março 26, 2007

»»»»»»»»» buziando «««««««««


nuvem ouve o búzio
memoriza o seu buziar
actua num global alerta
nas rotas do infinito
no avesso sentimental
no ilícito do absurdo
no silencio da palavra
no palavreado do silencio
no incongruente paradoxal
no legitimo do proibido
no ilógico do concreto
no impressionável do agir
no proceder do parado
no correr para a partida
no abalável do sereno
no sem nexo da subtileza
no irreal da argúcia
no fictício do real
no reflexo dos opacos
no triangulo da esfera
no pântano ressequido
no oceano sem agua
no amor da indiferença
no desencontro da esperança
no caminhar regredindo
no retorno do avanço
no seco verter de lágrimas
no amor gerando ódio
no beijo de oculta aurora
no transmutado desejo
no enclausurado dos afectos
no tactear sem tacteio
no corpo não poemado
no poema que eu não leio
no amar desencontrado

poemado e fotos: poetaeusou

30 comentários:

wind disse...

Muito bom o "jogo" de palavras" e as metáforas:)
beijos

poetaeusou disse...

***
Wind
*
é sempre sem qualquer,
tipo de pretensão.
escrevo para mim, só.
*
(eu referia-me á,
foto, não ao poema)
*
bj)
***

Maria disse...

As nuvens, o búzio e...
... o amor desencontrado...

Tenho um búzio grande onde ainda ouço o mar...

Gostei.
Inté

poetaeusou disse...

***
maria
*
"no reflexo dos opacos"
*
que post é aquele ?
só ecoam ...
*
inté
***

pitanga disse...

Há muitos anos atrás (no tempo do guaraná de rolha) na casa da minha tia avó (credo!)havia um buzio em que encostávamos o ouvido para ouvir o mar...e ouvíamos.
Era tão bonitinho!

abraços e chuva????

poetaeusou disse...

***
pitanga
*
há muito, muito tempo.
era eu uma criança...
ouve-se o marujar das ondas.
o canto das ninfas
o encantamento das sereias...
*
abraço sem chuva e muito frio
***

Fernanda disse...

Adoro ouvir o som do mar...
Tenho um búzio escondido...

Bjs

Farinho disse...

Lindo, gostei.


Beijocas

poetaeusou disse...

/////////
fernanda
/
buzio escondido
som do mar definido
á serra estendido
e uma fernanda sentindo
/
bjs)
/////////

Luna disse...

Abarquei o som do mar na palma da minha mão,escutando as mares que vão e voltam, sinto-me uma sereia no meio da multidão.

beijokas

poetaeusou disse...

***
luna
*
num mar sem som
Neptuno em mim
procuro na palma da
mão, das marés,
o canto da sereia
que me encante ...
*
joka
***

Maria P. disse...

A melodia dos búzios é linda e serena.

Beijinho*

=^.^= Tarina =^.^= disse...

Quando era pequena e como boa filha de pescador que era, tinha um conjunto de 5 búzios, do maior ao mais pequeno... no maior conseguia ouvir o mar!

Fantástico.. só nunca o consegui fazer soar!

1 beijo =^.^= tarina

poetaeusou disse...

///
maria.p
/
harpas, liras, violinos ...
/
jino
///

Lindona disse...

Muito bonito. As nuvens o encanto das suas formas, o búzio a magia do se som.

Sininho disse...

Poeta, Poeta, que andas distraído...
Olha que não fui eu que disse "lindo"...
Embora pudesse ter dito.
Este poema está entre o "sempre" e o "nunca".
Nunca, é, como sabes, a minha terra...
Abrçs»

poetaeusou disse...

*********
FARINHO
*
gostei do lindo
*
jokas
*********

poetaeusou disse...

***
tarina
*
na próxima maré vazia, irás
encontrar mais dois buzios,
farás um pequeno orificio nos 7,
as notas musicais,
pedes a ajuda a seis golfinhos,
emitirão sons celestiais,
em que o pilipilipar das
gaivotas, irão cantar hossanas
aos deuses da atlantida...
*
jino)
***

poetaeusou disse...

***
Lindona
*
o encanto dos
teus olhos, lindona.
apenas ...
*
até
***

poetaeusou disse...

/////////
sininho
/
que atracção !!!
/
fatal ???
/
abç)
//////////

Teresa Durães disse...

não sei se o absurdo é ilícito. Pessoalmente assisto a tantos absurdos no meu dia a dia. Talvez quem seja absurda seja apenas eu que não aceito o ilógico do concreto. As mentiras tornaram-se verdades e muitos procedem parados, são subtis indiferentes e regridem (a meu ver).

(só o triângulo - 2D - na esfera -3D é mais difícil)

tenho a sensação que ironizas mas responder-te-ia a cada uma das frases

boa noite

A COR DO MAR disse...

As palavras refletidas no seu eco... ta engraçado
E a foto tb esta bonitinha

poetaeusou disse...

***
teresa
*
eu escrevo assim á 30 anos.
fora da minha vida profissional,
sou um anarquista do pensamento.
no teu post reparei na junçao de,
duas palavras, que gosto,
melodia fingida, lenbrei-me de um
musica da nossa praça, fingidão,
e "botei" o como o ...
não ia por o nome do pobre.
Podes acreditar, eu quando escrevo,
é para mim e só critico os meus pensares, modos, acções, temores,
destemores etc.
São frases sem nexo, recheadas de
nexo, que procuram nexar as oessoas, com e sem nexo, mais nada.
Eu faço sempre como um homem que me merece, todo o respeito...
Cristo, feito Homem, não Deus.
Dou sempre a outra face. Sou assim.
Fico triste quando alguem me acusa, de sentido dúbio naquilo que
escrevo.
Está claro que ninguem me muda,
nem o Salazar que ganhou ontem,
nem o contentor de Salazares que
temos para aí depois do 25 ...
Com todo o respeito que tenho por ti, não mereço essas duvidas ...
*
Vamos com calma.
******************

poetaeusou disse...

***
acordomar
/
ou no reflexo dos opacos
» em mim «
/
hoje fui aos por-do-sol...
/
até
///

mari amar disse...

Para alguém sou aquilo que não sou
E quando já era algo
deixei de o ser
porque deixou de crer
na verdade contida nas palavras
sussurradas ao ouvido
com ternura, honestidade
paixão e muita verdade
mas se a dúvida persiste
e o encanto já não existe
Só me resta uma saída
Deixar este blog
E iniciar a partida
Com amizade o farei
E agora na despedida
deixo beijos no areal
para um amigo sem igual

poeta jamais serei

beijos do mar salgado

mari amar

poetaeusou disse...

***
mari amar
/
tambem tu Bruptus ???
/
dorme bem, amor
sonha com o buziar, dos ditos.
pensa que o mar da costa da
caparica, não é culpado.
peço-te que não deixes de,
florir a minha casa.
mesmo que sejam as efémeras,
amarelinhas primaveras.
ama o teu azul mar, descarrega,
em mim quando quiseres e não vou,
aceitar o teu beijo salgado.
Telepaticamente envio-te pelas brisas mareantes qual levante das,
alllllgarviadas terras, beijos
doces com sabor a marisco...
(reparas-te na confusão das palavras, em brisas telepáticas)
muitos buzios para ti ...
***

as velas ardem ate ao fim disse...

Encontrei me no teu poema.a serenidade, os afectos, os desejos a flor da pele.Obrigada por seres quem es.

poetaeusou disse...

///
obrigado
por teres mudado...
/
manten-te
critica,
sempre
/
xi)
///

rosa dourada disse...

Mundo ouve o meu buziar,
cheio das ondas do mar.

Até...

poetaeusou disse...

***
rosa dourada
*
ele te chama ciciando,
até quando, até quando.
*
até
*
***