fevereiro 19, 2007

» Todos Iguais «

Mar diferente, mesmo Mar...
»»»»»»»»»»Mais direitos, Já !!! ««««««««««««
Rotinando, hoje manhã cedo, fui visitar o meu amigo Mar. “Lusco-fusco”, acinzentado, de um denso nevoeiro, marginal deserta, o esperado.
O Mar acenou-me, já sabia que vinhas, a Vota viu-te saíres de casa, avisou-me, a Vota
é uma gaivota amiga, estás bem informado, riu-se indagando, estás com um ar confuso,
de sentimentos misturados, que se passa ? nada retorqui, mas ele é o meu melhor amigo,
não era justo omitir-lhe, li um post, no Blog da Luna, ainda não parei de meditar, eu vi
também na Net, disse.
É, o mar é navegantenétista, a sua rede local são as gaivotas, as ondas a Netcabo, os
Golfinhos o seu sistema sem fios, estes em ondas neptunistas, enviam toda a informação, dos satélites do Bill Gates.
Zé, apanha a onda, e fala no Raul, o nosso Raul, e em todos aqueles, que de mais atenção, necessitam, como eu faço sensibilizando as minhas ondas, para os cuidados que
obrigatoriamente terão que ter. OK, assentei.
O Raul nasceu com um “problema” na área da trissemia , um amigo, tornou-se intimo, quando um dia ,levando, o meu filho á escola, lhe disse Tó-Zé, vai cumprimentar o Raul, o Raul aceitou, sorriu piscou-me um olho, o Raul era inteligente, era visualmente diferente, só.
Dois apontamentos, um dia esperando o meu filho, vi-o acompanhado de uns amigos,
irem ao encontro do Raul e com eles seguir.
Dias depois lá estava o Raul, o que fazes aqui ?, perguntei ! estou á espera dos meus
amigos, vamos jogar á bola, sou da equipa do Tó-Zé, o numero 9, o meu numero
preferido, pensei.
Agradeci ao Além, seja quem seja …
O Raul, 15 anos, um dia de domingo, manha cedo, dirigiu-se ao porto de pesca, na sua caminhada , encontrou o amigo João, onde vais Raul ? vou á pesca, sozinho, o João sorriu, de amor pelo Raul, boa pesca, dou-te um peixe grande, retorquiu.
O Raul, falava sério, num porto deserto, desamarrou uma lancha, 5 X 2, metros, ao leme, qual Vasco da Gama, foi ao sabor do mar, sem rumo, ficou com uma visão nunca
pensada, quanto mais se afastava da terra firme, terra firme avistava, concelho da Nazaré, concelho de Alcobaça só interrompida pela serra d’Aire, pedreira dos Dinossauros.
E por mar fora foi o Raul, no dia seguinte, falta uma lancha, falta o Raul, não falta o João, para contar o seu papel neste enredo.
Grito de alerta, quem é ? é o nosso Raul, entra outro amigo, Comandante da Capitania da Nazaré, Capitão de Fragata, bom homem, homem do mar. Manda sair os barcos disponíveis, buscas goradas, pede a intervenção do Comando Naval do Continente,
o Raul tinha direitos !!!, buscas mais uma vez infrutíferas. A esperança morria.
Mas, ao terceiro dia, a boa nova chegou, um barco da Figueira da Foz, encontrou o Raul, ó fez uma exigência queria ficar na Lancha, para a dar ao Ti Manel. O dono.
Uma caravana automóvel, foi requestar o Raul e agradecer aos novos amigos dele, uma
outra foi ao seu encontro, no resto deste pais ninguém se apercebeu, nem a “T V I”,
(como amostra) , perdeu dez segundos com o acontecido, de um menino que quis por um dia, ser pescador,como um outro, que nunca perdoou aos pais, não ter sido marinheiro,
O também nosso Fernando Pessoa.
Luna, a divulgação, nesta missiva, é a mensagem que eu quero deixar, as diferenças são
“feitas” pelos nossos pensamentos, elas não existem.
LUNA, Bem hajas, pela força que nos dás
.
foto e prosado de: poetaeusou

37 comentários:

poetaeusou disse...

ESTE POST É DEDICADO Á LUNA.
DAS:
TRES PIRAMIDES E LUA DE CRISTAL.
UM BEIJO PARA TI LUNA.
poetaeusou

peciscas disse...

História tocante a que nos contas.
Tenho um amigo que tem esse mesmo problema e que foi meu aluno há uns anos.
Foi o primeiro a frequentar a chamada escola inclusiva, numa altura em que as escolas tinham muita dificuldade em aceitar os alunos a quem se chamava "deficientes".
Ficámos amigos!

Maria P. disse...

Emocionante. É difícil dizer mais...

Um beijo.

weg disse...

Excelente post que assino, até na cumplicidade com o mar. Um abraço para ti e um do tamanho do mundo à Luna e ao menino, igual e lindo como o foram os meus quando crianças.

Madalena Pestana

Maria disse...

Não sei porquê hoje estou a chover dos olhos...

Fica bem

Paula Raposo disse...

Li o poema da Luna. Fizeste bem em escreveres este teu post. Penso que só na cabeça das pessoas existem diferenças, de facto. Elas não existem. Gostei muito de te ler aqui, hoje. Fica um beijo meu para ti.

Luna disse...

Obrigado pelo carinho, adorei o que escreveste, sabes o que escrevo no fundo é o que todos de alguma forma sentimos, só que com esta vida tão pesada que todos temos, por vezes fica dificil olharmos á volta e nos fechamos em caixinhas.
mil beijinhos para ti

poetaeusou disse...

Bem hajas.
peciscas.
Grato pela visita.
até.

poetaeusou disse...

maria.p
Compreendo-te.
Sei que és sincera.
bj)

poetaeusou disse...

weg/mady
Sinto a tua sensibilidade.
Non, o Mar, sempre o Mar.
jino.

poetaeusou disse...

Maria.
O teu humanismo.
Sempre.
inté.

poetaeusou disse...

Paula.
Mais do que gostar...
É urgente, sentir.
Tenho a certeza,.
que sentiste.
jinos)

poetaeusou disse...

LUNA
Foi para ti.
É teu.

Um beijo.
só um, mas...
com a ternura que mereces.

Sininho disse...

E não podia estar mais bem dedicado, este post.
História verdadeiramente tocante, a do Raúl. Como tocante foi a forma de a contares.
Foto lindíssima, também.
Um abraço

Teresa Durães disse...

as diferenças existem mas não como pessoas. nem todos temos jeito para matemática ou português ou desenho. mas apenas nisso. é o que tento explicar com quem me cruzo.

seja trissomia 21, surdo, cego,paraplégico, doente mental, diabético. autista.

onde trabalho existem todo este tipo de pessoas. cada uma tem as suas funções.

há quem as respeite. tendencialmente, infelizmente, para a deficiência mental e doença mental o estigma é maior.

entre alguns temos excelentes pintores.

boa noite

poetaeusou disse...

sininho
Não sou a figura principal.
mas...fico grato.
Posso opinar pela foto.
foi momentizada hoje.
Gostava de te enviar, algumas.
Mas a teu superprotegido,.
forte não me deixa a ti chegar.
se quiseres contacta:
antimelga@hotmail.com
abç.

poetaeusou disse...

Teresa.
Concordo totalmente.
Não sei se me é permitido.
Trabalhas com Cercis ?
Noite Feliz.

=^.^= Tarina =^.^= disse...

Bonita história...
E bonito o poema da Luna...
É... como costumo dizer... Será que haverá um padrão normal? O que é isso de ser normal? Talvez nós é que façamos as malditas diferenças... É ... acho que é mesmo isso!

1 beijo =^.^= tarina

poetaeusou disse...

TARINA
Nós é que fazemos as diferenças.
Não há duvida.
Queres um exemplo ? simples ?
que devia fazer a todos pensar ?.
Ora bem, existe diferenças.
Tu, Carina, não és normal ...
A tua beleza, a tua simpatia, a tua
juventude lactente, o tua entregue á profissão, não é normal, como não gosto da palavra, eu digo que não é vulgar, logo invulgar.
Resumindo, vulgar = maioria.
»»»»»»»»»invulgar = minoria.
Como a cor da pele, branco é cor...
como o credo:
Deuses diferentes, um só Deus.
Tarina, um abraço, em bicos de pés.

Lindona disse...

"Todos iguais todos diferentes"

poetaeusou disse...

lindona.

iguais.
mas diferentes.
todos, mas todos !!!

grato pela visita.
jino)

Isabel-F. disse...

Diferentes ... e na maioria dos casos melhores ... que os chamados normais ...
situações destas comovem-me ... fazem sentir pequenina ... e contribuem para que eu seja melhor ...

Sugiro-te que visites dois dos meus links . "Silence Box" e "A Luta Constante pela Integridade" ... duas grandes muheres com quem me cruzei na net e com quem aprendi muito - ambas surdas profundas oralizadas - vale a pena ler tudo ... embora um dos Blogues tenha terminada há pouco tempo, o da Silence Box ... mas está lá tudo para se ler ...
são duas mulheres, uma delas uma menina mulher pois tem só mais um ano que a minha filha ... duas pessoas que passaram a fazer parte de mim ...

um beijo....

e agora vou até à Luna...

PoesiaMGD disse...

Escola inclusiva, mundo inclusivo... uma miragem e um desejo, muitas vezes! Belíssimo texto!

Isabel-F. disse...

porque há coisas para além de nós.

vai aqui pvf

https://www2.blogger.com/comment.g?blogID=7516511488062972327&postID=8382392511017943491

bj

Isabel-F. disse...

no 1º comentário enganei-me no nome dum dos links: é Baú do SIlêncio - Silence Boax, é o nick ...


bj

@Memorex disse...

Poeta Eu Sou

Primeiramente deixa-me felicitar-te a tua bonita iniciativa, demonstra que és uma pessoa com muita sensibilidade.

Gostei especialmente deste texto deveras tocante.

Vim a este teu Blog através da Isabel, como notei, já te falou de mim e sou aquela menina-mulher.

Um beijinho.
Memorex.

nanda disse...

Tens sempre uma história de amor para contar. Obrigada por esta.

Bjs

(ando com dificuldades em comentar)
Fernanda

poetaeusou disse...

ISA
Toda a tua sensibilidade,.
Está expressa no, Art & Design.
Tou seguir o teu alvitre

até...

poetaeusou disse...

poesiamgd.
Será realidade.
Quando o Homem quiser.
xino)

Kalinka disse...

Kalinka.
Deusa da Felicidade.
Bem hajas.
Quem te ler.
Esquece as agruras da vida.
Ès uma força da Natureza.
Uma mulher assim,.
só pode ter um Augustus a seu lado.
Ai o que faz o Amor.
Se pudessemos fundir,.
a felioidade e o amor ...
Vamos todos ser felizes.
Em homenagem a Kalinka.

OLÁ POETA:
estou muito feliz
as palavras tocaram
o fundo do meu coração
nunca recebi outras
que tais, comovi-me
peço-te, dá-me a tua mão.
Gosto de que leio
aqui, no mundo da poesia
o teu sorriso veio
junto com a maresia.
Beijokas de agradecimento sentido.

PS: o Augustus não é me é nada de chegado, apenas alguém que conheci há menos de 1 mês, no jantar.

poetaeusou disse...

memorex
esta casa é tua.
benvinda.
nota-se a tua,.
sensibilidade,.
de menina-mulher.
jino)

poetaeusou disse...

Fernanda.
Acabei de sair da tua Casa.
No Pico Altaneiro.
Sentinela da Atlantida.
Vigiada pelo Açor.
Esvoaçando.
Por entre o poemar, de:,.
Nemésio e da Correia, a Natália.
Hoje alem dos Aloés, notei,
o suave perfume da Sofia.
»»»»»
Para atravessar contigo o deserto do mundo
Para enfrentarmos juntos o terror da morte
Para ver a verdade para perder o medo
Ao lado dos teus passos caminhei.
in) Sofia M.B.Anderson

poetaeusou disse...

Kalinka
Que mais posso dizer.
Se não Clikar, no meu,
exausto teclado, e rogar,.
á Deusa Cibernética, que flua,
nesta maravilhosa rede,.
a gratidão, pela força vitaminica,
A,B,C,D, que diáriamente nos dás.
Beijos em moscatéis, daí ...

=^.^= Tarina =^.^= disse...

Poeta..
Achas que simpatia, entrega á profissão, beleza e juventude não são caracteristicas normais? Ah... sou eu apenas... e só...

Catarina para ti, não Carina... lol

E sim...

Abraço em b.p. para ti =^.^= tarina

poetaeusou disse...

TARINA.
Acredita que, na tua profissão, fazes parte da minoria, conheço bem a área, para um bom desempenho, o prazer do que se faz, é fundamental... O teu caso.
Desculpa o Baptismo, "Carina", se
não foste ainda crismada, aproveita, hihihi.
um em B.P.

Sílvia disse...

Lindo e toca-me lá bem no fundinho do coração...uma das minhas metas é tirar um mestrado em necessidades educativas especiais e trabalhar nessa area.

Sinto-me tão bem e preenchida quando passo tardes numa casa para crianças especiais aqui pertinho de casa...é tão bom estar com eles na sala sensorial (snoezelen).

Beijinhos

poetaeusou disse...

Silvinha.
È esse dom sensibilistico, que nos.
faz pairar, acima das ideologias,
cremças, religiões, partidos, etc.
Quando começares a preparar o teu,
mestrada, lembra-te do Raul, vai
ser mais facil, a tua tarefa.
(o Raul foi mascarado de peixe, com
asas de anjo) Icaro ? Peixe Voador ?
jinos