetaeusou disse...

///
maria.p
/
sentido
/
definido
/
ido ?
/
bj)
///

poetaeusou disse...

***
mari amar
*
grafemas ?hi?hi?hi
*
ligação foi
*
mi liga, vai
*
beijo invertido
*
***

Sininho disse...

Enganei-me, por isso apaguei o comentário anterior.

Deverias talvez, poeta, usar tinta invisível, para impedir que ao olhar para ti, se leia o teu pensamento...

Abrç»

poetaeusou disse...

///
sininho
/
na procura do invisivel
ocultam-se os pensamentos ?
/
abç)
///

Sílvia disse...

Como gostava de ter o teu dom...o de escrever...passar para papel aquilo que me vai na alma de forma tão encantadora...


Lindo!!

Beijinhos

poetaeusou disse...

///
silvia
/
é fácil
/
uma folha em branco
lápis
/
escreves os teus:
pensamentos
sonhos
ilusões
certezas
encontros
desencontros
desejos
histórias que viveste
/
vais ver que é facil
/
jinos
////